Archives for posts with tag: PDT

Ideia é recuperar o prestígio dos politicos de Niterói

jorge

OPINIÃO

Em política não existe o nunca, nem o para sempre. Aprendi com o pai de Celina, o comandante Amaral Peixoto. É a mais pura verdade. Política não é uma ciência exata, e Niterói vivencia um momento que exemplifica bem tal afirmação.
O que já foi um “sonho”, hoje começa a se tornar realidade, a Grande Aliança está sendo construída por Jorge Roberto Silveira. Postas vaidades à parte, Jorge quer reinserir Niterói na vanguarda política estadual. Movido pela chance, perdida, de hoje estar de novo no comando do Governo do Estado, isto se o PDT tivesse fechado com Pezão.
De que adiantou alcançar os melhores índices de desenvolvimento humano, ser o objeto de desejo da maioria do povo brasileiro, se Niterói não se impuser politicamente? Essa é a amargura constante que persegue Jorge Roberto. Ele almeja que o Estado do Rio cobice os politicos de Niterói, que aceitem sua liderança e lhes confiem o destino assim como os niteroienses fizeram. Jorge completa chamando isso de amor à cidade, visando o melhor para Niterói, não só pelos aspectos físicos, mas sobretudo humanos.
“Só a união faz a força”, é neste espírito visionário que é dada a continuidade de seu legado político, Jorge trabalha com aplicação dessa teoria na prática. Não será rachando a cidade, criando núcleos raivosos. Da mesma forma que o Psol, construído com base progressista e respeitada.
Jorge Roberto está para a política de Niterói assim como Niemeyer está para a arquitetura, e inspirado da mesma inovação e competência ele “arquiteta” esta aliança, de resultados que podem ser comparados a mesma projeção do MAC.
Se vai dar certo, só o tempo dirá, mas não será por falta de disposição ou ânimo, pois para essa Grande Aliança JR está desprendendo de um esforço que não foi capaz de dedicar nem em seu próprio benefício.
Opiniões contrárias à parte, o fato é que vindo do homem cuja vontade política transformou esta cidade, nada é impossível.
Prova disso está na história de Niterói, que já foi a terra onde o urubu voava de costas, cuja atração mais linda era a vista do Rio. Hoje, Niterói é reconhecida pelos seus próprios encantos, de prima pobre à “Cidade Sorriso”, quem vem a Niterói leva em fotos e memória o nosso cartão postal o Mac e o Caminho Niemayer, que seguem encantando o Brasil e o mundo.
Tanto quanto Jorge, Rodrigo Neves vai ter que se esforçar muito para se encaixar nesse perfil. Se der certo agora, pode dar certo sempre.

 

 

MAOS LIMPAS

Jorge e Rodrigo (Centro) felizes da vidacom a nova aliança foto da internet

Casamento chegou com mais de 10 anos de atraso

Será hoje que o prefeito Rodrigo Neves vai morder a própria língua e engolir tudo o que maldisse acerca de Jorge Roberto Silveira. Foi pisando em Jorge, culpando-o por tragédias climáticas que custaram centenas de vidas, que Rodrigo Neves se elegeu prefeito da cidade. Agora, terá uma grande oportunidade ede explicar a aos niteroienses que mentiu.  Poderá fazer justiça àquele que tanto destratou, exaltando as qualidades ue nem suas mentiras em 2012 empanaram.
O espetáculo programado para esta noite na sede do PDT promete um Jorge Roberto aliviado. De outro, Rodrigo Neves tendo que explicar por que falou tão mal de Jorge e seus auxiliares, antes, durante e depois que tomou posse no cargo.

Eu espero que Rodrigo Neves peça desculpas pelas acusações infundadas que fez de Jorge Roberto. Mas algo me diz que o cinismo não deixará. Ainda que Jorge Roberto tenha relevado, passado uma borracha no lodaçal em que Rodrigo Neves o atirou, a decência está a exigir que Rodrigo Neves peça desculpas.

