Archives for category: Alerj

NUMERO É HISTÓRICO E ATÉ PREFEITO DO PT DÁ APOIO A CANDIDATA DO PDT

 

Aos poucos, os vereadores de Niterói começam a definir seus apoios nas eleições deste ano. O primeiro a admitir que  tem  dobradinha para federal e estadual foi Gallo, e-PDT e gora no PROS ,  que vai de Chico D’angelo (PT)  e Comte Bittencourt (PPS).

Waldeck Carneiro, atual Secretário de Educação,  é o preferido pela maioria

Waldeck Carneiro, atual Secretário de Educação, é o preferido pela maioria

Sem contar que toda bancada do PT vai apoiar Chico D’Angelo para federal e Waldeck Carneiro para estadual, muita gente ainda não assumiu quem apoiará.

Renato Cariello (mis votado do PDT) disputará a indicação da vaga que cabe a Niterói com sua colega e ex-deputada Tania Rodrigues, que tem apoio da máquina do PT, através da Secretaria de Ação Social.

Outros vereadores que anunciam estar em campanha aberta são Paulo Eduardo, a federal, e Renatinho ara a Alerj, ambos do Psol. Só que a campanha não é casada, em dobradinha, o eu aparemta ser uma incoerência. Embora um vote no outro,  seus grupos estão divididos, o que parece natural ao Psol.

Renatinho  e paulo Eduardo (Esq) votam um no outro

Renatinho e paulo Eduardo (Esq) votam um no outro

Jose Vicente Filho já anunciou que eu clã político, que reúne também o vereador de São Gonçalo José Carlos Vicente e o suplente d vereador de Niterói, José Augusto, voará unido em Waldeck carneiro, numa clara resposta ao deputado Comte Bittencourt, que sempre recebeu o apoio da família porque  o agora ex-aliado se empenhou em demasia para eleger Paulo Henrique para vereador, tirando votos que fizeram falta à eleição de José Augusto na Região Oceânica.

Em compensação, Comte ganhou o reforço de Gallo e do próprio Paulo Henrique. Falta agora convencer Renato Cariello a desistir da ideia de concorrer a estadual. Não será difícil, pois ao contrário de Tânia Rodrigues, em campanha aberta pelo estado, Cariello faz uma campanha tímida, buscando apoio nas bases das polícias civil e militar.

Bruno Lessa, que já antecipou não postular a Alerj, por enquanto está sendo pressionado pelo PSDB a fazê-lo. Um certo Seu Porto, candidato a deputado federal, anda pedido votos para Bruno como estadual.

 

Tania tem apoio do Prefeito do PT para concorrer pelo PDT

Tania tem apoio do Prefeito do PT para concorrer pelo PDT

Anúncios

Com qualquer resultado, Felipe só tem a ganhar: conheça as hipóteses

Onde vai a corda,  vai a caçamba. Alguém ai tem mais duvidas?

Onde vai a corda, vai a caçamba. Alguém ai tem mais duvidas?

 

Vice de Pezão parece ser  a melhor alternativa para o  deputado do PDT Felipe Peixoto nas eleições de outubro.

Ainda que seja montado um chapão para a Câmara a Federal com o PMDB, PDT,  PP, PSD e PSC, Felipe teria que quebrar o recorde mundial do 100m rasos, posto que a disputa é com outros recordistas, em campanha  há mais tempo.

Apesar denPezão não estar bem nas pesquisas, não será difícil  desvincular sua imagem de Sérgio Cabral, que deixa o cargo depois do carnaval. Pezão é um tocador de obras, tudo que anseia o Interior do Estado, dominado por Anthony Garotinho.

Mal saído de uma campanha para Prefeito de Niterói feita em quatro meses, Felipe –apesar do sucesso, perdendo por poucos votos,-  contraiu muitas dívidas e as vem pagando em suaves prestações. Entrar numa eleição descapitalizado e  dependendo só dele é um risco desnecessário.

