Cenas fortes, da agonia e dor até cerrar os olhos e morrer à mingua –

http://www.youtube.com/watch?v=nrZPkYDEWvE 

Um horror. Médicos do Rio dão a alta a paciência para morrer em casa. Cenas fortes. Aconteceu hoje, no Rio de Janeiro, no Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, Zona Oeste. Os médicos deram-lhe alta só para não transferir o doente para outro hospital que tinha condições de fazer o tratamento. O relato dos enfermeiros é dramático, dizendo que não podem fazer nada. Detalhe: a luz da casa estava cortada por falta de pagamento. Observe os detalhes na gravação.

Quando da entrega do doente, os parentes se recusam a retirá-lo da ambulância, já que não conseguia sequer se mover. Mesmo assim, de modo desumano, os agentes de saúde tiraram o homem, botaram num velho sofá para recuperar a maca. Na mesma hora, o homem morreu.

É assim que as pessoas são tratadas nos hospitais públicos do Rio e os repórteres da TV Globo ainda elogiam os médicos.

Anúncios