Archives for posts with tag: CAOS

Segredo está na atuação vigilante da Câmara Municipal

Niterói é o o único município do Estado do Rio que não mergulhou em crise na transposição de governo. Não que o prefeito Rodrigo Neves tenha sido competente. Muito pelo contrário. O sucesso de Niterói está na competência da CÇamara Municipal. Entra governo, sai governo, Niterói mantém a estabilidade. Enquanto outros municípios amargam salários atrasados, cofres vazios, divida de mont e salários atrasados, Niterói parece navegar num oceano de tranquilidade.

Reportagena da grande impressa mostram o estado caótico de todas as cidades ao redor de Niterói. Culpa apenas e não falam da co-autoria dos vereadores da cidade. Em Niterói, os vereadores trabalharam de olhos bem abertos, vigilantes na fiscalização do prefeito, o que impede que a cidade seja mal administrada. Quem define bem isso é o decano dos vereadores, Luiz Carlos Gallo, Primeiro-Secretário da Mesa e atualmente licenciado.

– Os vereadores de Niterói tem ética, compromisso com a cidade. É essa ética, que está no consciente de cada vereador,   que possibilita à Câmara manter com braço forte a administração pública. Observe que cada presidente que assume a Mesa Diretora lidera seus pares tendo em vista o interesse público. Foi assim com Zé Vicente, Comte Bittencourt e agora com Paulo Bagueira, quando números prefeitos passaram sem que  na transição de um governante para o outro fornecedores e funcionários ficassem sem receber. É certo que Rodrigo Neves está fazendo um excelente governo e isso facilita nosso trabalho.  Dói ver tanta gente sofrendo em outras cidades, mas em Niterói nós fizemos a coisa certa e o resultado todos estão vendo.

Entra ano, sai ano, a Câmara de Niterói tem sido o esteio para o sucesso das administrações municipais. Entra prefeito, sai prefeito e a cidade se mantém estável e saudável.

Reunião será nesta quinta, 28/4,  às 20 horas, na AABB da Fazendinha

vizinho

Cansados de tomar na cara, moradores do Cafubá, em Piratininga, querem impedir que o que já é ruim piore ainda mais. Ninguém  aguenta mais o descaso, a falta de planejamento e respeito com a comunidade. Desde que começaram as obras dos túneis ligando Charitas ao Cafubá a vida de quem mora no Cafubá virou um inverno.

A ideia é implantar um programa de “Vizinho Solidário”, através do qual pretendem defender direitos básicos. “Nós fomos surpreendidos e desrespeitados com essas obras. Queremos melhorias, porém com o mínimo de trantsornos. Não é oue está acontecendo no Cafubá”, reclama a professora Valéria Bittencourt, líder comunitária em Piratininga.
– Em toda parte onde a Prefeitura faz obras observamos que não há planejamento para minimizar os transtornos que toda obra causa. Tanto no Cafubá quanto na Estrada Francisco da Cruz Nunes, a bagunça é geral. O Cafubá vai reagir a esses desmandos e se unir em torno de suas necessidades mais urgentes- completou Valéria.

viin
Outra  líder comunitária, Larissa Viot, reclama da falta d diálogo com o moradores. Ninguém conseguiu entender a utilidade de uma gigantesca galeria de águas pluviais na antiga avenida 6, do DPO à rótula do Cafubá sem seguir para desaguar na Lagoa de Piratininga.
– De repente, nossas ruas receberm o tráfego de caminhões pesados, destruindo o piso. Quando isso acontece, ao invés de recupear, mudam o intinerário e vão dstruir outras ruas. Se tivessem preparado trechos para receber esse trânsito o impacto seria menor. Precisamos nos previnir contra os impactos causados com essas obras e o quanto esse tunel vai interferir em nossas vidas. É para isso que estamos covocando os moradores para defender nossos direitos.
O Fazendinha é um sub-bairro de Piratininga, assim como o Cafubá. É uma região turística, onde não há construções verticais. Lá era baixo o indice de violencia. Mas não tem violência maior do que a falta de respeito da Prefeitura com os moradores.