Pezão e Felipe Peixoto, sempre juntos

Pezão e Felipe Peixoto, sempre juntos

Além do mais, a eleição terá dois turnos. A se confirmar o que indicam as pesquisas, no segundo turno os eleitores de Felipe e Pezão serão o fiel da balança. Esse apoio poderia significar a manutenção da Secretaria de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, que vai muito bem, se fizer a escolha certa. Isso parece tranquilizar as bases de Felipe e dar-lhe um gás para começar a campanha pela retomada da Prefeitura pelo PDT, que vai ser um pega-pra-capar e talvez com a presença de Jorge Roberto Silveira, que já começa a deixar saudades. Em caso de derrota em 2014, a dobradinha PMDB e seus aliados seria reeditadaem 2016.

De certo modo isso explica o pânico que assolou o PT de Niterói depois que noticiamos aqui a preferência do PMDB por Felipe. Pavor, foram tomados de verdadeiro e irresistível  pavor…

Ser vice na chapa de Pezão não é só uma questão de inteligência, mas de sobrevivência. Vai que…

VEREADORES QUEREM SABER ONDE, QUANDO E COMO JRS TORROU R$ 265,6 MILHÕESJORGE

O ex-prefeito de Niterói, Jorge Roberto Silveira (foto acima), vai ter que beijar muitas mãos se quiser que a Câmara de Vereadores aprove suas contas, rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, envolvendo um rombo de  R$ 265.634.430,28,

Se a votação fosse hoje, Jorge Roberto seria condenado pela Câmara, pois essa é a tendência dos vereadores da base de sustentação do atual prefeito. Rodrigo Neves quer alijar JRS da política de Niterói. Para tanto pega carona no descontentamento geral dos vereadores.

– Você acha que eu votaria  a favor de Jorge Roberto, um homem que governou de costas para a Câmara? – questiona um ex-aliado do governo passado.

Essa é a tendência geral, pois a insatisfação é grande. Rodrigo Neves nem precisa pedir tal o nível de insatisfação. A rigor, JR só contaria com dois votos, do líder do PDT, Renato Carielo e de Tânia Rodrigues, que postula retornar à Alerj pela legenda de Jorge Roberto.

O maior líder político de Niterói nos últimos tempos vai ter que fazer caminho fundo pelos corredores da Casa se quiser o apoio dos vereadores  e até para  evitar que seja convocado para dar explicações sobre onde foram parar os  R$ 265.634.430,28    gastos sem comprovação, segundo a auditoria do TCE/RJ.

Ainda que Rodrigo Neves pedisse para a Câmara aprovar as  contas de Jorge (seria mais fácil um tcamelo passar  no buraco da agulha do que isso acontecer), os vereadores diriam  não. Ninguém quer perder o gostinho de tirar o sossego de JR.

Essa novela promete. E o voto não é mais secreto, graças a uma lei do vereador Gallo

ACORDO  COM COMTE BITTENCOURT IMPEDE REELEIÇÃO PARA ALERJ

Tudo está caminhando para que o niteroiense Felipe Peixoto (PDT) seja candidato a vice-Governador com Pezão. O próprio Felipe (na foto abaixo), que perdeu a disputa para a Prefeitura de Niterói para o petista Rodrigo Neves, até admite aceitar o desafio.

felipe peixoto

Candidato a deputado federal no PDT, o próprio Felipe admite desistir e formar a chapa de Pezão, que assumirá o Governo do Estado a partir de abril com a desencompatibilização de Sérgio Cabral para concorrer ao Senado.

A única coisa fora de cogitação para Felipe é concorrer à reeleição de Deputado Estadual. Ele firmou compromisso com o deputado Comte Bittencourt (PPS) de que o apoiaria para a Alerj.  Nem em sonho Felipe admite romper o trato, mesmo com o PDT estando sem nominata para Deputado Federal.

