DESFILE DO BOLA PRETA, NO SÁBADO,  TERÁ 300 POLICIAIS

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro vai empregar no total 15.464 policiais militares e 3.974 viaturas, em todo o Estado para a Operação Carnaval 2016. São 122 policiais militares e 642 viaturas a mais neste ano do que em 2015. Está prevista a presença de policiais em todos os blocos populares cadastrados na Prefeitura do Rio, visando dar segurança ao folião e manter a ordem pública.Serão escalados 529 no policiamento dos arredores do Sambódromo e do Terreirão do Samba de sexta-feira (05/02) a terça-feira (09/02).

BOLA 2

Ano passado, o Cordão do Bola Preta arrastou 2 milhões

O policiamento a pé será empregado em locais de grande concentração de foliões, desfiles de escolas de samba, blocos populares e áreas externas de clubes. O Aterro do Flamengo receberá reforço próximo ao Monumento dos Pracinhas com vistas à guarda de ônibus de turismo, além de garantir a segurança aos foliões.

Na Zona Norte os desfiles dos blocos que acontecem na Avenida Intendente Magalhães e na Rua Cardoso de Moraes, em Bonsucesso terão policiamento reforçado. O mesmo vai acontecer na Região dos Lagos que receberá reforço de policiamento, o que possibilitará maior atenção aos roteiros turísticos daqueles municípios.

Na Lapa haverá grupos de policiais militares no Corredor Histórico Cultural, nos palcos dos Arcos da Lapa e da Cinelândia. O Policiamento Montado (RPMont) será empregado com duplas de policiais militares.

Na sede do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), em Copacabana, haverá esquema especial para garantir o atendimento aos visitantes. O policiamento será reforçado nos pontos turísticos mais visitados.

BOLA

Policia Militar garante a paz no Bola Preta

A Batalhão de Ações com Cães (BAC) vai estar presente com policiais militares nos locais de maior concentração de pessoas, como por exemplo: Cinelândia, Arcos da Lapa e Central do Brasil.  O Batalhão de Choque (BPChq) e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) terão parte do efetivo aquartelado para atuar em situações de emergência.

O Grupamento Aeromóvel (GAM) utilizará quatro aeronaves que sobrevoarão toda a Cidade focalizando os eventos, com atenção especial na orla e nas Vias Especiais, além de ficar em pronto-emprego para acionamentos de emergência.

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) vai empregar 323 policiais militares por dia. O policiamento ordinário não será alterado e haverá reforço no policiamento das Vias Especiais (Avenida Brasil, Linha Amarela e Linha Vermelha).

As Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) – Reforço nas bases com emprego de 3.359 policiais.

O Comando de Polícia Ambiental (CPAm) vai reforçar o policiamento nos parques e áreas de preservação ambiental. Serão empregadas também quatro embarcações da Unidade de Policiamento Ambiental Marítimo (UPAm) .

O reforço no policiamento da Operação Praia será mantido em toda a orla da Capital (Zona Sul, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes). O Centro Integrado de Comando Móvel (carro-comando) ficará baseado no Arpoador. Ele receberá imagens captadas em tempo real de toda a orla da zona sul (imagens captadas da aeronave do GAM), câmara termal (ferramenta capaz de identificar armas de fogos).

O Comando da Polícia Militar estará monitorando e coordenando o esquema de policiamento durante todos os dias do carnaval no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Praça Onze.