Archives for posts with tag: PM
egarrafamento

As ruas se transformaram em gigantescos estacionamentos

Protesto foi excessivo e faltou com respeito ao cidadão

Hoje, mtoristas de táxi deram um nó cego no trânsito do Rio, Niterói e Baixada. Em Niterói, os reflexos chegaram ao Largo dda Batalha, por São Francisco ou Santa Rosa.
Em protesto contra a concorência (taxista odeia que as pessoas tenham outro meio de locomoção) do aplicativo Uber, cenenas deles fecharam as saídas para os aeroportos, a ponte e à Baixada. Trafegando em comboio a baixa velocidade, ora paravam, ora partiam devagarinho pelas principis vias de acesso da capital.
O protesto foi engrossado por taxistas de Niterói e São Gonçalo, cidades que também sentiram os reflexos. No meio da manhã, gastava-se quase duas horas para atravessar a ponte. Sem contar a subida e descida dos acessos, a Ecoponte estimou esse tempo em uma hora.

taxis

Fila de táxis obstruindo os principais acessos do Rio. Foi infernal

O resultado foi catastrófico: voos perdidos, atrasos no trabalho, compromissos adiados. A estudante Rafaela Santana queixou-se por não ter chegado à UERJ: “cheguei lá na hora de voltar, perdi até uma prova que vai ser dificil fazer . O que nós temos com a queixa dos taxistas? Por que pagamos o pato?” questionou.
Em nenhum momento as autoridades aunciaram que vão multar os taxista por trafegar abaixo da velocidade mínima Os manifestantes agiram como donos da cidade enquanto população sofria.

Anúncios

NUMERO É HISTÓRICO E ATÉ PREFEITO DO PT DÁ APOIO A CANDIDATA DO PDT

 

Aos poucos, os vereadores de Niterói começam a definir seus apoios nas eleições deste ano. O primeiro a admitir que  tem  dobradinha para federal e estadual foi Gallo, e-PDT e gora no PROS ,  que vai de Chico D’angelo (PT)  e Comte Bittencourt (PPS).

Waldeck Carneiro, atual Secretário de Educação,  é o preferido pela maioria

Waldeck Carneiro, atual Secretário de Educação, é o preferido pela maioria

Sem contar que toda bancada do PT vai apoiar Chico D’Angelo para federal e Waldeck Carneiro para estadual, muita gente ainda não assumiu quem apoiará.

Renato Cariello (mis votado do PDT) disputará a indicação da vaga que cabe a Niterói com sua colega e ex-deputada Tania Rodrigues, que tem apoio da máquina do PT, através da Secretaria de Ação Social.

Outros vereadores que anunciam estar em campanha aberta são Paulo Eduardo, a federal, e Renatinho ara a Alerj, ambos do Psol. Só que a campanha não é casada, em dobradinha, o eu aparemta ser uma incoerência. Embora um vote no outro,  seus grupos estão divididos, o que parece natural ao Psol.

Renatinho  e paulo Eduardo (Esq) votam um no outro

Renatinho e paulo Eduardo (Esq) votam um no outro

Jose Vicente Filho já anunciou que eu clã político, que reúne também o vereador de São Gonçalo José Carlos Vicente e o suplente d vereador de Niterói, José Augusto, voará unido em Waldeck carneiro, numa clara resposta ao deputado Comte Bittencourt, que sempre recebeu o apoio da família porque  o agora ex-aliado se empenhou em demasia para eleger Paulo Henrique para vereador, tirando votos que fizeram falta à eleição de José Augusto na Região Oceânica.

Em compensação, Comte ganhou o reforço de Gallo e do próprio Paulo Henrique. Falta agora convencer Renato Cariello a desistir da ideia de concorrer a estadual. Não será difícil, pois ao contrário de Tânia Rodrigues, em campanha aberta pelo estado, Cariello faz uma campanha tímida, buscando apoio nas bases das polícias civil e militar.

Bruno Lessa, que já antecipou não postular a Alerj, por enquanto está sendo pressionado pelo PSDB a fazê-lo. Um certo Seu Porto, candidato a deputado federal, anda pedido votos para Bruno como estadual.

 

Tania tem apoio do Prefeito do PT para concorrer pelo PDT

Tania tem apoio do Prefeito do PT para concorrer pelo PDT

Pare e pense:
Afinal, os vândalos estão a serviço de quem?

A quem interessa a atuação deles senão aos poderosos e aos que tem medo de ver o povo protestando nas ruas?
Logo, meus amigos, não cansamos de repetir. Os vândalos foram inventados pela polícia de Sérgio Cabral, por Beltrame e incorporados por Dilma e sua tropa. São o mau de que  necessitam.