Nesse caso, as bases de Felipe Peixoto apostam na formação de uma grande aliança para a Câmara Federal, envolvendo inclusive o PMDB. Só assim Peixoto teria chances de se eleger deputadp federal

Tudo que Felipe será confirmado o vice de Pezão. Essa é uma vontade muito forte do PMDB e de muitos setores do PDT. Quanto às possibilidades de vitória só o tempo dirá, uma vez que Pezão deu conta das atribuições que teve no governo Cabral: tocar obras, não se envolvendo em políticas de pessoal e administração, entregue a outras pessoas. E tudo de positivo do governo Cabral deve-se a Pezão, um homem de palavra. É melhor ser vice de Pezão do que ser bem votado para federal e o partido não ter legenda para fazer deputado.

.

F

C

DONO DA LAMSA É AMIGO DE LULA –

Desculpem o perdido que lhes dei. Volto numa hora em quer sinto vergonha de minha categoria. Essa cobertura jornalística do acidente na passarela da Avenida Carlos de Lacerda (Linha Amarela) transformou-se num jabá para proteger políticos  que estão no poder por ser ano de eleição e poderosas empresas, de amigos poderosos. Não por culpa dos repórteres, que denunciam, mas suas matérias vão parar no lixo.

Na foto do Estadão (SP), a caçamba ficou levemente amassada e se desprendeu do cavalo (o caminhão), como havia de ser. A passarela foi mal feita.

Na foto do Estadão (SP), a caçamba ficou levemente amassada e se desprendeu do cavalo (o caminhão), como havia de ser. A passarela foi mal feita.

Está claro que o caminhão derrubou a passarela.

Mas eu pergunto: que droga de passarela é essa que, ao invés de despedaçar um relés caminhão, deixa-se desabar?. Que resistência tem uma passarela sustentada por parafusos? A grande verdade é que nossas intocáveis autoridades (cujo os jornalistas as defendem e lhes encobrem as vergonhas!!) fizeram uma obra de merda, suscetível a cair a um simples toque de uma caçamba.

Ora, o caminhão é que teria que sair despedaçado caso houvesse preocupação de fazer uma obra segura.

Afinal, aquilo ali é para travessia de seres humanos, para salvar vidas e não garantir que máquinas loucas tenham apenas arranhões. E os registros de acidentes e quedas de passarelas são constantes, especialmente no Rio. Um caminhão-caçamba jamais poderia ser mais resistente do que a passarela.

Agora, essas passarela de m…  que se constrói no Rio lembram as casas de palha dos três porquinhos: desabam com um sopro.

No que depender dos coleguinhas que comandam as redes (pobre de nós,. pois o  Turco, por exemplo, está no comando geral  jornalismo global, algo parecido a Xuxa no comando de uma nave espacial. Daí, não falam nada sobre responsabilidade da Lamsa, que sequer se dignou a mandar instalar uma passagem provisória para os favelados. Essa proteção à administradora da Avenida Governador Carlos Lacerda tem uma justificativa: o dono da Lamsa, José Alberto Beranger Gallo é amigo do ex-presidente Lula, atualmente presidente ad  hoc do Brasil. Olha a foto dos dois, em exultante alegria!

Até quando acidentes assim vão continuar ocorrendo? Quando se mudará a política de segurança, quando se construirá passarela capazes de destruir um caminhão e não ser destruída por ele?

Todos vimos, a passarela é parafusada, articulada, de modo a cair mesmo ao menor impacto. Mas nossos veículos de comunicação estão à caça dos vermes. Simples assim.

Em Niterói, o Vereador  está finalizando um projeto de lei que impõe condições rigorosas de segurança para que uma passarela seja construída. A matéria será apreciada quando acabar o recesso da Câmara Municipal. Assim é que se faz.

o problema

A exemplo do que fez em Niterói em 2012, o PT do Estado do Rio só vai entregar os cargos na administração do governador Sérgio Cabral em abril de 2014, antes da convenção do PT regional. Em Niterói, o PT ficou mamando nas tetas do governo do PDT até abril, mesmo sabendo há três anos que o partido relançaria Rodrigo Neves candidato a prefeito.