Diretório bate tambor para receber Rodrigo Neves em sua  sede

jorge e rodrigo

Jorge Roberto (Esq.) e Rodrigo Neves estão unidos (foto do Globo na internet)

Rodrigo Neves vai subir triunfal as escadarias do diretório do PDT de Niterói, na próxima quarta-feira (08/06), às 19 horas, recepcionado pelos maores caciques trabalhistas, Jorge Roberto Silveira, Carlos Lupi e Miguel Vitoriano, que fez a comunicação através de sua rede social.
Diz a nota do presidente municipal: “Confirmada para o dia 08/06, quarta-feira, às 19h. A Direção do PDT de Niterói convida a todos e todas para participarem da reunião com Jorge Roberto Silveira , com a presença do Prefeito Rodrigo Neves,de acordo com decisão tomada em 24/05/2016, pelo Diretório Municipal. O evento contará com a presença do nosso Presidente Nacional Carlos Lupi.”

O encontro sacramentará a aliança Jorge Roberto-Rodrigo Neves, que chega com mais de 15 anos de atraso, frustrada pelo PT ao indicar Godofredo Pinto para vice de Jorge. Agora é Rodrigo quem vem na cabeça.

Por enquanto só dois pedetistas vão figurar na administração municipal: Hamiltom Pitanga e o engenheiro Pedro Basílio. Não haverá distribuição de cargos para os pedetistas, só a partir de 2017, quando o partido ajudar a eleger Rodrigo. Nesse mandato, não ajudamos em nada e é natural que o PDT não reivindique cargos por coerência. O PDT não quer que Rodrigo afaste pessoas que ajudaram a elege-lo”, declarou a fonte.

zafffff

ZAF é candidato a vereador e nada mais.

Jorge Roberto adia encontro com a militância para explicar coligação

 

O ex-prefeito Jorge Roberto Silveira adiou o encotnro que teria coa militância do PDT, marcada para esta segunda-feira (23/05), quando daria explicações sobre a coligação com o prefeito Rodrigo Neves, candidato à reeleição pelo PV. Para a mesma ocasião estava sendo aguardado o anúncio do nome do PDT para ser vice-prefeito na chapa. Decorrida a hora marcada, Jorge Roberto teefonou para avisar que deveria se atrasar muito, por conta de compromissos de ultima hora e não quis deixar as pessoas esperando. Uma outra data será marcada e comunicada à militância.
Ontem, o ex vereador ZAF afastou a possibilidade de ser indicado para vice. “Estou empenhado em me eleger vereador. Esse tipo de noticiaa só me prejudica, pois leva quem me apóia a pensar que não concorrei a vereador”, disse. E completou:
– A chapa dos candidatos a vereador do PDT está muito forte e será preciso trabalhar muito para estar entre os quatro primeiros colocados.
Nas contas do artido, o PDT espera fazer quatro cadeiras na Câmara Municipal.

felipe no psb

Felipe foi a Brasiia se filiar ao PSB de Romário

A saída de Felipe Peixoto esfaceou o PDT. A rendição já estava traçada desde que o ex-prefeito Jorge Roberto procurou Felipe paraa dizer que gostaria que o prefeito Rodrigo Neeves gostaria de se filiar ao partido. “Sem prolemas, eu saio e ele entra”, teria dito Felipe a Jorge. Ainda assim, Jorge ponderou que Felpe ouvisse o que Rodrigo tinha a dizer. O prefeito foi farto em elogios ao ligar para o até então presidente e candidato do PDT.
Jorge intermediou um enccontro pessoal entre os dois, mas já que Felipe estava determinado a sair, resolveu não ir. É que gato escaldado tem medo até de água fria. Felipe, hoje, poderia estar governando o Estado do Rio, pois seria vice de Pezão. Até a véspera do registro da chapa, Felipe seria o vice, mas o presidente Lupi decdiu não fazer a aliança. Felipe não teve chances sequer de se lançar candidato a estadual, pois Lupi não lhe deu vaga e havia um trato de apoiar Comte Bittencourt.
Todo time de Felipe trabalhou para Comte. Uma vez eleito, Comte firmou acordo com Rodrigo Neves e abandonou Felipe. Aos 45 minutos do segundo tempo, no apagar das luzes das definições de candidaturas, o presidente Nacional do PDTencontra-se com Rodrigo Neves e toma conhecimento da propsta do petisa. Lupi sugere que Rodrigo se entenda com Jorge Roberto e Felipe Peixoto. Por Jorge, tudo bem. Mas Felipe lembrou-se de 2014.
Concluiu que seria enrabado mais uma vez e resolveu não correr o risco de não poder ser candiato a prefeito pelo PDT.
Errou, sim, ao utilizzarr as dependencias do partido par seu comício de despedida. Se já não era mais do PDT, qual a razão para fazer daquela sede um palannque? Ideal que fosse pra rua.
E lá se foi Felipe, esfacelando o PDT. Dificilmente o partido irá se recuperar dess revés. Lá se foram as nominatas de vereador que estavam sendo organizadas por Felipe, deixando Renato Carrielo perdido. Já que Felipe Peixoto montou a nominata que lhe permitiria se reeleger, a Carrielo não resta outra opção que não seja seguir Felipe, pois o PDT além de não ter nominata nem sabe se terá candidato à majoritária.
Ao PDT só resta uma saída: convencer Jorge Roberto asair candidao. Afinal, ele não lagou a política, continua nela e com muita inflencia.

