Archives for posts with tag: São Gonçalo

CACIQUES TRAÇAM ESTRATÉGIA, ANALISAM NOMES E FESTEJAM UNIDADE REGIONAL

Silvio Lessa (na extrema esquerda) foi lamber a cria, Bruno, único a tomar gosto pela politica

Silvio Lessa  foi lamber a cria, Bruno, único a tomar gosto pela politica

O PSDB de Niterói bateu tambor hoje de manhã (22/02/14) lideranças regionais do partido na Câmara Municipal. Casa cheia para firmar posição acerca das eleições de outubro. Sob a presidência de Bruno Lessa, ficou acertado que os diretórios das cidades de Niterói, São Gonçalo, Maricá, Itaboraí, Tanguá, Rio Bonito  e outros municípios da microrregião de Niterói.

De certo mesmo é que Bruno Lessa descartou a possibilidade de concorrer à Alerj. “Olhando esse quadro atual, eu queria mesmo era concorrer ao Governo do Estado, mas não tenho idade”, brincou com a “maioridade eleitoral”, pela qual somente pessoas com mais de 35 anos podem disputar os governos estaduais.

A casa estava cheia e não faltou quem batesse muito nos prefeitos de suas cidades, denunciando o uso da máquina pública em benefício de candidatos ungidos por eles. Também chamou muita atenção a quantidade de pessoas que, decepcionadas com o PT, migraram para o PSDB.

Entre os presentes, destaque para o ex-deputado Silvio Lessa, prestigiando o filho.

Anúncios

MESMO SABENDO QUE É MENTIRA, JORNAL TENTA VINCULAR PILANTRA A GALLO

Mais uma vez o jornal O Fluminense chutou pra fora  pênalti sem goleiro.

Irresponsavelmente, o jornal publica na edição online de hoje (15/02 – vejam aqui ) matéria garantindo que um cretino, chamado Leonardo de Souza Pinto, era funcionário do Gabinete de Gallo. Trata-se de uma cretinice do repórter, do editor e do jornal, que desprezaram o contraditório, deixando de ouvir pessoas que efetivamente trabalham no gabinete.

Dá pra desconfiar da matéria desde o começo, pois é o jornal quem assume a responsabilidade pela informação, dando mais ênfase ao fato do criminoso ser do Gabinete do Vereador Gallo (e não é) e sequer informa a data dos crimes praticados para possibilitar uma conferência dos interessados e curiosos.

Cristalino se revela na reportagem que Gallo e nenhum outro servidor do gabinete esteve envolvido no caso. A própria investigação deve ter concentrado forças em Gallo e nada se provopu. Sabem por que? Porque Gallo, em que pese o mal juízo que se faz dele, é um político puro, não adota essas práticas e nenhuma outra  degradante.

É uma pena que um jornal como O Fluminense tenha dado esse tratamento à noticia, intrigando Gallo com a sociedade local.

Pior: o jornal mantém a página do ar mesmo sabendo que não existe vínculo do facínora com Gallo. Covardia, muita covardia.