Querendo ou não, decisão de eleição em Niterói só no tapetão

jorge e rodrigo

Jorge Roberto (Esq.) e Rodrigo Neves estão unidos (foto do Globo na internet)

 

Em recente decisão, em agosto de 2016,  o Supremo Tribunal Federal – STF tomou decisão (veja aqui) que vai beneficiar a chapa de Rodrigo Neves, impugnada pela justiça de primeira instância. De acordo com o STF, o Tribunal de Contas não tem poder de julgar contas de prefeito, governadores e presidente. Ministros progressistas do STF, como Gilmar Mendes Marco Aurélio e Carmem Lucia lideraram uma corrente que entendem que somente  são inelegíveis os candidatos que tiveram as contas reprovadas pelo Poder Legislativo. Tanto no caso de Axel Grael e Comte Bittencourt, nenhum deles teve contas rejeitadas pela Câmara ou Assembleia Legislativa.

Como a coligação de Rodrigo Neves já havia comunicado ao TRE a substituição de Axel por Comte Bittencourt, nada impede que este dispute sub-júdice ainda que não tenha apresentado as certidões.

A grande dúvida, no entanto, diz respeito ao que o TRE fará com a chapa. Nesses casos, justiça eleitoral admite a disputa sub-júdice, conta os votos, mas não os divulgam, considerando-o votos nulos par efeito de cálculo até decisão final. Porém, o TRE tem três dias para proclamar o resultado da eleição e indicar se haverá segundo turno (no caso do mais votado obter mais de 50% dos votos válidos).

O TSE entende por validos os votos que não sejam nulos e em branco. A se manter o quadro atual em Niterói, a chapa de Rodrigo (com Comte Bittencourt) pode disputar o pleito, mas o TRE tem que se pronunciar sobre os recursos de Rodrigo em 72 horas. Ainda assim, novos recursos podem ser apresentados pelos seus concorrentes e o Ministério público eleitoral.

 

Em junho, ele foi resgatado de uma escolta da PM no Hospital Souza Aguiar

fat

Bandido Fat Family veio do Rio para assombrar Niterói e São Gonçalo, agora é cadáver

Estava escondido na comunidade da Fazenda dos Mineiros, entre Salgueiro e Itaoca, o bandido conhecido como Fat Family, de 28 anos, resgatado em junho do Hospital Souza Aguiar.  Isso prova que Niterói e São Gonçalo são rotas preferidas do crime organizado. Policiais da Core investigavam uma pista de traficantes e depararam com um grupo armado de fuzil.

Era o bando de Fat Family, que alvejou a guarnição d Policia Civil. Morreram Fat e mais dois guarda-costas ainda não identificados. O bandido era um da mais procura e chefiava o tráfico e drogas no Morro de Santo Amaro e Pedro Américo, no Catete. Em junho, uns bandos de 20 homens entraram no Hospital Sola Aguiar e o resgataram da escolta da PM. Foi uma escaramuça de repercussão mundial, nas vésperas das olimpíadas do Rio.

Rodrigo Neves governou para empreiteiro que tungou a Petrobrás

Mais do que nunca o eleitor de Niterói está sujeito a um golpe bem à moda do PT para vencer as eleições. Para consolidar seu projeto político, Rodrigo Neves precisa vencer as eleições para garantir espaço ao PT e um vergonhoso esquema de favorecimento de empreiteiro preso na Lava-Jato. Em resumo: tenta a reeleição para abrigar os petistas e o seu investidor (condição confessada em delação premiada), Ricardo Pessoa, dono da UTC. A denúncia foi feita pelo deputado Flávio Serafini, do Psol, em debate om Rodrigo Neves.

O cúmulo dos absurdos ocorreu quando Rodrigo Neves rasgou todos os contratos para a construção do túnel Cafubá-Preventório sem ônus para o município e contratou uma construtora de Ricardo Pessoa para executar a obra com dinheiro público. Poderia ter usado o dinheiro para despoluir as lagoas de Piratininga e Itaipu, mas preferiu beneficiar o padrinho, o “investidor” de sua campanha, preso na Lava-Jato.

