Archives for posts with tag: Zé Vicente

Segredo está na atuação vigilante da Câmara Municipal

Niterói é o o único município do Estado do Rio que não mergulhou em crise na transposição de governo. Não que o prefeito Rodrigo Neves tenha sido competente. Muito pelo contrário. O sucesso de Niterói está na competência da CÇamara Municipal. Entra governo, sai governo, Niterói mantém a estabilidade. Enquanto outros municípios amargam salários atrasados, cofres vazios, divida de mont e salários atrasados, Niterói parece navegar num oceano de tranquilidade.

Reportagena da grande impressa mostram o estado caótico de todas as cidades ao redor de Niterói. Culpa apenas e não falam da co-autoria dos vereadores da cidade. Em Niterói, os vereadores trabalharam de olhos bem abertos, vigilantes na fiscalização do prefeito, o que impede que a cidade seja mal administrada. Quem define bem isso é o decano dos vereadores, Luiz Carlos Gallo, Primeiro-Secretário da Mesa e atualmente licenciado.

– Os vereadores de Niterói tem ética, compromisso com a cidade. É essa ética, que está no consciente de cada vereador,   que possibilita à Câmara manter com braço forte a administração pública. Observe que cada presidente que assume a Mesa Diretora lidera seus pares tendo em vista o interesse público. Foi assim com Zé Vicente, Comte Bittencourt e agora com Paulo Bagueira, quando números prefeitos passaram sem que  na transição de um governante para o outro fornecedores e funcionários ficassem sem receber. É certo que Rodrigo Neves está fazendo um excelente governo e isso facilita nosso trabalho.  Dói ver tanta gente sofrendo em outras cidades, mas em Niterói nós fizemos a coisa certa e o resultado todos estão vendo.

Entra ano, sai ano, a Câmara de Niterói tem sido o esteio para o sucesso das administrações municipais. Entra prefeito, sai prefeito e a cidade se mantém estável e saudável.

Vice-prefeito de Niterói, José Vicente Filho (PPS), segundo a listagem do Tribunal de Contas do Estado não poderá ser candidato este. Segundo o TCE, José Vicente foi condenado no julgamento de suas contas na época em que foi presidente da Câmara Municipal, no episódio conhecido como “Farra do Paletó”, em que ordenou pagamento indevido a vereadores e teve que devolver a quantia aos cofres públicos.

José Vicente Filho (de frente) teve o nome incluído na lista dos “Ficha-suja” do Estado do Rio pelo TCE

O fato de constar da como “ficha suja”, a decisão sobre o registro ou não de candidatura é do TRE-RJ, pois José Vicente devolveu o dinheiro aos cofres públicos com juros e correção monetária. Mas a justiça tem entendido que o fato de repor o dinheiro nao isenta o “ficha suja” de culpa.

José Vicente foi vereador por 11 mandatos, um recorde no país, interrompido para ser vice-prefeito de Jorge Roberto Silveira. Ele pretendia concorrer a vereador e lançar o irmão, José Augusto, que também é vereador do PPS como vice na chapa de Jorge Roberto.