tunel obra

A abetura do tunel Charitas-Cafubá vinha sendo adiada a 40 anos por uma razão muito simples: não era e nunca foi uma prioridade para os habitantes da Região Oceânica, como o tempo de encarregará de provar. Nossa prioridade enquanto moradores de Niterói é a salvação de nossas Lagoas, de Itaipu e Piratininga e revitalização dos rios que nela desaguam.Aliás, essa foi uma das promessas de campanha do prefeito Rodrigo Neves. Os eleitores das margens das lagoas acreditaram nele e, de eleitores fiéis de Felipe Peixoto, debandaram para o lado o “salvador da pátria”. A promessa tamanha que até seu Paulo Peixoto, pai doe Felipe e morador do treho à beira da Lagoa de Piratininga, por pouco não se sentiu obrigado a voar em Rodrigo Neves. Ainda com respaldo de Lula, Dilma, Zé Dirceu, João Vacai, Ricardo Pessoa e outras hoje envolvidos na Lava-jato. As lagoas inteiras, em peso, votaram. E o reultado foi uma apetada diferença.Foi só vencer que Rodrigo Neves “esqueceu” todas as promessas e priorizou o tunel. Prioridade dele, só dele. O tunel seria construído pela iniciativa privada, que poderia cobrar pedágio. Quer dizer, só quem precisasse do tunel arcaria om o ônus de sua construção. Agora, não. Todos vão pagar, até os moradores do Fonseca, Barreto, Pendotiba e Engenhoca (para ciar alguns), pela construção do tunel que não lhes serve para nada, uma vez que o melhor acesso é pelo Caramujo, Ititioca ou Garganta da Viradouro, sem contar a Estrada da Cachoeira.E o pior: mais cedo ou mais tarde, a Prefeitura vai ter que criar um sistema de pedágio no tunel ou na Transoceânica, para arcar com a dívida bilionária que contraiu. Além de nada fazer pelas lagoas e outras necessidades da região, como os constantes alagamentos no entorno do Largo da Batalha, Avenida Central, Santo Antonio e tantos mais, o prefeito do PT de Niterói sepultou de vez um sonho preses a ser realizar: a construção de um ramal ferroviario ligando a Região Oceânica ao Centro por meio de VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), passando pelos bairros mais povoados e sem custo par o municipio.Qual o quê? Rodrigo Neves preferiu beneficiar as empresas de ônibus. Isso porque nunca andou de busão, de três-novão ou três-oitão, linhas que ligam às praias e lagoas. BRT ou BRS, sej lá o que for, sendo ônibus, não vai prestar. Não se respeitou ninguém, não se fez uma pesquisa para saaber se a populaçao preferia uma nova linha de ônibus ou um VLT. Simplesmente acharam que era o melhor. E todos sabemos que quando fica muito bom pro PT, o povo sai perdendo. Como agora.