A ligação Cafubá-Preventório deveria ter pedágio, a ser pago pelos ricos de Icaraí, São Francisco e Camboinha, maiores beneficiários daquela obra. Mas preferiu endividar a cidade e fazer famílias obres de Zona Norte pagarem por algo que a rigor não lhes serve em nada. Há várias ligações da Zona Norte à Região Oceânica, como Ititioca, Garganta, Sape-Caramujo, Maria Paula, Tribobó (caminho mais curto e rápido para a Av. Central, Engenho do Mato e Itaipu), Estrada da Cachoeira.

Quem em Pendotiba, Rio do Ouro, Várzea das Moças, Engenho do Mato não precisa usar o túnel para sair ou voltar para casa.  Assim como moradores do Fonseca, Riodades, Cubango, Santa Rosa, Engenhoca, Barreto, Santa Bárbara, Caramujo e bairros vizinhos não necessitarão passar pelos túneis 100 milhões contraído por Rodrigo Neves.

O “INVESTIMENTO” DO BANDIDO

Ricardo Pessoa aceitou colaborar com a Justiça em troca de uma pena menor. E disse ao Juiz Sérgio Moro, da Operação Lava-Jato, que os milhões doados a Rodrigo Neves vieram do esquema criminoso da Petrobrás. Revelou que se tratava de “um investimento”, dinheiro aplicado para receber de volta quando Rodrigo se elegesse. E deu no que deu.

A Lava-Jato gravou conversas entre Rodrigo Neves e Ricardo Pessoa, a quem o empreiteiro chamava de Chefe. Dois dias depois a ter uma ligação entre os dois interceptada pela Policia Federal, Pessoa foi preso e Rodrigo Neves, seu Chefe, protegido pela imunidade política.

 

 

Pesquisa revela que Rodrigo e Felipe estão empatados

rodrigo e pessoa

O Rei das Propinas, Ricardo Pessoa (esq.) chama Rodrigo Neves de chefe o tempo todo da gravação

Leitura atenta da pesquisa GPP/Universo indica que 80% dos niteroienses não votariam num candidato envolvido na Operação Lava-Jato, como é o caso do atual prefeito da cidade, Rodrigo Neves, do PV.  A pesquisa, registrada no TSE sob o número 06.731/2016, foi contratada pela Fundação Universo e realizada nos primeiros dias deste mês.

A amostragem revela que 60% dos eleitores consideram que a saida de Rodrigo neves do PT foi por oportunismo. Só 11% disseram que foi por postura ética. Esta situação se complica mais ainda porque o PT continua com Rodrigo Neves, chegando ao ponto de em lançar candidato próprio para apoiar Rodrigo. Outro dado que pesa muito  contra Rodrigo é o apoio do ex-prefeito Jorge Roberto Silveira à sua candidatura. 56,6% dos eleitores ouvidos desaprovam a aliança e 18,7 aprovam. 24,7 não souberam avaliar. No entanto, 61,1% dos que responderam à esquissa disseram depois não saber que Jorge estava apoiando Rodrigo Neves.

Em razão disso, Rodrigo Neves nem quis um representante do PDT como vice. Um dado marcante da pesquisa revela que Felipe Peixoto é o preferido dos eleitores de 16 aos 34 anos. Os mais velhos preferem Rodrigo Neves.

Com o início da campanha eleitoral, Rodrigo tem muito a explicar, em especial sua espantosa proximidade com os bandidos Lava-Jato, como José Dirceu, os tesureiros do PT e o indefectível Ricardo Pessoa.

Jornais “do prefeito” boicotam Felipe Peixoto e omitem convenção.

convenção felipe

Só o jornal “O Fluminense” não sabia da convenção do PSB

 

O  Ministério Púbico Eleitoral não vê, mas até o mais idiota dos homens vai perceber que os veículos de imprensa de Niterói estão vendidos ao Prefeito Rodrigo Neves.

O arauto dessa campanha mórbida e ignóbil é o jornal “O Fluminense”, que acintosamente, na edição eletrônica, desconheceu que o PSB fez ontem sua convenção, coligando-se com o PSDB, que desistiu de lançar candidato.

Esperem só para ver depois de manhã, quando acontecer a convenção de Rodrigo Neves. O Fluminense haverá de ser generoso e fiel ao esquema de abuso do poder econômico que está marcando essa eleição.

Essa predileção dos jornais de Niterói contraria o que dispõe a legislação eleitoral.

