Archives for posts with tag: campanha

Delegado Rayol vai ajudar a derrotar Rodrigo Neves. Como no combate ao crime, quer por fim à farsa do governo do PT


Por Paulo Freitas – O delegado federal Antonio Rayol, do PSDB,vai abrir
mão de sua candidatura a Prefeito de Niterói e  será indicado pelo partido para vice-prefeito na chapa de Felipe Peixoto (PSB). Essa possibilidade foi admitida pelo ex-deputado Silvio Lessa, presidente do PSDB em Niterói e articulador da pré-campanha de Rayol.
– É uma tendência – foi udo o que disse o líder do PSDB na Câmara Municipal, vereador Bruno Lssa, filho de Silvio, sem negar nem confirmar. Nos últimos dias, todos tem se reunido e alinhava os rumos ue deve tomar a coligação e traçando projetos para uma eventual vitória no primeiro turno, com ênfase na segurança pública, saúde e educação.
Rayol é um policial de elite que chegou aos maiores níveeis na Policia Federal. Caberá a ele desenvolver a política de segurança pública para a cidade de modo a frear a violência que aumentou no governo de Rodrigo Neves. Sobre a composição com o PSB de Romário e Felipe, Silvio Lessa já havia se manifestado em entrevista ao repórter Andeson Madeira:
– Precisamos nos unir já para vencer o petismo em Niterói. Felipe e Rayol representam a nova politica, tem novos horizontes e tem os mesmos ideais de honra e dignidade. Natural que acabassem  se juntando em pról  do melhor para a cidade – anunciou Silvio Lessa em matéria do diário “A Tribuna”, de Niterói.
No contexto da aliança, o delegado Antonio Rayol irá comandar toda politica de segurança pública de um eventual governo de Felipe Peixoto. Ele obteve a certeza de irrestrito apoio às propostas que vinha defendendo, como a do aniquilamento do tráfico de drogas via o combate à dependência e formação centros de acolhida de viciados.

CENTROS DE RECUPERAÇÃO

Como não existem centros públicos para recuperação de drogados, a idéia de Rayol é criar vários deles Onde houver necessidade, onde o tráfico se mostrar soberano, a prefeitura vai atuar, tirando dependentes do vicio e impedindo que outros entrem.
A maior parte dos crimes praticados n cidade está relacionada com o tráfico de drogas. Rayol propõe que a Prefeitura e outros órgãos trabalhem na assistencia aos viciados e desenvolvam programas de erradicação da dependência química na cidade. Só desse modo, sem consumidor, as drogas deixariam de represesentar o braço do crime na cidade.
Rayol deverá ser o super-secretário de Felipe, encarregado de implantar r todos os programas que havia elaborado para sua campanha, caso fosse concorrer pelo PSDB. Todos os compromissos assumidos na pré-campanha de Antonio Rayol serão cumpridos por ele mesmo.

Em recente publicação nas redes sociais, o Delegado Rayol denunciou  que existe um conluio entre traficantes e politicos de Niteói, associando o aumento da violência na cidade à promiscuidade entre o crime organizado e agentes políticos.

Anúncios

População  é induzida a ver culpa do suplente na morte do titular

Carlos Macedo, vítima de campanha  atroz (foto da net)

Carlos Macedo, vítima de campanha atroz (foto da net)

A imprensa está de novo sendo municiada com informações que visam atribuir ao vereador Carlos Macedo participação na morte do vereador-eleito Lucio do Nevada.

Do nada, um simples pedido para que ele vá a júri popular ganha destaque na imprensa, passando para o leitor a ideia que Macedo praticou mesmo o crime. A intenção de comprometer Carlos Macedo solta aos olhos, de modo que cria na opinião pública uma espécie de certeza de que foi ele o autor.

Eu me recuso a fazer esse jogo, contra Macedo ou qualquer pessoa.

Pouco importa que vá a júri popular ou singular (este mais severo até)m, cumpre-se que justiça seja feita e os culpados sejam exemplarmente punidos. Mas  não  existem provas contra Macedo, todos os envolvidos negam que ele tenha participado. Em tempos de delação premiada, custa a crer que  nenhum dos outros acusados queira abrir mão desse direito.

O processo caminha para um desfecho que vai contrariar a opinião pública, até aqui manipulada, induzida a acreditar que Carlos Macedo tem culpa no cartório.

Então, criam esse ambiente para desmoralizar a justiça, de que o crime  compensa e tudo mais para prejudicar Macedo.