CONFIRMADO: PREFEITO SAI DO PT PELOS FUNDOS

rodrigo e pv

REPRODUÇÃO da Internet, Rodrigo e a cúpula do PV

Conforme informamos (leia aqui) há meses, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, abandonou o PT para se filiar ao Parido Verde, na tentativa de se afastar da legenda de maior rejeição na cidade. A saída foi ccomunicada em sua página no Twitter. A rigor não muda nada, pois apesar de abandono, o Partido dos Trabalhadores não abandonará Rodrigo Neves. Vai integrar a portentosa coligação (chamada de Pacto) que inclui ainda o PDT, PMDB,PCdoB, PPS e partidos nanicos. Rodrigo conseguiu fazer o ex-governador Anthony Garotinho, presidente regional do PR, retirar a candidatura de Wolney Trindade temem apoiá-lo. Será um rolo compressor.

Apesar de Rodrigo Neves dizer no Twittr que o PV não tem recursos, sua coligação será composta por partidos com grande peso financeiro, como PT e PMDB, o que lhe permitirá ter maior volume de recursos o fundo partidário, único meio de financiamento das campanhas.

Rodrigo chegou a cogitar ir para o PDT, mas fez opção pelo PV. O PDT, pelo acordo, deverá indicar a deputada Tania Rodrigues para vice.

 

OPINIÃO

Rodrigo Neves saiu vitorioso na guerra de partidos. Mas fez um estrago no PDT tão grande que fortaleceu Felipe Peixoto, vitimado nesse processo, de vez que estava em campanha para vencer Rodrigo as eleições. Perdeu antes, par não dizer que morreu na praia.

A reengenharia política de Rodrigo só foi possível graças à ajuda de Jorge Roberto Silveira, dono do PDT. Aliás, esse foi o segundo erro fieipino em relação a Jorge O primeiro foi nas eleições de 2012, quando preteriu o seu apoio. A outro ao assumir a Executiva do partido e se distanciar de Jorge, que ficou facinho, facinho para Rodrigo Neves.

Esse troca-troca, vai-e-vem, acabará favorecendo os candidatos de oposição, que assistem de camarote o sucedido, como José Seba, Antônio Rayol e Flávio Serafini. Todos juntando munição para disparar contra Rodrigo e aliados. E não faltarão argumentos.

“Pacifica” o PDT é fácil. Não haverá quem não brigue por generosos cargos na admitirão do agra verde Rodrigo Neves.

 

 

DOBRADINHA TEM DNA DO PT, ONDE COMEÇARAM  VIDA POLITICA

tania]

Deputada Tânia Rodrigues tem o DNA do PT também

A deputada estadual Tânia Rodrigues, do PDT, será indicada para o cargo de vice-prefeita na chapa de Rodrigo Neves. Esta vai ser a escolha de Jorge Roberto Silveira, chefe do partido em Niterói. Volta a ser editada uma aliança PT-PDT que outrora foi costurada por Jorge e Rodrigo no, ano 2000, só gora englobada por  mais de uma dezena de partidos. Com a composição, Rodrigo Neves espera vencer no primeiro turno e liquidar a fatura.

A indicação de Tania desagradaria o Deputado Comte Bittencourt, do PPS, um esforçado aliado de Jorge Roberto Silveira, que estava de olho na vaga. Caso Comte manifeste contrariedade, tudo pode mudar. Nesse caso, Jorge Roberto sairia candidato a prefeito tendo Comte como vice, hipótese que apavora o prefeito Rodrigo Neves, que trabalha e torce para que tudo acabe bem. A se confirmar o projeto de Rodrigo Neves sir em 2018 para concorrer a governador, Tânia ser´prefeita.

