Archives for category: Região dos Lagos

MILHARES DE PESSOAS NA LINHA DE TIRO. TRANSITO PAROU, NADA PASSAVA

Moradores dos bairros de Pendotiba Re egiõ Oceânica de Niterói ficaram isolados das 17h30min às 20h, por conta de uma guerra entre traficantes do Comando Vermelho e as policias civil e militar, fechando a subida da Garganta e a Estrada da Cachoeira.
Foi um deus-nos-acuda. O intenso tiroteio provocou pânico em motoristas de automóveis e de ônibus. A guerra começou na Grota do Suucucu, onde policiais civis e PM foram tentar resgatar um idoso que está desaparecido. As ligações por celular indicam que estaria n Grota, que foi invadida à tarde. Só que os bandidos reagiram e estenderam o tiroteio a todo complexo.

joão bosco

João Bosco está desaparecido e estaria na Grota do Surucucu

Os morros do Vradouro,m Souza Soares, Santo Inácio, Ititioca, Igrejinga e da Grota, fazem parte do complexo do Viraddoro, viveram horas de ensão, com os moradores no meio do fogo cruzado. Não há noticia de mortos e feridos.
A ligação só foi restabelecida após a chegada de reforrços. Um experiente policial revelou que os bandidos espalharam o terror por quilômeros de distancia, deixando os que participvam da operação apreensivos.
E o idoso que procuravam, continua desaparecido.

Anúncios
socóo

Socós-bois voltam a povoar as lagoas de Piratininga e Itaipu

O socó-boi, espécie em extinção nas lagoas de Piratininga e itaipu, na Região Oceanica de Niterói, estão voltando. Centenas deles construíram ninhos ao longo da Ciclovia Chico Xavier e Ilha do Modesto, dando novo visual ao lugar.
O risco de extinção persiste. Cães vadios estão se alimentando desses pássaros. De outro lado, os micos que se multiplicam na região deois de destruir espéciess de canários da terra, sanhaçus, coleiros e ppa-capim, agora atacam os poucos ninhos dos socós. Porém, o maior predador é o homm, com suas armadilhas e estilingues.
Não ha nenhum controle ambiental pela Prefeitura de Niterói. Dentro do roteiro de degradação da vida nas lagoas, no mes de maio deverá voltar a pesca predatória de filhotes de camarãtt

dilma e lula nyt

Muito mais que uma pulga atrás da orelha…

O GOLPE – Não é por acaso que o PT fala tanto em golpe, golpe, golpe…
É que ele, o PT de Dilma e Lula, quer sim dar um golpe a pretexto de não deixar “haver glpe”.
Todas instituições já perceberam os objetivos dessa cantilena de chamar processo legal de golpe, golpe, golpe.
Na qualidade de Comandante in Chefe das Forças Armadas, Dilma já prepara o raduc do autoritarismo: um golpe para se manter no cargo com apoio dos chefes militares.
Esperem só!

NINGUÉM  QUER “CORTAR O BARATO” DO PREFEITO PTISTA

RODRIGO

Prefeito Rodrigo Neves

As lideranças do PDT de Niterói deliberaram não comentar a vontade do prefeito Rodrigo Neves de assomar o partido. “Não vamos dar luz a sapo, deixemos o Rodrigo curtira sua vontade de ter o PDT no bolso”. Desse modo, as principais lideranças do PDT estão reagindo aos encontros do prefeito com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi e que ensejaram noticias de que o PDT é um destino preferido por Neves..

Assim como não existe uma só voz favorável ao prefeito Rodrigo Neves dentro do PDT, não haverá quem “corte o barato dele”.

– É consenso que não se comente essa pretensão. Não vamos estimular nem impedir que Rodrigo tenha essa vontade, pois vontade é coisa que dá e passa.

O PDT está unido, não para impedir a chegada de Rodrigo Neves mas para impedir que o diretório de Niterói seja tomado de assalto por petistas que já foram da legenda de Brizola.

O absurdo da proposta é tamanho que os pedetistas não cogitam comentar nada. Envolver o PDT nos seus planos de reeleição teve o condão de causar grande reboliço na legenda, diminuir a tendência do eleitorado de votar maciçamente na chapa completa do PDT e barrar sua volta do partido ao comando do município.

Terça-feira, às 19 horas, mais uma vez o diretório estará reunido em torno da candidatura do ex-deputado Felipe Peixoto, que já montou a chapa para a Câmara Municipal e busca composição para o vice.

 

Dar continuidade ao elogiado trabalho de sua antecessora. Foi com essa promessa que Antônio Lourosa tomou posse, hoje à tarde, como novo presidente da Clin (Companhia de Limpeza de Niterói). Na sede da companhia, na presença do prefeito Rodrigo Neves, funcionários e secretários municipais, ele assumiu o cargo no lugar de Claudia Neves Saraiva, presidente desde 2013, que deixou o cargo para assumir a Subsecretaria de Infraestrutura e Logística da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconser).

Durante a cerimônia, o prefeito Rodrigo Neves destacou o sucesso da gestão da ex-presidente.