Agora, o PT “ameçou” deixar o governo de Sérgio Cabral e abrir mão das boquinhas que tem no Estado antes mesmo de ser efetuado o pagamento da segunda parcela do 13º. Pura balela, que o PT tratou de desmentir. Quer garantir o recebimento do restante do 13 e das férias. Depois  que o carnaval passar abandonam o barco.

Felipe Peixoto discursando após a vitória (reprodução do blog)

Felipe Peixoto discursando após a vitória (reprodução do blog)

O deputado estadual Felipe Peixoto, derrotado nas eleições para a Prefeitura de Niterói, foi aclamado presidente do PDT, fechandfo o ciclo de transferência de todo legado político de Jorge Roberto Silveira para si.

Em seu blog, Felipe publicou uma nota sobre o fato, foi pródigo em humildade, não falando abertamente que é o herdeiro político de Jorge, o maior de todos os prefeitos que Niterói ja teve. Eis a íntegra do que está no blog de Felipe:

Quero fazer um agradecimento especial a todos que estiveram presentes na Convenção Municipal do PDT. Que participaram, votaram e prestigiaram mais um momento único e histórico do nosso partido.

Foram muitas as palavras de apoio que recebi dos presidentes e representantes do PDT de outros municípios que fizeram questão de comparecer ao nosso encontro. Assim como dos líderes dos movimentos partidários e dos inúmeros militantes.

Posso dizer, com orgulho, que o PDT faz parte da minha vida e da minha trajetória política que começou cedo quando, ainda criança, aos nove anos, fundei o Comitê Mirim na garagem de casa.

Pelo PDT fui eleito vereador, por três mandatos, e deputado estadual. E assim será na minha candidatura à Câmara Federal nas próximas eleições.

Nosso partido tem um histórico de grandes conquistas, grandes líderes e, sem dúvidas, com um futuro ainda mais promissor.

Com imensa felicidade, agora eleito novo presidente do PDT de Niterói, me comprometo a honrar mais este desafio que assumo. De presidir um partido que fez história na nossa cidade.

RENATÃO dfo Quilombo Grotão (à direita)) assumiu no lugar de Paulo Eduardo, que pediu licença

RENATÃO do Quilombo Grotão (à direita)) assumiu no lugar de Paulo Eduardo, que pediu licença para viajar à Europa

Dois suplentes foram empossados como vereadores na tarde de segunda-feira (04/11) na Câmara de Niterói Alberto Luiz Guimarães Iecin, o Betinho, do Solidariedade (SDD); e José Renato Gomes da Costa, o Renatão do Quilombo, do PSOL. Betinho assume em lugar de Tânia Rodrigues (PDT), que pediu licença para ocupar a Coordenadoria Municipal de Acessibilidade; e Renatão ocupa a vaga deixada por Paulo Eduardo Gomes (PSOL), que foi participar de evento político na Europa, ficando fora do Legislativo pelo menos durante 30 dias. Com a nova movimentação o SDD passa a ser a maior bancada da Casa, com quatro votos.

Betinho, 46 anos, é Economista, casado e pai de três filhos. Já foi vereador e  presidente da extinta Niterói Trânsito e Transportes (Niter) durante o governo passado. Na última eleição obteve 2.793 votos pela legenda do PDT. “Minha meta é focar a prática esportiva como instrumento de ressocialização das crianças e dos jovens. Aqui em Niterói comecei o projeto Viva Vôlei com sete crianças e hoje atende a mais de 15 mil em todo o país”, disse Betinho. 

