Reunião com vice-prefeito não avança e causa mais decepção que esperança

Quem participou do encontro promovido pela Prefeitura de Niterói e moradores da Região Oceânica, na noite de ontem (terça-feira, 31/05), na AABB da Fazendinha, saiu decepcionado. Traduzindo o pensamento geral, Larissa Viot, do movimento Vizinho Solidário do Residencial Fazendinha, definiu ccomo “improdutivo e decepcionante” o encontro com o Vice-Prefeito Axel Grael e o Secretário de Ordem Urbana, Coronel Gilson Chagas.
Para a maioria, a reunião foi um “comício sentado”, com as autoridades fazendo promessas e jogando para o futuro questões que para os moradores são  imediatas, urgente e vitais. “Teve um momento que tive que pedir a palavra, pois os representantes da Prefeitura vendo que seus argumentos era rechaçados pelos moradores, disseram que só protestamos porque somos candidatos a cargos eletivo. Um absurdo, além do mais que há de errado em candidato participar de audiência pública?” questionou a professora Valéria Bittencourt.
A comunidade pressionou por definições acerca da  das Lagoa de Itaipu e Piratininga, e ouviu que a prefeitura não podia fazer interferências por ser área do governo do Estado. Só que Grael anunciou a criação de uma ciclovia ligando o tunel à beira da Lagoa de Pratininga, por sinal, projeto que vai constar do plano de governo do delegado Antonio Rayol, d PSDBe e havia sido anunciado antes de Rodrigo Neves.
O descontentamento foi geral com o encontro, a ponto do moradores deixarem o local sob protesto. Nenhuma dúvida da comunidade foi  prontamente respondida com objetividade e os representantes do prefeito pareciam desconhecer as prioridades da população, principalmente o transtornos causados pelas obras dos túneis ligando o bairro a Charitas e do BRT Transoceanico.