Planalto não quer coligação com PT, PDT e PCdo B.

moreira

Moreira Franco é quem vai decidir ra onde vai e o que fará o PMDB de Niterói

Está arrumada a maior das confusões na sucessão politica de Niterói. Não foi à toa que a reunião do PDT na ultima segunda-feira (23/05) não se realizou. É que o PMDB, além de não se sentir confortado em formar coligação com o PT, PC do B e PDT acha-se no direito de indicar o vice-prefeito de Rodrigo Neves. Pior que isso, o PMDB pode lançar candidato próprio, seguindo determinações do Diretório Nacional. O Deputado Sérgio Zveiter,  aliado de Rodrigo, atua como bombeiro nesse imbróglio.
O que deveria ser uma reunião para sacramentar a aliança entre o PDT, e o prefeito Rodrigo Neves, que envolve outros partidos de oposição a Michel Temer, se transformou numa dor de cabeça para todos. Tanto que foi desmarcada em cima da hora , quando o plenário do diretório estava tomado de militantes que aguardavam explicações do líder maior, Jorge Roberto Silveira. Ontem à note em Icaraí a Executiva provisória do PDT reuniu-se com Jorge Roberto para tratar da questão.
Mas o destino da grande aliança de Rodrigo Neves vai ser decidido em Brasília, pelo Ministro Moreira Franco, um dos mais influentes interlocutores do presidente em exercício, Michel Temer. É que a cupula do PMDB não ve com bons olhos integrar uma aliança que contenha o PT, PDT e PCdoB, e muito menos que o vice seja indicado pelo PDT, que faz oposição a Temer.
Foi o deputado federal, Sérgio Zveiter, presidente do PMDB local, quem levou o abacaxi a Rodrigo e Jorge Roberto ee   que resultou no cancelamento da reunião no PDT.
O Ministro Moreira Franco prometeu uma definição para a próxima semana, se continua na coligação indicando o vice ou se vai disputar as eleições com candidato próprio ou apoiar outro partido mais próximo aos aliados de Brasilia. Nesse caso, não descartada uma composição com o PSDB em Niterói.