Não demorou muito para que o PDT tornasse Felipe Peixoto página virada no partido. Ontem mesmo já se cogitavam nomes do PDT para cargos na administração municipal e o aproveitamento de militantes em cargos em comissão. No entanto era visível o descontentamento de alguns, em especial da ala de militantes ligados ao ex-prefeito João Sampaio, de quem Felipe mais se aproximou.

Jorge Roberto Silveira deve promover uma reunião com as bases e acomodar a vida de todos. Como sempre fez.

 

 

ABRIU CAMINHO PARA JORGE ROBERTO SER CANDIATO OU HAMMILON PITANGA SER VICE DE RODRIGO NEVES

felipee

Felipe Peixoto não teve alternativa, ou acetarva ser vice de Rodrigo Neves ou sairia.

Felipe Peixoto não aguentou a pressão e deixou  o PDT nesta noite (22/03), deixando livre o caminho para Jorge Roberto Silveira concorrer mis uma vez à Prefeitura ou indicar o vice na chapa de Rodrigo Neves, que poderá ser Hamilton Pitanga.

Não foi nada fácil. Felipe Peixoto enfrentou uma parada indigesta, que teve requintes de crueldade. Em lado oposto estavam a Presidente Dilma, que fez a ponte com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi; Jorge Roberto, Comte Bittencourt e o prefeito Rodrigo Neves, do PT até ontem. Eles inviabilizaram a candidatura de Felipe Peixoto pelo PDT.

CLIMA DE TRISTEZA E PERPLEIDADE

Centenas de pedetistas mal acreditavam no que cibaram de saber. Felipe chegou ao partido bem cedo, na companhia do pai e da mãe. Parecia estar consciente da decisão a tomar. Fez uma reunião com os presidentes de partidos que se uniram em torno dele. Saiu algumas vezes para falar com Jorge Roberto ao telefone.  Depois, reuniu a Executiva Municipal, quando expôs suas razões para deixar a legenda.

Alguns pensaram que era brincadeira, mas Felipe disse que não aguentou a pressão. Sentiu o golpe. A semana toda assistido pela imprensa que Rodrigo havia acertado sua ida para o PDT e que ele seria o vice na chapa não deu pra segurar. Emprego nas mãos da Executiva que até então presidia o pedido de desfiliação.

Não foi Rodrigo Neves que escolheu o PDT. Foi o PDT que aderiu de modo incondicional a Rodrigo Neves.

Nos meios políticos circula comentários de que o PDT indicará o vice-prefeito, tendendo para o nome de Hamilton Pitanga. Caso haja resistência, em especial do deputado Comte Bittencourt, do PPS, um dos articuladores, o PDT chamaria Jorge Roberto Silveira para o sacrifício.  Lupi não vai abrir mão da vice

ACORDO é O VICE ASSUMIR EM 2018

A proposta feita a Felipe Peixoto chegou a cogitar que em 2018 Rodrigo Neves sairia para concorrer ao Governo do Estado e o vice do PDT assumiria o cargo, repetindo o que fez Jorge Roberto Silveira ao passar os três anos de seu mandato para o vice do PT, Godofredo Pinto.

A retribuição viria em 2018. O vice que o PDT indicar será prefeito. Carlos Lupi não abre mão de que o vice-prefeito seja do partido, alijando de cara o atual vice, Grael e o deputado Comte Bitencourt. Em caso de impasse, Jorge será chamado para o sacrifício, o que sabe fazer muito bem.

ROMÁRIO MANDA CHAMAR FELIPE

Tão logo foi anunciada a saída de Felipe Peixoto do PDT, o Senador Romário ligou para ele, mas não conseguiu falar. Felipe estava em prantos, mas não faltou quem festejasse a possibilidade dele disputar a prefeitura PSB, como não tem mandato tem tempo até 2 de abril para se posicionar.

