Archives for posts with tag: farsa
pesquisa

Ninguém  sabe de onde veio o dinheiro ara pagar a pesquisa, quem pagou e muito mais…

Silêncio torna evidente a tentativa de fraude para beneficiar Rodrigo Neves, ex-PT.

Desde que a Justiça Eleitoral mandu tirar do ar e proibiu a veiculação de uma pesquisa eleitoral falsa, ninguém apelou da decisão, indicado que era realmente uma farsa para favorecer o prefeito Rodrigo Neves, ex-PT e agora no PV de Niterói.

Pela pesquisa fajuta, um site chapa branca (só dá notícias a favor do prefeito e contra seus adversários) Rodrigo Neves aparecia na frente da referência popular e seu principal oponente, o ex-deputado Felipe Peixoto aparecia em terceiro lugar. A pesquisa não foi registrada na Justiça Eleitoral, não informou quem pagou por ela, nem a metodologia que permitiria ao TER DE aferir sua veracidade. Em resumo, uma fraude para beneficiar Rodrigo Neves, que o Juiz Alexandre Scisinio mandou tirar do ar.

O advogado Heraldo Fonseca, especialista em direito eleitoral, entende que cabe uma ação por abuso de poder econômico do prefeito. “Está evidente que a intenção era beneficiar Rodrigo e prejudicar Felipe Peixoto. Ainda que alegue não ter sido o autor, como agem seus amigos do PT, o resultado tinha o sentido de influenciar na vontade do eleitor, de influir na sua escolha. O Ministério Público eleitoral tem a obrigação de apurar”.

 

 

 

Anúncios

Vale tudo para continuar na Prefeitura de Niterói

RODRIGO E DILMA

Rodrigo com a presidente Dilma. Uma imagem que não se apaga com a troca de  partido

E Rodrigo Neves prepar-se para  deixar o Partido dos Trabalhadores para disputar a reeleição em outubro. A opção mais atraente é se filiar ao Partido Verde, qu possui baixo indicee de rejeição e tem mais credibilidade do que o também emporcalhado PMDB.
O prefeito vai continuar com absoluto controle sobre o PT e o PMDB, que nem sonham em lançar candidatos, vão se coligar à legenda em que Rodrigo Neves estiver. Trata-se de uma reengenharia eleitoral montada par dar ao prefeito um segundo mandato, apesar da fortíssima rejeição.
O caminho par o PV já está saneado. Se não for bem sucedido nessa empreitad, Rodrigo Neves amargará o título de político mais incompetente da história de Nierói, pois ser´apoiado pela maioria dos vereadoress da cidade.

Essa maioria, no entanto, não tem referência com qualidade eleitoral. Há quem receie ser chamuscado na fogueira em que arde o atual prefeito, colocando a reeleição para a Câmara em risco.
Vai ser curioso, no minimo, ver os vereadores do PT e seus suplentes defendendo um candidato nascido e criado no PT, um medalhão de influência nacional, que lhe dará as costas.
Rodrigo Neves não quer deixar apenas o mar de lama em que vão se apoiar os candidatos do PT. Quer salvar a própria pele. No retrovisor de sua brilhante trajetória política está a imagem de Godofredo Pinto, ex-prefeito pelo PT, a quem o povo sabidamente negou até mesmo um mandato de vereador.

NOMEAÇÃO DO PRESIDENTE DO PV FAZ PARTE DA BARGANHA

posse

Rodrig coladinho ao presidente do PV, assinando o ato de posse

A nomeação e posse ontem (02/02) do advogado Eurico Toledo, presidnte do Partido Verde, na Secretaria Municipal de Mio Ambiente,  Recursos  Hidricos e Sustentabilidade  é apenas o início da estratégia de barganha firmada com o PT.

Do discurso de posse, a assessoria do prefeito aproveitou apenas a parte bajulatória, para compor a matéria publicada em seu portal: “”Quero agradecer ao prefeito pela confiança no meu trabalho, ao Axel e a todos os outros que fizeram parte dessa realização. A partir deste momento, cria-se um mosaico que me potencializa para o desafio que tenho pela frente. Encontro um governo de gestão, com indicadores, plano de metas e ações. Compromissos com Conselho do Meio Ambiente, Agenda 21 e com ecologia urbana. O meio ambiente não é, nunca foi e nunca será um entrave para o desenvolvimento. Mas que haja desenvolvimento com responsabilidade”.

 

 

 

Atenção consumidores dos produtos da tradicional fábrica de frios e  embutidos Ceratti.

Tem um golpe novo na praça:  depois de fazer fama pela excelência de seus produtos, a Ceratti criou uma linha de péssima qualidade para competir com mortadelas chamadas de “baixa-renda”, de gosto discutível.

No Extra de Itaipu, a fraude para vender gato por lebre. Afirmam que é Ceratti tradicional com preço de  mortadela de segunda linha.

No Extra de Itaipu, a fraude para vender gato por lebre. Afirmam que é Ceratti tradicional com preço de mortadela de segunda linha.

No Extra de Itaipu/Niterói/Rio de Janeiro (Shopping Multicenter), está sendo vendida fatiada em pedaços grandes como a deliciosa Ceratti uma mortadela de qualidade inferior chamada Bambina. Ao que tudo indica, a loja conseguiu as embalagens com a logomarca Ceratti,  que tanto caracteriza produtos de altíssima qualidade,  com o próprio fabricante.

Diante da suspeita do consumidor habituado a pagar mais caro pela mortadela Ceratti tradicional, a loja do Extra garante que é “Mortadela Ceratti Tradicional, só que na hora de etiquetar a embalagem o funcionário errou o código, imprimindo o preço da mortadela Bambina”, em torno de R$ 10,00 o quilo, quase quatro vezes mais barata, mas que a loja garantiria assim mesmo a compra de quantas embalagens o cliente pudesse levar. Ficaria supostamente no prejuizo. Diante dos argumentos, as pessoas enganadas  enchiam os carrinhos, pensando estar levando vantagem.

Na propaganda da Bambina o nome Ceratti nem aparece

Na propaganda da Bambina o nome Ceratti nem aparece e no Extra é vendida como a tradicional

Aconteceu comigo. Primeiro, suspeitei de produto vencido. Resolvi só levar três peças e confiar na validade informada, longe de vencer.  Como estivesse embalada a vácuo em papel laminado sequer senti o cheiro característico da apetitosa Ceratti. Ainda assim, resolvi fotografar o produto no próprio caixa, pressentindo que havia mutreta.

Só fui dar pelo engodo no domingo, depois que as crianças e visitas devoraram uma peça e meia. Na minha vez, constatei que aquilo não era a mortadela que estava habituado (quando o dinheiro dá) a comprar no Freeport a R$ 38,00 o quilo.

Ao “denunciar” à Ceratti, fiquei sabendo que a tal Bambina é fabricada pela empresa. Era uma Ceratti tradicional com preço de  mortadela de segunda linha. Pelo sim, pelo não, decidi não confiar mais na Ceratti e evitar o consumo do que ela fabrica.