Archives for posts with tag: imprensa

É a mais pífia, infame e covarde a cobertura das principais redes de televisão do País das manifestações Brasil afora. É patético o esforço das rádios e TV  em querer desacreditar o movimento, tanto que nenhum manifestante capaz de expressar a vontade da massa é entrevistada ou convidada a dar entrevistas. Jô Soares, que posa de moço bom,nem sonha em entrevistar uma liderança dessas. Claro que elas existem, mas a imprensa boicota.

Então o que é esse comportamento?

Falso jornalismo, uma provocação aos manifestantes, que reagem atacando as equipes nas ruas enquanto os chefões ficam trancados em salas (ou igrejas) refrigeradas.

Primeiro, demonstrou-se que apesar delas, as manifestações reuniram milhões de brasileiros. Fez lembrar as “Diretas Já”, à qual aderiram depois que assumiu proporções  gigantescas. Sem contar os simpatizantes,que adorariam estar protestando também.

Agora, acontece o mesmo e até com justificados excessos. Nossos jornalistas executivos, os chefões,  não estão preparados para lidar com a verdade nua e crua. À  vida toda, sempre manipularam notícias, fazendo do povo a sua massa de manobra. Se dependesse da imprensa, não haveria manifestação.

Repararam que ninguém (à exceção de São Paulo)  NÃO pergunta nada ao governador Sérgio Cabral  ou ao Prefeito Eduardo Paes? Eles usam antenas e microfones para falar o que bem querem, sem qualquer objeção. Não se assiste ao repórter questionando, fazendo a voz da sociedade. Então, vão para o buraco, pois os dias dessas redes estão contatos. Enquanto insistirem em defender os crápulas,os corruptos, os canalhas que se transvertem de autoridades.

Nada é eterno. Até Roma caiu. O poderoso Império Romano do Ocidente caiu um dia, pelos bárbaros.

Anúncios

Os jornalistas foram literalmente  à merda na festa de inauguração da Arena Pernambuco, que será palco das copas das Confederações e da Copa do Mundo no Brasil. Tiveram que improvisar uma sala de imprensa no banheiro do estádio, entre cestos de papel descartados, dejetos boiando nos vasos sanitários  e assistir às exibições dos michões de pinto de fora, mijando no chão.

BANHEIRO SALA

Na foto acima, um flagrante de como jornalista sofre nesse país. E sua dor não sai no jornal. Longe dali, presidente Dilma dava o pontapé inaugural do belo estádio.

Alguma coisa muito estranha está ocorrendo com os diários de Niterói. Nenhum deles divulga os estragos feitos pelas chuvas dos últimos dias e especialmente as mortes e desabamentos são omitidos. Para saber sobre a cidade, só lendo O Globo, que divulga a morte de uma criança no Morro do Palácio, de onde o prefeito Rodrigo Neves, o Glorioso, mandou acabar com a Secretaria Regional, que monitorava tudo. Desabamento em morro do Ingá só agora, na gestão de Rodrigo Neves.

inundação

Foto de Marcelo Piu, extraída do portal do Jornal O Globo de hoje

Nossa imprensa está mais preocupada em fazer o jogo do prefeito do que com seus leitores, que um dia irão se fartar e dar preferência a outro veículo. E nunca foram assim. Os jornais de Niterói jamais se prestaram ao papel de agora, ganharam fama por ser de luta e defensores do povo.

Onde estavam os guardas municipais na hora do temporal? O que organizaram no trânsito de Niterói para impedir que os motoristas caíssem nessa emboscada deágua?

Ora, quem sai do centro para a Região Oceânica (ou vem de lá), se for surpreendido por um temporal,só tem uma saída: a beira-mar, seja pela Miguel de Frias até a Praia(evitando a Marques de Paraná)  ou pela Boa Viagem (evitando passar por dentro do Ingá), Alberto Torres, Estrada Froes e depois é só subir a Rui Barbosa e Cachoeira.

Mas cadê um plano da Guarda do prefeito glorioso? Não existe, não foi pensado. Fizeram pior: sumiram com os guardas, deixando a população ficou  ao deusdará, na base do salve-se quem puder.

Ora, botar guardas nas ruas é o mínimo e não tem nada a ver com essa história de falta de dinheiro, que é uma mentira completa.