A Câmara de Vereadores de Niterói realiza quarta-feira, dia 20, às 19 horas, sessão solene em apoio à iniciativa da Associação dos Clubes de Niterói de transformar o município na cidade da vela com vistas aos jogos olímpicos e paraolímpicos de 2016. Na solenidade os vereadores farão a entrega de moções de aplausos aos iatistas olímpicos que moram na cidade e será apresentado no plenário todo o projeto para viabilizar a candidatura da cidade junto ao Ministério dos Esportes, inclusive com a construção de uma Marina Pública, o Museu da Vela Brasileira e de um Centro Nacional de Treinamento de Alto Rendimento da Vela, onde atletas de todo o país poderão se preparar para as olimpíadas de 2016. A proposta já conta com o apoio da Confederação Brasileira de Vela e Motor e da Federação Estadual de Vela e Motor, além do Ministério dos Esportes.
Também será entregue à Associação de Clubes de Niterói uma moção de aplausos em apoio ao projeto assinada por todos os vereadores da cidade, como prova do apoio irrestrito da Câmara de Vereadores à iniciativa. Durante toda a tarde do dia 20, haverá exposição no hall, de entrada da Câmara de fotos, documentos e material jornalístico mostrando os feitos dos atletas olímpicos de Niterói nas mais diferentes olimpíadas, demonstrando o potencial da cidade para sediar o projeto. Também três barcos a vela, um deles usado pelos atletas olímpicos de Niterói estará em exposição na entrada da Câmara para visitação do público.
Para o Presidente da Associação de Clubes de Niterói, César Serrão, a cidade de Niterói tem todo o potencial para se tornar a capital deste esporte olímpico. “Os principais atletas do país, ganhadores de medalhas estão aqui e o Governo Federal terá que escolher, como escolheu Saquarema para ser a cidade do volei e Guarulhos, a cidade do handeball, uma cidade para representar a vela e Niterói é por mérito a melhor do país”, afirma ele.
A velejadora Dulce Senfft, autora do projeto que será entregue ao Ministério dos Esportes e que fará a apresentação pública do projeto no plenário da Câmara, a enseada de São Francisco é o local ideal para a prática da vela e para abrigar os equipamentos pleiteador. “Niterói é a única cidade do mundo que abriga em uma só enseada seis clubes náuticos. Com uma Marina Pública e um Centro de Treinamento nesta enseada, teremos todas as condições de sediar eventos internacionais o que vai gerar emprego e renda para diversos setores da economia e impulsionar o turismo da cidade”, afirma ela.

Niterói, cidade da vela, abastece o Rio de Janeiro

Na sessão serão homenageados os seguintes atletas olímpicos: Izabel Swan, medalhista de bronze nas olimpíadas de Pequim, Marcelo Ferreira, medalha de ouro em Atlanta e Bronze nas Olimpíadas de Sidney. Lars e Torben Grael, sendo que o primeiro foi medalha de Bronze em Atlanta e em Seul e o segundo, medalha de ouro em Atlanta, Prata em Los Angeles e Bronze em Sidney e em Seul. Já Clínio de Freitas e Nelson Falcão foram medalhas de bronze nas Olimpíadas de Seul, além de Ronaldo Senfft, medalha de prata em Los Angeles.

Anúncios