VALE-TUDO NA PRÉ-CAMPANHA, MENOS PEDIR VOTOS. NADA SOA MAIS ENGANOSO!

VOTO

“Não votem em mim”. Assim tem sido as campanhas dos candidatos a prefeito  e vereador de Niterói, por conta de um legislação eleitoral esdrúxula, que tem por finalidade manter o eleitor distante o máximo possível do processão eleitoral.
A lei não respeita o eleitor, principal coponente de uma eleição, que tem apenas 45 dias para decidir entre o bem e o mal, entre o certo e o errado. O que mais dói é assistir aos partidos politicos nada fazerem contra essa aberração. Houve época que o eleitor tinha mais tempo para definir seu voto, trocar ideias. Hoje, está sendo à moda boi no pasto. E eleitor não é boi.

Até politicos tradicionais se calam diante da situação. Eles também se adaptaram a esse de eleição de “tiro curto”, como se fosse uma corrida de 100 metros rasos. Os espertalhões brincam de fazer campanha sem pedir votos. Quanto cinismo da lei. Pode-se exaltar o candidato (que agora virou um tal de Pré), dizer que já ganhou, que é o melhor. Ele só não pode pedir votos, como se voto não fosse preciso para se eleger e representar o eleitor.
Pouca vergonha!

Anúncios