DESCASO TAMBÉM COM O JACARÉ

valéria

Professora Valéria Bittencourt, líder comunitária

A líder comunitária Valéria Bittencourt d. “enunciou também o descaso com os moradores do Jacaré. “Os moradores ao obrigados a caminhar por quilometros ara chegar ao ponto de onibus. Para piorar, a Prefeitura retirou o ponto em frente à Moreu Colchões e botou um guarda para impedir a parada. Os moradores tinham que caminhar ainda mais, até o Barravento para pegar um õnibus para o centro”, denunciou Valéria..

Só a ameaça de botar fogo nos onibus levou a Prefeitura a criar uma alternativa para o Jacaré, retornando o ponto anterior. “O ideal é que houvesse uma linha d ônibus que parasse no jacaré, como existe em Itacoatiara, onde mora menos gente e tem demanda menor”.Para Valéria, “há uma inversão de valores nessa politica, pois morador de Itaquatiara raramente anda de ônibus enquanto que no Jacaré quase todo mundo anda em coletivo”.

AO APOSTAR NO “QUANTO PIOR, MELHOR” PSOL  É RESPONSÁVEL PELA ELEIÇÃO DE RODRIGO NEVES

Psol chupa a manga que plantou

PSOL de Niterói não tem moral para criticar Rodrigp Neves, pois ajudou a elegê-lo Prefeito da Cidade. 

Rodrigo Neves, que tanto criticam os vereadores do partido, foi eleito graças a eles.

A omissão do Psol no processo eleitoral também conta como apoio velado e explícito, em todos os sentidos, ao prefeito Rodrigo Neves, colega  de Paulo Eduardo e Renatinho por muito tempo no PT e depois na Câmara.

Agora, depois de ajudar a eleger Rodrigo Neves, o Psol  faz jogo de cena querendo instituir CPI para apurar o derretimento do Conjunto que na campanha era chamado de “Rodrigão”, no Fonseca, feito às pressas em ano eleitoral e que foi acompanhado  de perto por Rodrigo e o PT. Ministros aqui vieram anunciando que o “Rodrigão” era só o começo, que muitas coisas melhores iriam acontecer. Eleito prefeito, o que aconteceu foi o pior. Predios do conjunto precisam ser demolidos, pois ameaçam desabar uns sobre os outros. Pior ainda: serão recuperados pela mesma empreiteira irresponsável.

Deus, nos acuda!

Agora, vem o Psol posar de moço bom, de puritano, como se não tivesse contribuído para esse descalabro que atinge Niterói nos primeiros meses de governo de Rodrigo Neves.

“Se no caminho tá assim, quanto mais na festa…”, dizia Amaral Peixoto para se referir ao agravamento de situações.

Não se pode perder de vista que o Psol tem sim culpa no cartório. Ao pregar o voto nulo depois de saber que Rodrigo Neves havia conquistado o primeiro turno, o Psol quis ver o circo pegar. E agora está. E nas mangueiras de socorro o Partido traz é gasolina para tentar apagar.

O Psol brincou com seus eleitores e com Niterói, apenas para tirar proveito, pois sabia de antemão que Rodrigo era (e está sendo) o pior para Niterói.

O Psol não tem moral nenhuma para criticar Rodrigo,  a quem beneficiou. Sabedor do perigo que a eleição de Rodrigo Neves representava, poderia, no mínimo,  ter consideração pelo município, pelo seu povo que desde agora sofre e sofrerá muito mais.

Agora, o Psol, feito o ladrão de porcos da piada*, lava as mãos e finge não ter nada a ver com a situação.

* LADRÃO DE PORCOS – Certa vez, a polícia abordou um homem que vinha roubando porcos num lugarejo. Ante a aproximação, o ladrão enfiou o bacuri dentro da jaqueta. Ao ser abordado, sentiu-se ofendido e ultrajado em sua honra. Quando o policial apontou para sua roupa e perguntou o que havia ali, o homem, fazendo-se de desentendido,  começou a gritar.