PV deve lançar chapa “puro-sangue pangaré”, isolando o PDT

Já está tudo pronto para as principais convenções partidárias para as eleições em Niterói. O ex-deputado Felipe Peixoto, do PSB, vai promover sua convenção dia 2 de agosto. Às 17 horas, será proclamado o resultado, deixando em aberto a possibilidade de coligação com vários partidos, a critério da Comissão Executiva, o maior deles o PSDB, que deverá indicar o ice.

Rodrigo Neves vai promover a convenção do PV será. no dia 4 de agosto, o mesmo horário. Apesar da garantia do Partido dos Trabalhadores na sua coligação, Rodrigo quer os petistas longe para não contaminar sua campanha. Até agora, o prefeito não explicou a razão de ter saído do PT. Nos meios políticos sabe-se que foi uma forma de evitar o desgaste de ser petista e enganar o eleitor.

Ao contrário do ue foi acertado, o PDT não deverá indicar o vice-prefeito d chapa, que srá um legítimo “puro-sangue pangaré”, com Grael de vice mais uma vez.

 

 

 

pesquisa

Ninguém  sabe de onde veio o dinheiro ara pagar a pesquisa, quem pagou e muito mais…

Silêncio torna evidente a tentativa de fraude para beneficiar Rodrigo Neves, ex-PT.

Desde que a Justiça Eleitoral mandu tirar do ar e proibiu a veiculação de uma pesquisa eleitoral falsa, ninguém apelou da decisão, indicado que era realmente uma farsa para favorecer o prefeito Rodrigo Neves, ex-PT e agora no PV de Niterói.

Pela pesquisa fajuta, um site chapa branca (só dá notícias a favor do prefeito e contra seus adversários) Rodrigo Neves aparecia na frente da referência popular e seu principal oponente, o ex-deputado Felipe Peixoto aparecia em terceiro lugar. A pesquisa não foi registrada na Justiça Eleitoral, não informou quem pagou por ela, nem a metodologia que permitiria ao TER DE aferir sua veracidade. Em resumo, uma fraude para beneficiar Rodrigo Neves, que o Juiz Alexandre Scisinio mandou tirar do ar.

O advogado Heraldo Fonseca, especialista em direito eleitoral, entende que cabe uma ação por abuso de poder econômico do prefeito. “Está evidente que a intenção era beneficiar Rodrigo e prejudicar Felipe Peixoto. Ainda que alegue não ter sido o autor, como agem seus amigos do PT, o resultado tinha o sentido de influenciar na vontade do eleitor, de influir na sua escolha. O Ministério Público eleitoral tem a obrigação de apurar”.

 

 

 

 

Partido decide coligar com o PV (prefeito) e PPS (vereador)

robert

Robert Voss, presidente do PSL de Niterói

O Partido Social Liberal – PSL – de Niterói realizou sua convenção municipal com vistas as eleições de outubro. O partido decidiu por delegar poderes à Comissão Executiva para se coligar com outros partidos com vistas à eleição para vereador e com o Partido Verde – PV para prefeito e vice-prefeito.

Segundo o presidente da legenda, o administrador Robert Voss, os filiados preferem que seja feita coligação com o0 PPS. “Em razão disso, optamos pela escolha de candidatos com perspectiva de grande votação de modo que o partido tenha uma grande representação”. Voss estima quer uma coligação com o PPS pode eleger quatro vereadores.

– Estamos apresentando cinco nomes com grande peso eleitoral e a se confirmar nossas previsões esperamos eleger todos os que indicamos – estimou o] presidente do PSL.

Sobre coligação majoritária, Voss disse que “caminhar com Rodrigo Neves era uma tendência natural, pois o partido tem a liderança do governo na Câmara Municipal. Agora, é trabalhar para que nossa coligação vença no primeiro turno.

Os candidatos a vereador do PSL serão: Luiz Carlos Gallo de Freitas, com o número 17000; Cláudia Regina de Azevedo Fernandes, 17888; Mário de Mello Figueiredo Junior, 17333; Alcimar de Castro Brandt, 17110 e Fábio da Silva Veloso, 17777. A convenção foi prestigiada por Eduardo Caminha, chefe de gabinete do Deputado Comte Bittencopurt, presidente regional do PPS,

Delegado Rayol vai ajudar a derrotar Rodrigo Neves. Como no combate ao crime, quer por fim à farsa do governo do PT