 

DEPUTADA NÃO TEVE PRESTIGIO PARA ELEGER O FILHO VEREADOR E XINGOU ELEITORES. PREFERE NEW YORK

– Mesmo reconhecendo qie as pessoas passaram a lhe odiar na cidade do Rio, a decadente Deputada Cidinha Campos (PDT) quer se aventurar a ser candidata a vice-governadora na chapa de Pezão (PMDB) ao governo do Estado do Rio de Janeiro.

Cidinha e o filho que não se elegeu, agora ser ser vice.

Cidinha e o filho que não se elegeu, agora ser ser vice.

Em que pese dizer que não gosta de campanha e prefere descansar em New York/USA, Cidinha tem feito caminho fundo junto às bases da futura coligação para impedir que o candidato predileto, o deputado Felipe Peixoto tenha seu nome homologado em convenção.

Cidinha sequer teve prestígio político para eleger o filho Ricardo Campos a vereador do Rio utilizando o mesmo número dela quando ela concorre à Alerj.

Fez pior, foi para a TV Alerj xingar  os eleitores de mentirosos só porque o filho dela não conseguiu se eleger. Não respeitou a meia-dúzia de gatos pingados que votaram no rapaz . Esse comportamento, fatalmente será lembrado em campanha e a ingratidão de Cidinha, deixando de agradecer aos eleitores votaram no seu filho poderá lhe custar a reeleição ou causar graves danos à candidatura de Pezão.

Ao invés de matar um leão por dia para reverter a tendência mostrada nas pesquisas, terá que matar uma alcatéia por segundo.

O nome de Cidinha é mais pesado que a Serra de Carajás.

Contra ela pesam também acusações de se meter na seara alheia, fazer cortesia com chapéu alheio, como quando levou o Procon a investigar empresas de ônibus, fechar restaurantes e outras de competência de outros órgãos.

O deputado Felipe Peixoto, que tem a preferência do PDT e PMDB, não possui  histórico tão negativo….

Melhor Cidinha dar um pulo em New York, passear na Broadway , Central  Park,Museus etc e deixar os morros, favelas, malandros e caipiras para quem tem disposiçao. Abaixo  a reprodução de parte do discurso em que a deputada xinha os eleitores:

Com qualquer resultado, Felipe só tem a ganhar: conheça as hipóteses

Onde vai a corda,  vai a caçamba. Alguém ai tem mais duvidas?

Onde vai a corda, vai a caçamba. Alguém ai tem mais duvidas?

 

Vice de Pezão parece ser  a melhor alternativa para o  deputado do PDT Felipe Peixoto nas eleições de outubro.

Ainda que seja montado um chapão para a Câmara a Federal com o PMDB, PDT,  PP, PSD e PSC, Felipe teria que quebrar o recorde mundial do 100m rasos, posto que a disputa é com outros recordistas, em campanha  há mais tempo.

Apesar denPezão não estar bem nas pesquisas, não será difícil  desvincular sua imagem de Sérgio Cabral, que deixa o cargo depois do carnaval. Pezão é um tocador de obras, tudo que anseia o Interior do Estado, dominado por Anthony Garotinho.

Mal saído de uma campanha para Prefeito de Niterói feita em quatro meses, Felipe –apesar do sucesso, perdendo por poucos votos,-  contraiu muitas dívidas e as vem pagando em suaves prestações. Entrar numa eleição descapitalizado e  dependendo só dele é um risco desnecessário.

Pezão e Felipe Peixoto, sempre juntos

Pezão e Felipe Peixoto, sempre juntos

Além do mais, a eleição terá dois turnos. A se confirmar o que indicam as pesquisas, no segundo turno os eleitores de Felipe e Pezão serão o fiel da balança. Esse apoio poderia significar a manutenção da Secretaria de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, que vai muito bem, se fizer a escolha certa. Isso parece tranquilizar as bases de Felipe e dar-lhe um gás para começar a campanha pela retomada da Prefeitura pelo PDT, que vai ser um pega-pra-capar e talvez com a presença de Jorge Roberto Silveira, que já começa a deixar saudades. Em caso de derrota em 2014, a dobradinha PMDB e seus aliados seria reeditadaem 2016.

De certo modo isso explica o pânico que assolou o PT de Niterói depois que noticiamos aqui a preferência do PMDB por Felipe. Pavor, foram tomados de verdadeiro e irresistível  pavor…

Ser vice na chapa de Pezão não é só uma questão de inteligência, mas de sobrevivência. Vai que…