O TSE pretende julgar hoje, após sucessivos adiamentos, a cassação do mandato do deputado federal Eduardo Cunha, proposto pelo Ministério Público Eleitoral desde o dia 05 de fevereiro de 2007. No TRE/RJ, Eduardo Cunha venceu, mas o promotor recorreu ao TSE.

 

Cunha passou todo mandato aguardado julgamento pelo TSE

 

Segundo o MP, Cunha foi beneficiado com a “captação ilícita de votos” na campanha de 2006. Se o TSE  reconhecer que o MP está certo, cunha perderá imediatamente o mandato, podendo recorrer fora do cargo.
Contra Eduardo Cunha pesa o risco de ter o mandato conquistado este ano nas urnas  ser cassado a se ser reformada a decisão do Tribunal do Estado do Rio..
A  favor dele conta o fato do Relator ser o Ministro Marco Aurélio de Mello, que é contrário à retroatividade da Lei das Mãos Limpa, sancionada muito depois da abertura do processo contra Eduardo Cunha.
A sessão do TSE começa as 19 horas e não tem hora para acabar. O processo pode até nem ser avaliado.

Anúncios