“A Clin é  órgão fundamental para a cidade. O serviço que temos prestado à população nestes três últimos anos nem se compara ao que era feito quando assumimos. A Clin soube, através dessa equipe, detectar e fazer o zoneamento da cidade para realizações concretas e assim continuaremos. Com gestão trabalhando pela cidade. O importante é prestar um bom serviço à população”, disse, o prefeito pedindo à nova administração da CLIN muito afinco e zelo pela cidade.

O novo gestor, que ocupava a Superintendência da CLIN desde 2013, destacou o desafio de assumir a presidência e se comprometeu a investir nas ações de conscientização da população.

 “Dirigir uma empresa do tamanho da CLIN é um grande desafio. Vamos continuar esse trabalho que está sendo feito na cidade. Também vamos focar na educação ambiental, pois está na hora de todos entenderem que são responsáveis pelos resíduos que produzem. O lixo tem que ser descartado de maneira correta. Com isso, se reduz grande parte dos problemas gerados pelo lixo, como a proliferação de vetores, riscos de enchentes e muitos outros.”

Participaram também da solenidade de posse toda a diretoria da CLIN, a secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, a secretária de Planejamento, Modernização de Gestão e Controle, Giovanna Victer, e o coronel Alexandre Cony.


golfinhoO Corpo de Bombeiros da Região Oceânica de Niterói (4º GMAR) vai promover de 18 a 29 deste mês na Praia de Piratininga mais uma edição do projeto de férias Golfinho. As atividades começarão sempre na parte da manhã, no Praião. Além de Piratininga, também receberão o Projeto Golfinho as praias de Icaraí e Itaipuaçu.
Participam do Botinho crianças e jovens, entre 7 e 17 anos, divididas em três turmas: Golfinho, de 7 a 11 anos, Moby Dick, de 11 a 14 anos, e Tubarão, de 15 a 17 anos. Durante três semanas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h, eles praticam as atividades rotineiras do projeto, aplicadas e supervisionadas por guarda-vidas do Corpo de Bombeiros. As inscrições já foram encerradas.

SÓ EXISTE PROVA DE FINANCIAMENTO PARA RODRIGO NEVES

recibo de rodrigo neves

Copia do recibo de financiamento de cmpanha, oação de Betinho.

A Policia  já encontrou quem estava sendo beneficiado diretamente pela máfia dos txis que foi desbaratada na Prefeitura de Niterói: o próprio prefeito, Rodrigo Neves, do PT. Ele deixou que o líder do seu governo na Câmara, o vereador Gallo, fosse envolvido mesmo sabendo foi ele, o prefeito, quem havia recebido financiamento de campanha. Se a Policia não tivesse encontrado a prova que o grupo financiou Rodrigo Neves, Gallo estria pagando o pato até hoje. Nós bem que sabiamos que Gallo era inocente, leia m aquirodrigooo
Não faz diferença se o Prefeito Rodrigo Neves  (foto acima, extraída da internet) recebeu R$ 1 mil ou R$ 1 milhão da máfia dos taxis para sua campanha. A doação, devidamente escriturada, revela que o prefeito e o esquema tinham estreita relação, o que explica de certa forma a vista grossa para aquele setor. O contexto aumenta as suspeitas de que a certeza da impunidade estava baseada no Gabinete  do Prefeito. Confirmando minha postagem anterior, não tinha nada a ver com o vereador Gallo, cujo nome foi utilizado para tumultuar o proceso, retardar as investigações e levar os policiais a perderem tempo andando em circulo e procurando chifre na cabeça de burro.
Não obstante, o estrago à imagem de Gllo já havia sido feio. A TV Globo (RJTV), tão eficiente em relacionar, por suposição, o nome de Gallo com a máfia, não teve o mesmo proceder quando a Policia encontrou na casa do servidor Betinho, numa busca e apreensão, a prova de que o preso havia doado R$ 1 mil para Rodrigo Neves. A polícia agora atua no sentido de descobrir se esta foi a única doação e qual a procedência dos recursos.

RNATO ARAGÃOO humorita Renato Aragão, o Didi dos Trapalhões, de 79 anos, está mal. Ele sofreu  um enfarte. Em breve mais detalhes.