Milton Cal (à esquerda), líder do governo, prestigiou a posse de Betinho (à direita)

Milton Cal (à esquerda), líder do governo, prestigiou a posse de Betinho (à direita)

Já Renatão do Quilombo, também aos 46 anos, é iniciante no Legislativo. Ele assume pela primeira vez com compromisso de olhar para o social. “Meu avô foi escravo e veio do Sergipe para trabalhar na Fazenda Engenho do Mato, na Região Oceânica, na década de 20. Após a falência da fazenda, em 1948, ele recebeu um pedaço de terra no Engenho do Mato e três mil mudas de banana. Hoje já estamos na quinta geração da família”, conta Renatão.

“Receber dois novos companheiros é muito positivo. Substituir Tânia e Paulo Eduardo não é tarefa das mais fáceis, mas ambos terão de todos os funcionários, do conjunto dos vereadores e da Presidência da Casa em particular, o apoio necessário para o bom desempenho de suas funções”, ressaltou Bagueira. Participaram da posse conjunta no Gabinete da Presidência, além de amigos e familiares dos dois novos vereadores, os colegas Milton Cal (PP), Andrigo de Carvalho (SDD), Bruno Lessa (PSDB), Luiz Carlos Gallo (PROS) e Henrique Vieira (PSOL).

Pare e pense:
Afinal, os vândalos estão a serviço de quem?

A quem interessa a atuação deles senão aos poderosos e aos que tem medo de ver o povo protestando nas ruas?
Logo, meus amigos, não cansamos de repetir. Os vândalos foram inventados pela polícia de Sérgio Cabral, por Beltrame e incorporados por Dilma e sua tropa. São o mau de que  necessitam.

Só a Polícia não ve nem prende os seu7s vandalos(foto da internet)

Só a Polícia não ve nem prende os seu7s vandalos(foto da internet)

A coisa (as manifestações pacíficas) estava atingindo uma proporção muito séria, o povo estava indo aos milhões, pacificamente, para as ruas protestar contra a classe política e seus governantes. Não havia como conter aquelas multidões que se contagiavam de civilidade de norte a sul, de leste a oeste ao país.
E as manifestações cresciam feito bolo de padaria, aumentavam e se espalhavam até por lugares inimagináveis. Não adiantava pedir que ficassem em casa.  Cada qual tinha sua razão para ir às ruas.
Então, no melhor estilo nazifacista que criou os “subversivos e terroristas” no período da ditadura, os poderosos de hoje inventaram os vândalos e baderneiros. Eram eles mesmos, suas tropas, que se infiltraram nas manifestações para fazer arruaças e justificar que a PM praticasse todos os excessos (não só consentidos como estimulados), jogando bombas, dando tiros (de borracha, mas eram tiros na cara) a ermo. Acabaram por contagiar também um bando de porraloucas e aloprados do Psol e PSTU, presa fáceis.
E deu no que deu:  o povo foi deixando as ruas, parando com as manifestações. Vitória dos políticos e governantes, a tática deu certo, bastava que se patrocinassem (como patrocinam) os aloprados de preto. Repararam que nunca são identificados, nunca são presos preventivamente? É isso mesmo, eles são “de casa”!, fazem a baderna sob encomenda, sem repressão e assim ajudam a espantar o povo das ruas e catalizar o bordão de que “pelos pecadores pagam os inocentes”
Por que “prendem” e soltam os baderneiros com tanta facilidade? Por que seus chefes não são identificados nem suas casas invadidas e reviradas nem com mandado judicial?
Alem de desestimular as manifestações, o uso da força armada tem outro propósito: gastar material (bombas de efeito moral, balas de borracha e spray de pimenta).Para quem não sabe, há uma “indústria da porradaria” no Brasil como há a “indústria da guerra” no mundo. Vale tudo para se vender armas (quimicas, spray de pimenta, gás lacrimogenio etc)  e munição (bombas e balas de borracha), sem licitação por que é urgente.

Todo baderneiro é aliado do governo e da violência que ele pratica. Sobra sempre para o mais fraco. E a intenção é essa mesma, fazer o cidadão de bem ficar em casa, caladinho da silva.

Já assisti a esse filme.