– Meu Deus, é um porco, quem botou esse bicho aqui, socorro, tirem esse bicho daqui…

PREFEITO PASSOU A CAMPANHA DIZENDO QUE A SAÚDE ESTAVA UM CAOS, MAS NÃO TEM PLANO PARA EXECUTAR. APELA PARA CALAMIDADE QUE NÃO EXISTE

O Prefeito de Niterói, acaba de adotar uma medida que é um atestado de burrice: decretou Calamidade Pública na saúde de Niterói. Levou todo período de transição sem propor nada, o que prova sua má-fé com o setor.mario monteiro

Todos sabemos que insumos são comprados no início de cada ano.Não se tem notícia de que Rodrigo Neves tenha, imediatamente, aberto o processo de compra, tendo em vistas o apurado pela equipe de transição. Só que quem chefiavaessaequipe era um incompetente, Axel Grael.

Agora, decorrido quase um mês, vem com esseargumento pueril e enganoso, incoerente, dedecretar calamidade pública.

Para o jornal O Fluminense, prefeito disse que esta unidade desaúde (acima) é um hospital. Piada

Rodrigo Neves levou toda campanha eleitoral dizendo que asaúde estava um caos (aliás, toda a cidade, segundo ele). Venceu as eleições, teve acesso a tudo na transição. E eu pergunto: o que fez? Pediu para adiantar o processo de compra de insumos que o deputado Chico D’ângelo diz existir? Fizeram auditoria no setor? qual o resultado? Indicava uma “calamidade pública”?POLICLINICA

Ao lado a “prova do caos”, uma Policlínica novinha no Largo da Batalha. A verba para reforma do Getulinho daria para fazer 20 hospitais desse

O Ministério Público tem que ver isso com muito cuidado, pois a saude recebeverba carimbada, própria.É preciso saber pra onde foi o dinheiro que Niterói recebeu e responsabilizar que o desviou (se é que houve desvio, pois a saúde de Niterói, há anos, vinha sendo controlada pela Secretária Executivo, Maria Célia, a Hamilton Pitanga de Rodrigo).

Chamar aquele posto de saúde Mário Monteiro de Hospital é brincadeira. Na época, paraque pudesse funcionar, Godofredo fechou todos os postos de urgência da região, descobriu um santo para cobrir outro. O mesmo está sendo com o Getulinho, que parafuncionar teve que fechar a emergencia pediatrica da UPA.

Rodrigo quer um cheque em branco, não um orçamento para seguir.

Vai acontecer igual a deoutras medidas, terá que voltar atrás. Esperem só, pois nenhumk fenômeno, nada imprevisível, que justifique essa irresponsável decretação de Calamidade.

Esperem só…

(Comentário extraído do Jornal  Folha Oceanica)

Estou tentando descobrir onde reside o caos que o PT tanto alardeia em sua campanha.

Vejo a Prefeitura tentando abrir a área do Mergulhão para o trânsito e o PT não deixando. Trata-se de uma grande obra para “quem não fez nada”, como apregoa o candidato Rodrigo Neves.

Museu do Cinema está pronto

Igualmente, vejo a duplicação da Estrada Francisco  da Cruz Nunes, até o Monam, obstada pela Justiça e parada no Cantagalo à espera de um elevado ou remoção de moradias ; a duplicação da Estrada de Maria Paula e a construção de baias para ônibus na Alameda; a mão-única na Roberto Silveira e os corredores expressos para ônibus.

A obra está quase concluída

Que dizer da Policlínica do Largo  da Batalha, que mais parece um hospital? Magnifica obra, assim como a complementação do Caminho Niemayer, a contenção de encostas, ampliação das redes de galerias pluviais para minimizar os efeitos das chuvas.

Onde está o caos?

Posto do Médico de Família do Alarico, uma criação de Jorge Rodrto

Os serviços públicos funcionam normalmente, a coleta delixo é diária e constante, o Centro da cidade está sendo revitalizado. Claro que há transtornos, mas não se faz omelete sem quebrar os ovos.  Os salários do funcionalismo estão em dia (na administração do PT, servidores ficaram dois meses sem salários e sem décimo-terceiro), escolas e creches funcionam, não  falta merenda e o Médico de Família foi ampliado.