Renato nasceu em Sobral, 13 de janeiro de 1936, é um ator, diretor, produtor, comediante, dublador, humorista, escritor, apresentador, cantor, criador, historiador e palhaço brasileiro, famoso por liderar a série televisiva Os Trapalhões, nas décadas de 1970 e 1980. É também conhecido como Didi Mocó, ou apenas Didi, seu principal personagem. Também é bacharel em direito, formado pela Faculdade de Direito do Ceará da Universidade Federal do Ceará em 1961.1
Nascido no interior do Ceará, bacharel em Direito e filho do escritor sobralense Paulo Ximenes Aragão e Dinorá Lins. Em 1955, tornou-se oficial do Exército (segundo-tenente de infantaria), formado pelo CPOR. Ainda estudante de Direito, em 05/09/1958, enquanto voltava de Recife para Fortaleza, Renato era um dos passageiros a bordo do avião Curtiss C-46 Commando, prefixo PP-LDX, do Lóide Aéreo Nacional, que caiu na região do Serrotão, próximo ao Aeroporto Presidente João Suassuna, em Campina Grande (PB). Ele e um amigo sobreviveram ajudando outros sobreviventes até a chegada dos socorristas, que abriram caminho na mata com facões para chegar ao local da queda. Renato e o amigo andaram até uma cidade próxima onde souberam que haviam sido dados como mortos, pelo rádio. A muito custo conseguiram voltar para Fortaleza. Anos depois, formou-se em Direito, na Faculdade de Direito do Ceará em 1961. Aos 24 anos, inscreveu-se num concurso da TV Ceará para trabalhar como “realizador” – uma espécie de diretor, redator e produtor de programas. Ele venceu, demonstrando seu talento e em pouco tempo já trabalhava como ator. O primeiro programa de televisão de que participou foi Vídeo Alegre. Em 1964 Renato mudou-se para o Rio de Janeiro a fim de estudar direção de programas e logo foi contratado pela TV Tupi, São Paulo para trabalhar no humorístico A E I O URCA. A mudança para a TV Excelsior em 1966 lhe proporcionou a oportunidade de criar um humorístico próprio; nascia então Os Adoráveis Trapalhões, em que contracenava com Wanderley Cardoso, Ivon Cury e Ted Boy Marino.

Apesar de ter participado de muitos outros programas humorísticos, Aragão nunca se esqueceria da fórmula utilizada em Adoráveis Trapalhões, e finalmente conseguiria consagrá-la em 1974, ao estrear Os Trapalhões, já regresso à TV Tupi, ao lado de Dedé Santana, Mussum e Zacarias). Renato Aragão atuou em diversos filmes, tendo alguns recebido premiações estrangeiras, como Os Vagabundos Trapalhões e O Cangaceiro Trapalhão, no Festival Internacional de Cinema para a Infância e Juventude (Portugal), em 1984, e Os Trapalhões e a Árvore da Juventude, no III Festival de Cine Infantil de Ciudad Guayana (Venezuela), em 1993. Entre outras grandes personalidades, Renato Aragão atuou com Pelé em 1986 no filme Os Trapalhões e o Rei do Futebol, quando gravou cenas em um Maracanã lotado antes de uma partida de seu clube de coração, o Vasco da Gama. Fundou, em 1977, a Renato Aragão Produções Artísticas Ltda., responsável pela produção de filmes, programas de televisão, vídeos e shows, dentre outros. Recebeu, em 1980, o título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro e, em 1982, o título de Personalidade Ilustre do Estado do Rio de Janeiro, ambos concedidos pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Em 1991, tornou-se representante especial do UNICEF e embaixador do mesmo órgão, em prol da infância brasileira. Foi condecorado chanceler da Ordem do Rio Branco, título concedido pelo MRE, em 1994. Nesse mesmo ano, foi agraciado com a admissão na Ordem Nacional do Mérito Educativo, no grau de oficial, por indicação do Ministério da Educação e do Desporto. Ainda em 1994, Renato Aragão estreou um programa em Portugal, a convite da emissora portuguesa SIC, com a participação dos atores Dedé Santana e Roberto Guilherme, além de vários artistas portugueses. Em 1995, recebeu o título de Cidadão Paulistano, concedido pela Câmara Municipal de São Paulo. O grupo “Os Trapalhões” entrou para o Guinness Book, o livro dos recordes, em 1997, como o humorístico brasileiro que permaneceu por mais tempo em exibição na TV.

Renato Aragão encontra-se no seu segundo casamento, com a fotógrafa Lílian Taranto. Tem uma filha, Lívian (1999), com a atual esposa além de outros quatro filhos do primeiro casamento com Marta Rangel (1936) – com quem Renato viveu por 34 anos (1957-1991): Paulo (1960), Ricardo (1962), Renato Jr. (1968), e Juliana (1977). Dois episódios marcantes evidenciaram o lado religioso de Renato Aragão: o humorista já escalou o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, para beijar a mão da estátua, um sonho que realizou no programa comemorativo de 25 anos, exibido no dia:27 de agosto de 1991, da formação dos Trapalhões, e fez uma caminhada de São Paulo a Aparecida, levando uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, para pagar uma promessa feita à santa, dias antes da exibição do projeto:Criança Esperança de julho de 1999. Renato ficou afastado da TV depois da morte de seus companheiros Zacarias e Mussum (sem esquecer o querido Tião Macalé). Em 1998 estreou um programa inédito, com formato diferente, A Turma do Didi. No ano 2000 festejou seus 40 anos de carreira. Em 2002 sua empresa Renato Aragão Produções Artísticas Ltda comemora 25 anos de sucesso. Nesse mesmo ano, Renato lançou o livro Meus Caminhos. Em 2004 os personagens Didi e Dedé, interpretados por Renato Aragão e Dedé Santana, se reconciliaram no programa Criança Esperança, ao som da canção “No Mundo da Lua”, de Michael Sullivan e Paulo Massadas.[carece de fontes] Em 2011 foi homenageado pela escola de samba paulista X-9 Paulistana. O enredo foi: “De eterna criança a embaixador da esperança…Renato Aragão, Didi Trapalhão !” .