Virtual candidato da Rede quer construir a Niterói do futuro –

O plano de governo do pré-candidato a prefeito de Niterói pela Rede Sustentabilidade, o médico José Seba, terá 18 ítens e está sendo elabrado com esmero para ser registrado na justiça eleitoral. Seba revelou ontem que “conterá as necessidades mais urgentes da cidade, mas acima de tudo teremos um ohar para o futuro, uma preocupação com as próximas gerações”.O número de ítens corresponde ao numero do partido no TRE: 18.

seba

Antes de optar pela Rede, Seba foi sonho de consumo do PSDB de Bruno Lessa

Para conceder entrevista ao EXPRESSÃO OCEÂNICA, José Seba nos recebeu nossa equipe na futura sede de seu comitê central, na antiga Clínica de Alergia na Avenida Roberto Silveira com presidente Baker, que ele cedeu ao partido e que está sendo adaptada.
Gastando sola de sapato e participando de inúmeros compomissos todos os dias, José Seba explicou porque fez opção pela Rede Sustentbilidade. “A Rede me fascisnou, me encantou com essa proposta de pensar o futuro, de fazer política olhando para o futuro e não só olhando para trás, preoccupado com as gerações que virão depois de nós”, disse.
Para vencer nos municpipios onde lançará candidatos, a Rede aposta numa campanha integrada de modo que um candiato em São Gonçalo remeta o eleitor de Niterói pra votar em Jsé Seba ou em Danilo Funke, em Macaé. Em São Gonçalo, o partido lançará o vereador Diego Sao Paio, filho do ex-deputado e professor Othon Sao Paio. No Rio, será lançado o deputado federal Alessandro Molon.
– Muito dos problemas que enfrentamos hoje decorerem da falta de planejamento há décadas. Nossa intenção é planejar Nierói para o futuro mais distante, de modo que a população não enfrente as dificuldades e os dissabores que tanto afetam nossas gerações atuais Veja a situação das Lagoas de Piratininga e Itaipu, que não recebem a menor atenção e podriam estar produzindo riqueza para muitas familias – defende o candiato da Rede de Marina Silva
Seba revelou que a nominata de canidatos a vereador fechou com 43 nomes. Ele não antecipou nenhum. Também criticou a polarização das eleições. “Não podemos confundir a politica com um Fla-Flu”, disse, prevendo que o acirramento dos ânimos não é bom para a democracia.
-Um Fla=Flu politico não interessa a ninguém, só a politicos que não tem opromissos com o povo. Precisamos abrandar o discurso, não provocr a indignaçõ das pessoas, não inflamar ninguém. O candidato que for contra esse acirramento, essa politica do ódio, estará mostrando que ama esa cidade e respeita o seu povo – disse. E continuou:
– Não querems uma eleição do certo ou errado, do bem contra o mal, do novo contra o velho. A Rede vai oferecer ao eleitorado um conjunto de candidatos comprometidos com a vida dos habitantes daqui a 50 ou 100 anos, mas com enorme capacidde de corrigir o que hoje está errado. Isso tem que ficar definido desde agora finalizou.

Anúncios