Sobre a matéria “Ceratti engana consumidores”, quero fazer um registro aqui:

No dia seguinte à postagem, recebi um telefonema do Sr. Claudiney Brustolin, da área técnica da Ceratti, com a posição da empresa, que resumirei para conhecimento geral.

A enganação não foi feita pela Ceratti e sim pelo Supermercado Extra.O Sr. Claudinei não disse isso, mas foi o que eu depreendi, na medida que também achou errado o método utilizado pelo Extra para vender, supostamente, a mortadela Bambina pela Ceratti tradicional. Digo supostamente porque não sei se era Bambina ou uma porcaria qualquer na embalagem da Ceratti. Isso, ele ficou de apurar.

A Ceratti, como outras empresas do gênero,  repassa aos supermercados etiquetas de seus produtos para venda em fatias. A marca Bambina tem etiqueta própria e diferenciada da Ceratti tradicional.

Mas, ainda que mortadela embalada seja a Bambina, teria que ser exposta  com a logomarca da Bambina e jamais com a da Ceratti  tradicional.

Ao contrário do atendimento no SAC da empresa, o sr. Claudiney  não negou que fui vítima de uma enganação e se prontificou a reparar, em parte, o prejuízo que o Extra me causou, comprometendo-se a enviar uma quantidade alguns gramas superior à que adquiri.logo da ceratti

Bem se vê que trata-se de uma empresa séria e ética, que no curso da conversação buscou preservar seu cliente, o Extra, admitindo que possa ter ocorrido um terrível e injustificado engano. Revelou que a Ceratti jamais recebeu esse tipo de reclamação relacionada à rede Extra, estando convicto de que se tratou de um caso pontual,  isolado e que não tem precedentes na política de comércio daquele supermercado.

De posse do endereço da loja, ficou de entrar em contato com o Extra/Itaipu para orientar seus gerentes na certeza de que o erro não persista e nem se repita.

Anúncios