Por Paulo Freitas – O delegado federal Antonio Rayol, do PSDB,vai abrir
mão de sua candidatura a Prefeito de Niterói e  será indicado pelo partido para vice-prefeito na chapa de Felipe Peixoto (PSB). Essa possibilidade foi admitida pelo ex-deputado Silvio Lessa, presidente do PSDB em Niterói e articulador da pré-campanha de Rayol.
– É uma tendência – foi udo o que disse o líder do PSDB na Câmara Municipal, vereador Bruno Lssa, filho de Silvio, sem negar nem confirmar. Nos últimos dias, todos tem se reunido e alinhava os rumos ue deve tomar a coligação e traçando projetos para uma eventual vitória no primeiro turno, com ênfase na segurança pública, saúde e educação.
Rayol é um policial de elite que chegou aos maiores níveeis na Policia Federal. Caberá a ele desenvolver a política de segurança pública para a cidade de modo a frear a violência que aumentou no governo de Rodrigo Neves. Sobre a composição com o PSB de Romário e Felipe, Silvio Lessa já havia se manifestado em entrevista ao repórter Andeson Madeira:
– Precisamos nos unir já para vencer o petismo em Niterói. Felipe e Rayol representam a nova politica, tem novos horizontes e tem os mesmos ideais de honra e dignidade. Natural que acabassem  se juntando em pról  do melhor para a cidade – anunciou Silvio Lessa em matéria do diário “A Tribuna”, de Niterói.
No contexto da aliança, o delegado Antonio Rayol irá comandar toda politica de segurança pública de um eventual governo de Felipe Peixoto. Ele obteve a certeza de irrestrito apoio às propostas que vinha defendendo, como a do aniquilamento do tráfico de drogas via o combate à dependência e formação centros de acolhida de viciados.

CENTROS DE RECUPERAÇÃO

Como não existem centros públicos para recuperação de drogados, a idéia de Rayol é criar vários deles Onde houver necessidade, onde o tráfico se mostrar soberano, a prefeitura vai atuar, tirando dependentes do vicio e impedindo que outros entrem.
A maior parte dos crimes praticados n cidade está relacionada com o tráfico de drogas. Rayol propõe que a Prefeitura e outros órgãos trabalhem na assistencia aos viciados e desenvolvam programas de erradicação da dependência química na cidade. Só desse modo, sem consumidor, as drogas deixariam de represesentar o braço do crime na cidade.
Rayol deverá ser o super-secretário de Felipe, encarregado de implantar r todos os programas que havia elaborado para sua campanha, caso fosse concorrer pelo PSDB. Todos os compromissos assumidos na pré-campanha de Antonio Rayol serão cumpridos por ele mesmo.

Em recente publicação nas redes sociais, o Delegado Rayol denunciou  que existe um conluio entre traficantes e politicos de Niteói, associando o aumento da violência na cidade à promiscuidade entre o crime organizado e agentes políticos.

Surpreendente, como sempre, artista  está impossibilitado de continuar na Terra

ivald de cachecol

Ivald Granto Filho

Ivald Granato não morreu hoje, vitimado por um enfarte fulminante. Só assim, dormindo para ser vencido com tanta facilidade. Perdeu seu corpo físico, como perderemos todos um dia, e voltou para casa, seu mundo-próprio, morada de seu genial espírito.
Viveu na terra por 65 anos, nos Campos dos Goitacás, Rio de Janeiro (UFRJ) e por último em São Paulo, mas cortejou com todos os lugares do mundo, em especial a América Latina.
Foi inspiador de Raul Sexias, o maluco beleza, precisa dzer mais nada?.
Não vou a enterros, não gosto de enterros e também não acredito na morte. Do contrário estaria ligando para Ivan, seu irmão mais velho que ele e subiria pra São Paulo.
Ivald não morreu porque é imortal por suas obras. É que a morte é apenas uma convenção humana, não alcança os maiores valores da verdadeira vida, que é a espiritual. ivald 14
Toda matéria, em especial a humana, transforma-se (nasce, cresce, floresce e fenece). Já o espirito, a força que habita os corpos, evolui, adquire mais sabedoria e compressão e não as perdem mais, nem com a desencarnação, do contrário continuaríamos homens das cavernas.
Grande peça nos pegou Ivald Granato Filho. Faço ideia a tristeza que acomete a tantos amigos e admiradores. Mas, Ivald foi generoso até na morte. Deixou no Facebook uma espécie de “Melhores Momentos” de sua criação. Vou lá, salvar tudo para mim. São centenas de imagens espetaculares.
Da familia só conheci o Ivan, advogado sagaz e brincalhão, de coração mole e que ficou pelos Campos matando um leão por dia. E por seu intermédio, dileto amigo, expresso meu pesar pelo prematuro desenlace e conforta-me saber que a gente não morre nunca, por mais que queiram.

