Ministro Dias Toffli concedeu liminar contra a mudança