Archives for posts with tag: SBT

canarinhoMais um negro e baiano ue fez sucesso: Canarinho, o humorista do SBT e que  despontou para o sucesso ao lado de Ronald Golias, morreu na data de hoje, em  S]ao Paulo. Fica o registro da nossa saudade e solidariedade `dor da família. O céu devia estar preecisando de mais algeria e agotação, com certeza1

Anúncios

DONO DA LAMSA É AMIGO DE LULA –

Desculpem o perdido que lhes dei. Volto numa hora em quer sinto vergonha de minha categoria. Essa cobertura jornalística do acidente na passarela da Avenida Carlos de Lacerda (Linha Amarela) transformou-se num jabá para proteger políticos  que estão no poder por ser ano de eleição e poderosas empresas, de amigos poderosos. Não por culpa dos repórteres, que denunciam, mas suas matérias vão parar no lixo.

Na foto do Estadão (SP), a caçamba ficou levemente amassada e se desprendeu do cavalo (o caminhão), como havia de ser. A passarela foi mal feita.

Na foto do Estadão (SP), a caçamba ficou levemente amassada e se desprendeu do cavalo (o caminhão), como havia de ser. A passarela foi mal feita.

Está claro que o caminhão derrubou a passarela.

Mas eu pergunto: que droga de passarela é essa que, ao invés de despedaçar um relés caminhão, deixa-se desabar?. Que resistência tem uma passarela sustentada por parafusos? A grande verdade é que nossas intocáveis autoridades (cujo os jornalistas as defendem e lhes encobrem as vergonhas!!) fizeram uma obra de merda, suscetível a cair a um simples toque de uma caçamba.

Ora, o caminhão é que teria que sair despedaçado caso houvesse preocupação de fazer uma obra segura.

Afinal, aquilo ali é para travessia de seres humanos, para salvar vidas e não garantir que máquinas loucas tenham apenas arranhões. E os registros de acidentes e quedas de passarelas são constantes, especialmente no Rio. Um caminhão-caçamba jamais poderia ser mais resistente do que a passarela.

Agora, essas passarela de m…  que se constrói no Rio lembram as casas de palha dos três porquinhos: desabam com um sopro.

No que depender dos coleguinhas que comandam as redes (pobre de nós,. pois o  Turco, por exemplo, está no comando geral  jornalismo global, algo parecido a Xuxa no comando de uma nave espacial. Daí, não falam nada sobre responsabilidade da Lamsa, que sequer se dignou a mandar instalar uma passagem provisória para os favelados. Essa proteção à administradora da Avenida Governador Carlos Lacerda tem uma justificativa: o dono da Lamsa, José Alberto Beranger Gallo é amigo do ex-presidente Lula, atualmente presidente ad  hoc do Brasil. Olha a foto dos dois, em exultante alegria!

Até quando acidentes assim vão continuar ocorrendo? Quando se mudará a política de segurança, quando se construirá passarela capazes de destruir um caminhão e não ser destruída por ele?

Todos vimos, a passarela é parafusada, articulada, de modo a cair mesmo ao menor impacto. Mas nossos veículos de comunicação estão à caça dos vermes. Simples assim.

Em Niterói, o Vereador  está finalizando um projeto de lei que impõe condições rigorosas de segurança para que uma passarela seja construída. A matéria será apreciada quando acabar o recesso da Câmara Municipal. Assim é que se faz.

É a mais pífia, infame e covarde a cobertura das principais redes de televisão do País das manifestações Brasil afora. É patético o esforço das rádios e TV  em querer desacreditar o movimento, tanto que nenhum manifestante capaz de expressar a vontade da massa é entrevistada ou convidada a dar entrevistas. Jô Soares, que posa de moço bom,nem sonha em entrevistar uma liderança dessas. Claro que elas existem, mas a imprensa boicota.

Então o que é esse comportamento?

Falso jornalismo, uma provocação aos manifestantes, que reagem atacando as equipes nas ruas enquanto os chefões ficam trancados em salas (ou igrejas) refrigeradas.

Primeiro, demonstrou-se que apesar delas, as manifestações reuniram milhões de brasileiros. Fez lembrar as “Diretas Já”, à qual aderiram depois que assumiu proporções  gigantescas. Sem contar os simpatizantes,que adorariam estar protestando também.

Agora, acontece o mesmo e até com justificados excessos. Nossos jornalistas executivos, os chefões,  não estão preparados para lidar com a verdade nua e crua. À  vida toda, sempre manipularam notícias, fazendo do povo a sua massa de manobra. Se dependesse da imprensa, não haveria manifestação.

Repararam que ninguém (à exceção de São Paulo)  NÃO pergunta nada ao governador Sérgio Cabral  ou ao Prefeito Eduardo Paes? Eles usam antenas e microfones para falar o que bem querem, sem qualquer objeção. Não se assiste ao repórter questionando, fazendo a voz da sociedade. Então, vão para o buraco, pois os dias dessas redes estão contatos. Enquanto insistirem em defender os crápulas,os corruptos, os canalhas que se transvertem de autoridades.

Nada é eterno. Até Roma caiu. O poderoso Império Romano do Ocidente caiu um dia, pelos bárbaros.