Estrada da Liminar (Francisco da Cruz Nunes), a cada metro uma sdecisão da justiça mandava parar

E Rodrigo Neves insiste que a cidade está um caos. Ficou mal  acostumado de tanto assistir a  administrações portentosas de Jorge Roberto  Silveira. Dessa vez, doente, Jorge teve que trocar várias vezes a cadeira de prefeito pela cama de um hospital. Rodrigo então, sem nenhum respeito à criatura humana,  faz a reengenharia do caos movido  por desenfreada sede de poder. É uma ganância ilimitada, mesmo  que isso ultrapasse os limites do ridículo.

Rodrigo Neves se inspira na mesma tática que levou Godofredo a perder para João Sampaio, a reengenharia do caos

Maquete do Mergulhão da Marques de Paraná para desafogar o trânsito

O PT de Rodrigo Neves e Zé Dirceu acaba de dar provas de que seu candidato não passa de uma marionete do ex-Prefeito  Godofredo Pinto e Filinto Branco.

Jorge Roberto não conseguiu construir o Museu de Arte Contemporanea – MAC, em seu primeiro Governo. Durante as obras, em plena campanha eleitoral de 1992, o candidato do PT chamava a atenção para a “ameaça” que aquela obra representava para a cidade. Carros de alto-falantes  “alertavam” a população para o risco de desabamento, dizendo que havia cavernas abaixo do Museu, que operários iam morrer soterrados.

A boataria deu certo. Jornais embarcaram na onda, o Ministério  Público foi acionado irresponsavelmente. Esposas e mães não queriam seus maridos e filhos trabalhando na obra, carros não subiam a Boa Viagem, pois acreditavam no PT de Godofredo.

A tática não deu certo, pois Godofredo perdeu para João Sampaio, que pode enfim concluir o MAC  e outras obras, como o Terminal de Ônibus que Godofredo, de 2002 a 2008 transformou em feira de Bagdá.

Hoje, 20 anos depois, o PT não é mais o mesmo, é do Mensalão e Zé Dirceu e Rodrigo Neves, que resolveu adotar a mesma tática do pavor urbano e se transformou num arauto do  caos. Inspirado por Godofredo (ou seria obrigado?), Rodrigo faz exatamente igual. Como o  Museu não caiu, resolveram desvalorizar o Mergulhão.

Tal qual seu mentor Godofredo Pinto, Rodrigo Neves e o PT espalham carros de alto-falantes na ruas, “alertando” que o  Mergulhão que Jorge Roberto não teve tempo de inaugurar, vai cair. É  apavorante e parece funcionar. A mentira é assim mesmo. Funcionou em 1992, mas o MAC  continua lá, imponente para  orgulho da cidade.

João Sampaio e seu o Museu que honra Niterói e o Brasil, Marcoline foi seu Chefe de gabinete

Coitado do Mergulhão, outra obra fantástica, uma referência urbanística da cidade, foi escolhido pelo PT de Rodrigo Neves e Zé Dirceu (o mensaleiro corrupto) para levar porrada.  O PT adora um desabamento, desde que possa culpar alguém e tirar seu corpo fora. Foi assim com o Morro do Bumba e outros pontos, como se no Governo do petista Godofredo alguma coisa tivesse sido feita por aquelas famílias. Quase sete anos sem nada. Se o PT fizesse alguma interferência  não haveria nenhum desabamento… Quicá o PT não deixou de atuar de propósito, para  a bomba estourar, como de fato estourou, nas mãos  de Jorge Roberto?

O mergulhão já deveria ter sido inaugurado em agosto. Só não foi porque a empresa Escopo atrasou excessivamente o cronograma, dando margem para que Rodrigo Neves e o PT tivessem o máximo de argumentos para  especulação.

