SENTI NA CARNE O DESCASO DE MÉDICOS E SUAS EQUIPES NO MÁRIO MONTEIRO. É PIOR QUE O CAOS.

 Acabo de  chegar (02h50min) do “Hospital” Mário Monteiro, aqui perto de casa.

Quem te viu, quem te vê!

A má vontade, a intolerância com os pacientes sugere que os profissionais de saúde que ali “trabalham” não prestam sequer para tratar de animais quanto mais de seres humanos.chico_perfil

Será essa a marca que Chico D’Ângelo quer imprimir à sua gestão na Secretaria de Saúde de Niterói. Um horror. Todos se sentiam incomodados, arrancados de um sono profundo para atender os que deles necessitam em momento de dor.

 Chico D”Angelo só pode estar sendo enganado. Mandar paciente “se remover” para o HEAL parece piada 

A mãe do meu único neto, Iago,  já adolescente,  foi atendida lá, morrendo de dor, como se diz. Grávida, mas sem barriga (o que pode indicar tanto uma gravidez tubária quanto o feto ter morrido), gritando de tanta dor, deram-lhe um paracetamol na veia com Buscopan. E a dor não passou, nem aliviou. Sequer pode coletar urina para exame, tal a dor e o descontrole da paciente urrando de dor.

Solicitada a presença da médica plantonista, esta optou pela transferência da paciente para o Azevedo Lima, mas se recusou a dar uma guia de encaminhamento e muito menos pedir a remoção numa ambulância. A paciente teria que ir a pé, por seus próprios meios ou de parentes. E se fosse uma pessoa sem dinheiro até para a condução, como faria? Morreria ali, mas o corpo médico não moveria uma palha.

Que cidade é essa? Que política de saúde é essa?

Isso nunca foi assim, tão ruim, pois foi justamente a excelência do Mário Monteiro que a fez buscar socorro ali.

Faço esse registro na certeza de que nada vai mudar. Aliás, vai mudar para pior, com certeza.

Anúncios