Archives for posts with tag: política

SAIBAM TODOS. EU NÃO SOU CANDIDATO A VEREADOR EM NITERÓI

Há uma pessoa, igualmente jornalista, que usa o nome igual ao meu, que é candidato a vereador na cidade. Mas não sou eu. Minha única escaramuça política foi ser candidato a Governador do Estado, ter pontuado bem nas pesquisas, mas acabei perdendo por um.

Este aqui sou eu: pobre, feio, culto, moro mal e longe, perseguido pela ditadura. Não sou candidato a nada

Uuummmmm monte de votos, milhões deles.

Querem votar no Paulo Freitas, votem, mas não sou eu.

O Paulo Freitas aqui apóia e vota em GALLO, sempre.

Anúncios
O ex-Ministro da Justiça de Lula,  Márcio Thomaz Bastos.não é mais advogado de Carlinhos Cachoeira.

Cachoeira, na CPI, ao ladode um desconcertado ex-Ministro

Blogs de Brasília dão conta de uma decepção do banqueiro, pois Márcxionãoconseguiu colocá-lo em  liberdade, como era esperado, devido à fama de infalível do escritório do ex-Ministro. Outras fontes citam o fato da mulher de Carlinhos Cachoeira ter tentado corromper o juiz do caso.
Mas os advogados  da banca asseguram que terminou o trabalho para o qual foram contratados, para acompanhar o caso na fase  policial. Mas nada falaram sobre as vezes que Márcio Thomaz Bastos esteve na CPI ao lado do bicheiro, como na foto do Correio Braziliense aqui do lado.
Ao que tudo indica,  Cachoeira não quer mais seus advogados porque eles não conseguiram a sua prometida liberdade3.

Cassino Glória vai ficar assim antes da Copa

Na surdina, como convém, o multimilionário Eike Batista reuniu-se com a cúpula da contravenção do Rio de Janeiro. Ele está empenhado na legalização dos cassinos no Brasil e vai agitar a sacolinha no Congresso Nacional. Estima que até a Igreja, a mais influente contra os cassinos, não resistirá aos $eu$ argumento$.

Eike (D) ficou furioso com os contraventores

Eike tentou um acordo com a  bandidagem. E recebeu um glorioso veto. Não foi tão fácil como comprar vaga de rainha de bateria nas escolas…. Dono do Hotel Glória, Eike Batista queria que os banqueiros do bicho continuassem escrevendo poules nas esquinas, com suas bancas de descarrego e patinhas de cavalo, em quanto ele, o Eike, monopolizaria os cassinos.

Anísio foi o mais incisivo: “Doutor, nada feito, nem no filme de Boris Karloff”.

Babou!

Dizem que desde então, os contraventores caíram em desgraça, tiveram a prisão decreta, perderam alguns milhões e estão escondidos,  pagando arrego forte ou em hospítais.

O que pouca gente sabe é que na adaptação do Hotel Glória para cassino, Eike Batista, praticamente,  não vai botar um tostão de sua fortuna. O BNDES adiantou generosamente R$ 220 milhões, na conta da Copa do Mundo (conta PróCopa). E se precisar de mais dinheiro, é só pedir.. . Ah, coitado!

O milionário nacional     queria  restaurar  o Glória como era em 1922 e foi impedido pelo Iphan, por ser um prédio tombado. Mas, dizem que não há nada que Eike (ou seu dinheiro?) não consiga e o Glória, por dentro, está exatamente como ele planejou: para ser cassino e funcionar na Copa e Jogos Olímpicos.

Anísio, da Beija-Flor, desde então caiu em desgraça

Na tal reunião, Anísio lembrou que a contravenção carioca há muito investe em cassinos, sendo sócios em empreendimentos nos países de  fronteira com o Brasil e até nos USA.

Agora, Eike vai refazer o projeto que  a Câmara receberá, dificultando tudo. A exigência de atestado de bons antecedentes será pouco.

Até parece que bilionário quer bicheiro..