Justiça seja feita:

A Tribuna de Niterói pode ter levado um furo do Globo (como tem a coragem de assumir na edição de hoje), mas nunca teve e nem terá, ao que tudo indica,  compromisso de minimizar noticiário para beneficiar políticos.

É preciso lembrar que o acidente no Morro do Palácio foi à noite, quando o jornal já estava fechado e não é mole competir e ganhar do maior jornal do País, do outro lado da poça.

A Tribunal tem tradição de ser vanguardista, veículo sério e que por muitos anos, especialmente durante a ditadura militar, é o foco de resistência da cidade contra os déspostas e corruptos.

Justiça seja feita ao Jourdam Amóra, esposa e filhos, baluartes da comunicação, pois bem sei que com A Tribuna de Niterói não há conchavo de nenhuma ordem ou grandeza.

Anúncios