Só a Polícia não ve nem prende os seu7s vandalos(foto da internet)

Só a Polícia não ve nem prende os seu7s vandalos(foto da internet)

A coisa (as manifestações pacíficas) estava atingindo uma proporção muito séria, o povo estava indo aos milhões, pacificamente, para as ruas protestar contra a classe política e seus governantes. Não havia como conter aquelas multidões que se contagiavam de civilidade de norte a sul, de leste a oeste ao país.
E as manifestações cresciam feito bolo de padaria, aumentavam e se espalhavam até por lugares inimagináveis. Não adiantava pedir que ficassem em casa.  Cada qual tinha sua razão para ir às ruas.
Então, no melhor estilo nazifacista que criou os “subversivos e terroristas” no período da ditadura, os poderosos de hoje inventaram os vândalos e baderneiros. Eram eles mesmos, suas tropas, que se infiltraram nas manifestações para fazer arruaças e justificar que a PM praticasse todos os excessos (não só consentidos como estimulados), jogando bombas, dando tiros (de borracha, mas eram tiros na cara) a ermo. Acabaram por contagiar também um bando de porraloucas e aloprados do Psol e PSTU, presa fáceis.
E deu no que deu:  o povo foi deixando as ruas, parando com as manifestações. Vitória dos políticos e governantes, a tática deu certo, bastava que se patrocinassem (como patrocinam) os aloprados de preto. Repararam que nunca são identificados, nunca são presos preventivamente? É isso mesmo, eles são “de casa”!, fazem a baderna sob encomenda, sem repressão e assim ajudam a espantar o povo das ruas e catalizar o bordão de que “pelos pecadores pagam os inocentes”
Por que “prendem” e soltam os baderneiros com tanta facilidade? Por que seus chefes não são identificados nem suas casas invadidas e reviradas nem com mandado judicial?
Alem de desestimular as manifestações, o uso da força armada tem outro propósito: gastar material (bombas de efeito moral, balas de borracha e spray de pimenta).Para quem não sabe, há uma “indústria da porradaria” no Brasil como há a “indústria da guerra” no mundo. Vale tudo para se vender armas (quimicas, spray de pimenta, gás lacrimogenio etc)  e munição (bombas e balas de borracha), sem licitação por que é urgente.

Todo baderneiro é aliado do governo e da violência que ele pratica. Sobra sempre para o mais fraco. E a intenção é essa mesma, fazer o cidadão de bem ficar em casa, caladinho da silva.

Já assisti a esse filme.

 

Os manifestantes não invadiram o Piranhão porque não quiseram.

É fácil dizer pela TV que são vandalos os manifestantes do Rio. Mas ninguém estuda por que um movimento tão pacífico de repente se transforma.

É que paciência tem limites!

Ora, se as TV insistem em dizer que é uma minoria quem faz baderna, então, porque não cobram a prisão dessa minoria? Por que não pegam os baderneiros e algemam? Por que não denunciam os excessos da repressão policial?

Parece claro. A Polícia  quer a baderna, quer gastar latas de gás lacrimogênio, balas de borracha e tudo mais, atirando em passageiros sentados em ônibus (meu filho salvou uma idosa ferida com bala de borracha na cara, que nem participava do movimento).

(foto da internet - Cavalos sob efeito de bombas, spray de pimenta e gás ficam perdidos

Foto da internet – Cavalos sob efeito de bombas, spray de pimenta e gás ficam perdidos

O despreparo policial é terrível. Querem  provas? Eu dou.

Concentraram na frente da Prefeitura da Cidade cães, cavalos  e a tropa de choque. Tivessem mesmo a intenção de invadir o “Piranhão” (como é conhecida a sede da Prefeitura daqui), teriam se aproveitado da zona que se formou devido à imperícia policial e isso a redes de TV não mostraram.

Atiçaram os cães e avançaram com cavalos contra os “baderneiros”. Só esqueceram de “avisar” aos animais irracionais que jogariam spray de pimenta e bombas de gás. Resultado, cães e cavalos ficaram aturdidos, perdidos, incapazes de cumprir ordens. Sofreram os animais. A reação foi óbvia. Animais descontrolados, em terrível sofrimento.

Ou os PM sacrificavam, sem  proveito algum,  seus cães e cavalos, ou eles sumiriam dali por conta própria. Vários cavalos empinaram, desordenados, derrubando suas montarias . O que se seguiu foram soldados aflitos tentando dominar os bichos.

Quisessem,  os baderneiros teriam invadido o Piranhão naquela hora. Então, não são tão baderneiros assim, pois também se preocuparam com os animais e recuaram, como disse um manifestante, para que a PM parasse de jogar bombas de gás e desse modo não aumentasse o sofrimento dos cavalos, principalmente.

Será que na nossa Policia ninguém sabe que cães e cavalos não suportam gás lacrimogenio e bombas? Que isso é demais para seus ouvidos sensíveis e narinas muito mais?

Policial recusou-se a pagar o prejuízo em acidente de trabalho e teve a casa penhorada

 Um disparate. Soldado da PM de São Paulo, que bateu com a viatura quando perseguia bandidos, recusou-se a pagar o conserto e teve a casa alienada pela Caixa Economica penhorada para pagar a divida.

De nada adiantou reclamar, provar inocência. Foiu defenestrado assim mesmo

O desabafo desse chefe de família. Mas, atenção, a  imprensa não divulgou esse fato porque não gosta de PMs. Não divulgou porque está na gaveta, comprada por governantes que tem caneta, talão de cheque e um cofre à mão.