 

Eis aqui parte do curriculum que Ivald escreveu:

1949
  • Nasce em Campos – RJ
  • Vive em sua cidade Natal até 1966, onde começou a desenhar desde muito cedo, por influência dos pintores cubistas
1966
  • Estuda com Robert Newman
1967
  • Ingressa na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro
1968
  • Participa de manifestação sobre o surrealismo na dança espírita
1969
  • Ganha prêmio sobre dança surrealista
1970
  • Viaja pela América Latina onde estudou cores
1970
  • Desenvolve manifestação que reuniu dez mil pessoas em praça pública com movimentos de artes plásticas, música, teatro e seu casamento
1973
  • Dá aulas na Escola Documenta, formando o grupo Gral (Astarde – Lia Amaral – Gretta e Rosa)
1973
  • Faz, com Otávio Pereira, uma suíte de 22 imagens de litografias
1974
  • Lança “Procura-se”- projeto marginal
1974
  • Participa de manifestação com banda musical e distribuição de impressos – SP
1974
  • Participa de “Manifestação Veloz Man” – SP
1975
  • Envia “Impressos board e bicho verm”
1975
  • Viaja para Europa e mostra a “Mala Amarela”. Circuito de 10 galerias
1975
  • Propõe manifestação para Amsterdã “Proposicion nº 1”
  • Envia, de Paris, congratulações a L’avant Garde Bresilienne
1976
  • Viaja para Europa, envia Bordy com documentário por Seis países!
  • Cria a Granato’s production
  • Desenvolve o manifesto Plural, recusado pelo Prof. Walter Zanini, após um convite feito ao artista para uma mostra em Michigan, só aceitando o conceitual já ligado a corrente da época
  • Lança um Manifesto “Artista em busca da profissão”
  • Propõe seção devolução – 15 envios
1977
  • Scrochett. Propõe sua imagem hoje
  • “Art is myself”
  • “Adote um artista, não deixe ele virar professor”- tiragem de 2000 exemplares
  • Coleção de inverno. Proposta inversão de imagem.
  • Animação litográfica – Stúdio Tucuita
  • Produção da exposição “Os clóvis vêm aí” – Aloízio Zaluar Centro de Psicologia Moderna
  • Leitura Caos – Consciente – Controlado
1978
  • Produz os “Mitos vadios”- art performance – evento
1979
  • Produz a exposição Ziembinsky, juntamente com o Gabinete de Artes Gráficas
  • Conclui o livro 14 anos art de performance
  • Produz e participa da mostra de espaço alternativo
  • “My name is Glória” – arte cartaz
  • Edita a 1ª revista de psicodrama Fedrap, junto com Massao Ohno
  • Manifesto Beuys
1980
  • Programa de arte na televisão – produção
1981
  • Realiza Painel em Búzios – RJ
  • Edita, junto com Marcelo e Anibal, o “Peru Molhado” – Jornal de Búzios
  • Intensifica o trabalho na pintura pluralista
1983
  • Faz série de 18 desenhos que constituem o “Prêmio Sintonia”, atribuído pelo Centro de Rádio
  • “Roupa como arte” – faz 62 modelos das camisetas Vogue
  • Litografia – Arte Selvagem
  • Programação gráfica do 1º disco a cores no Brasil
  • Faz o cenário, cartaz e complementos gráficos para o show “Kaos – o novo amanhecer”
  • Organização e direção de palco do show “Kaos – o novo amanhecer”
  • Faz a apresentação do artista plástico Ivan Kudrna para a exposição do Museu da Casa Brasileira
  • Faz apresentação de Pitanga do Amparo para o Simpósio de Arquitetura e Urbanismo em Buenos Aires
  • Pintura do Painel sobre “Os Direitos Humanos”- Centro Cultural de São Paulo
  • Recebe convite para a exposição itinerante “Cor e Desenho do Brasil”, que percorreu, em 84, a Espanha, França, Inglaterra e Bélgica
1984
  • Participa da “1 Bienal de La Habana”