Disse e repito: sabem por que não há provas de que Macedo matou ou mandou matar Lúcio do Nevada?  Simples: Não foi ele. Nem de longe.

O candidato do PT (mas que não quer que ninguém saiba disso), Rodrigo  Neves, retomou a campanha para o 2º turno apostando que falsas bandeiras lhe  darão votos,

Rodrigo Neves sempre teve Zé Dirceu, o pai do Mensalão, ao seu lado e agora, para enganar os eleitores,  sequer ostenta o nome do partido e o símbolo do PT. Quem não conhece que lhe compre.

A bandeira do PT sempre foi vermelha, bem encarnada, mas Rodrigo Neves,  na vã e louca tentativa de enganar o eleitor,  substituiu parte  das bandeiras vermelha por outras brancas, branquinhas, com o número 13  bem grande. Não que o sr. Rodrigo  tenha vergonha de seu partido e Zé Dirceu. Ele os venera e idolatra, mas sabe que pega muito mal ser do PT dos mensaleiros. Entao, tenta enganar o  eleitor, deixa de usar a estrela do PT, as cores do PT, mas é do PT. É homem  forte do PT, amigo e  admirador de José Dirceu.

Por todo canto as bandeiras da enganação estão espalhadas. Seguradores de bandeiras estão  expostos ao frio, sem agasalho,  sem emprego, submetendo-se ao ridículo para ganhar uma ninharia para matar a fome e promover Rodrigo.

Duvido que Felipe Peixoto desça a esse nível. É muito desrespeito à criatura humana, é um esbanjamento de dinheiro sem limite e  comprometedor.

Espero que Felipe não  tenha uma única bandeira na rua. Ainda mais bandeira falsa, sem o símbolo do partido. O que Rodrigo faz é uma afronta ao eleitor. Que afronte sozinho.

 

Candidato é movido pelo ódio e preconceito contra seu ex-amigo –

O que Rodrigo Neves fez por Niterói. Enquanto vereador, qual a Lei de sua autoria que ajudou a cidade e seu povo? E na condição de deputado, qual é de sua autoria?

Claro que se houvesse, ele divulgaria, faria um estardalhaço. Só que não tem e apela para outros argumentos para enganar o eleitor: perseguir Felipe Peixoto, este sim um campeão de votos e proposições. Um trator para trabalhar.

Um homem de duas caras, Aqui Rodrigo é careca

mas aqui parece ter cabelo na testa

Conheço Rodrigo Neves, é um ótimo rapaz (como tantos mais), eu compraria uma bicicleta velha dele,  mas não lhe confiaria os destinos de Niterói. Não tem preparo nem bagagem para isso.  Em matéria de politica, Rodrigo ainda está no jardim de infância, natural que seja um destemperado feito macaco em loja de louça. Ainda tem muito que aprender.

Mas onde Rodrigo Neves erra numa campanha se pulou na frente?

No ódio, na falta de proposta, na falta de provar que decorridos tantos anos de mandato eletivo fez alguma coisa de boa para Niterói. Então, precisa esconder essa fraqueza, contar histórias, apelar para o pior dos preconceitos: macular uma pessoa porque teve câncer.

Para Rodrigo, só Lula e Dilma podem ter câncer; Jorge Roberto não. Porrada nele! Aproveita de uma fatalidade para tirar proveito eleitoral. Nisso Rodrigo Neves é bom, em bater nos combalidos. Ao invés de uma palavra amiga, um gesto de carinho a quem tanto lhe lhe deu a mão, porrada, toda porrada do mundo.

Essa cidade pode não estar contente com Jorge Roberto, mas jamais deixará de lhe ser grata, de agradecer por tudo que fez, de ter com ele um caso de amor.

Essa é a diferença, a palavra chave: AMOR.

Rodrigo não sabe amar nem respeitar a cidade. É movido pelo ódio a Jorge e Felipe. Está claro nas promessas que faz, nos abraços que dá nessa campanha milionária que inunda as ruas e praças sem a menor empatia.

Não há males que bem pra bem. O mal só produz o mal, ninguém que planta alface colhe banana. Irá colher exatamente o mal que plantou. Felipe Peixoto semeia o amor e essa campanha se desenhou como a luta do amor contra o ódio, do bem contra o mal. Está nas mãos do eleitor de Niterói fazer a sua opção. Se quer um governante com AMOR no coração votará em Felipe; Se quer ser governada por quem apela desde adota tantos atributos da maldade (intolerância, preconceito contra doente, desumanidade), que vote em Rodrigo Neves.

É uma questão de escolha!