Ao  perceber a manobra da Escopo, a Prefeitura a desligou do projeto. A Escopo, então, passou a criar ambiente para aterrorizar a população, entrando na Justiça para impedir a abertura da Avenida Marques de Paraná, declarando que a mesma iria desabar. O PT ajudou a piorar a imagem. Ao invés das cavernas subterrâneas de 1992, inventou que no caminho do Mergulhão havia um rio. E a imprensa irresponsável, sempre a favor do PT de Rodrigo e Zé Dirceu, vai na onda, mesmo sabendo que é mentira.

Que pena, a baixaria em Niterói  faz eleitor escolher o Menos Pior entre quem nem disputa a Prefeitura.

Todo mundo  sente arrepios ao lembrar o que foram os quase 7 anos de governo do PT em Niterói. Não fosse a pressão da Câmara de Vereadores, teria acabado com o Médico de Família criado por Jorge Roberto  Silveira só para não perpetuar seu idealizador.

À esquerda, o resultado de um licenciamento irresponsável, para construção do Guanabara, concedido na época que Godofredo Pinto era Prefeito, sem qualquer preocupação com o trânsito, que piorou mais ainda. Um abacaxi que sobrou para Jorge Roberto Silveira.

Foi lá, com Godofredo, que principiou a mais  cruel especulação imobiliária, os espigões da Piratininga. Outra violência foi a instituição da malfadada Micareta “Niterói Folia”, de triste memória para os moradores .  Foram tantos os estragos físicos e morais que acabaram refletindo na atual gestão de Jorge Roberto, cujos efeitos  -em face do desgoverno anterior ao dele, o do PT de Rodrigo e Godofredo-  refletem na atualidade. Jorge acabou com a Micareta e não teve saúde para recuperar tudo.

Niterói Folia, um inferno na vida dos moradores de Piratininga, implantada na época de Godofredo e Rodrigo Neves, uma falta de respeito sem tamanho aos moradores do bairro. JRS acabou com isso e caiu em desgraça com traficantes e viciados. Agora, esse horror ameaça voltar

No desgoverno de Godofredo, a maior covardia: as licenças para construção dos espigões na Região Oceânica,  abrindo caminho para um monte de prédios em toda parte. Godofredo foi o pai da especulação imobiliária, mas o PT diz que foi Jorg, que enquanto pode preservou a região. Por isso é preciso impedir o retorno do PT de Rodrigo Neves e Godofredo ao poder.

Se é para manter a campanha nesse baixo nível, convenhamos, a volta de Godofredo ao poder por intermédio de Rodrigo é algo muito mais assustador do que dizer que Felipe tem apoio de Jorge. Com uma diferença. Jorge Roberto fechou seu ciclo, não quer mais saber de política, não tem saúde pra isso. E Godofredo está sedento de poder, de bote armado para de novo implantar a política do arrasa tudo, da terra arrasada,  fazer de Niterói uma Campos piorada.

Nada de trem ou metrô, o negócio é faturar com gasolina e multas –

Quanto pior, melhor. Maior o lucro.

 É o que parecem pensar as autoridades sobre o trânsito e engarrafamentos. Nada de trens, ampliação de linhas do metrô. Eles querem carros nas ruas, queimando combustíveis. Em cada litro que compramos, 70%  são  impostos indiretos. Sem falar na indústria de multas, que alcança elevados picos de arrecadação nas épocas de feriadão ou horários de rush.

A cada feriado prolongado, engatado com fim de semana, nosso  sofrimento é  a alegria dos governantes. Governadores e prefeitos parecem gostar do caos no trânsito.

Irritados com a lentidão, motoristas avançam sinais, excedem velocidade e quando chegam ao destino estacionam em lugar proibido, para delírio das prefeituras.

Trem, VLT,  nem sonhar. Isso seria um risco para suas intenções. O negócio é entupir as ruas de ônibus, criar faixas seletivas e reduzir ainda mais os espaços para quem precisa (e é obrigado) andar de carro. E os ônibus estão sempre lotados, quentões.

Ferrovias, isso não nos pertence mais…

Assim, nem burro agüenta…