  • Participa da “4 Bienal Iberoamericana de Arte”, na Cidade do México em julho/agosto de 1984 .
  • Expõe na Galeria Maeder, em Munique, Alemanha.
  • Faz Performances em Munique e Balileia (Suiça) .
  • Lança os adesivos “top Secret”/ “Gaiato”/ “Moderne Kunst”/ “Ivald Granato in Performance” .
  • Entrega de prêmio aos premiados do Salão Paulista.
  • Faz capa para o jornal Folha de São Paulo – Campanha das Diretas Já.
  • Faz painel com mais oito artistas para a campanha do presidente da Nova República.
  • Vídeo colagem de alunos da Faap.
1985
  • Realiza capa de disco do Trio Elétrico.
  • Lança Bandeira – Cristal – Nova República.
  • Doação do Painel “Viva a Pintura” – M.A.M. – São Paulo/SP.
  • Doação Rio – Solidariedade ao México.
  • Pinta bandeira Fernando Henrique Cardoso – SP – Setembro.
  • Capa Veja, encarte especial São Paulo.
  • Produção Vídeo Non Plus Ultra Tudo.
1986
  • Homenagem a Picasso – Desenho – Capa da Around nº 29.
  • Faz desenhos especiais para casa. A moda vista por Granato – Capa da Folha de São Paulo.
  • Faz o ensaio fotográfico Granato Velho ( Pablo de Giulio).
1987
  • Debate jubileu de Prata – Arte e o Inconsciente – Campos.
  • Perfil – Veja São Paulo.
  • Capa do livro “Mercados e Leilões” de Julio Louzada.
  • Calendário Prológica – SP.
  • Doação de uma obra para a produção do Teatro Performance “Espelho Vivo” – baseado na obra do pintor surrealista Magritte.
  • Recebe 60 crianças da seis série da Escola Maria Imaculada no atelier
  • Participa do programa piloto eureka na TV Cultura
  • Minha Cidade – “Toques de artista nos segredos do samba” – Playboy – São Paulo.
  • Entrevista no programa de rádio da Cultura AM – as melhores músicas de sua vida.
1988
  • Fausto Silva – participação Jorge Mautner. Pintura de papel.
  • TV Mix – presença da escultura e diálogo por telefone.
  • Festa de Barcelona: Exposição Zaragoza,Gerchman, Granato, Renata Barros – Ane Curmelha.
  • Curso de aquarelas – Guaratinguetá. Centro de Cultura Rodrigues Alves.
  • Recebe convite para fazer o carnaval de Madrid em 1989 com Rubens Gerchman.
1989
  • Viaja a Europa para mostras de esculturas – Galeria Maeder – Alemanha.
  • Termina suite de gravuras em metal no atelier – Claudio X Marcelo.
  • Ilustrações para o lançamento da revista “WE”.
  • Série de porcelanas para mesa.
  • Arte em Jornal – Jornal da Tarde
  • Projeto do Painel Eletrônico (Anhangabaú) – Bienal de São Paulo.
1990
  • Participação de mesa Redonda – Futebol 90 – TV Cultura – SP.
  • Pintura de Painéis para Vídeo comemorativo dos 70 anos da Folha de São Paulo.
  • Prêmio melhor ilustrador do ano – Editora Abril.
  • Pantanal – Sete Visões – Brasília/Rio/São Paulo.
  • Participação da um Trienal de Osaka, Japão.
1991
  • Prêmio Aquisição para sua tela “Atakem” – 1a Trienal de Osaka, Japão,
1997
  • Projeto Vitrine Petrobrás.
1998
  • Produz o cheque cardápio.
  • III Mostra Nacional de Vitrines.
1999
  • “Projeto Kibom” Arte Pintura Temática, Coletiva.
  • “Projeto Telefônica” 600 gravuras especiais para lançamento da fibra ótica.
  • Viaja para Espanha para estudar a pintura do seculo XVII. E a producão contemporanea.
2000
  • Entra no acervo do Bar LE KOQ. Famoso bar de Madri aberto há oitenta anos e frequentado por vários artistas e intelectuais, com um famoso acervo de seus habitues. Pintando seu símbolo “O galo”.
2001
2002
  • Recebe em Campos sua Cidade Natal .uma homenagem da Folha da Manha.Pelo destaque da sua obra no período de 35 anos de atividade artística.