Archives for posts with tag: Jorge Roberto

Anúncio não foi bem recebido nas redes sociais

A Aliança Rodrigo Neves-Jorge Roberto Silveira levou uma surra na internet, evidenciando que o prefeito além de estar mal servido de assessor de imprensa está pior ainda quando se trata de assessoria digital. Em todas as publicações que se espalharam nas redes sociais, predominaram críticas veladas e compartilhamento negativo acerca da aliança.
A Aliança foi incapaz de montar uma assessoria digital para fazer face ao processo, desprezando a era das redes sociais, onde ferramentas como Whatsapp e Snapchat junto com ferramentas já consagradas como facebook e twitter desempenham papel fundamental para construção de uma boa imagem. A aliança se comporta como se esses meios fossem um elefante branco, como se não existessem, mas quando forem abrir os olhos já será tarde.

Esta eleição será vencida por quem melhor puder explorar a internet, meio pelo qual se pressionou até afastar uma presidente da República. Na internet os candidatos deverão duelar, como está fazendo, por exemplo, o delegado Antonio Rayol, que não perde tempo, compartilha, critica, bombardeia adversários com precisão.
Dispor de uma estrutura fenomenal como tem Rodrigo Neves e não a utiliza para ao menos defendê-lo na internet demonstra o quanto está despreparado para esse novo estilo de fazer campanha.

Cade a turma que tem boquinhas na Prefeitura, que nem serve para defender quem, em última análise, lhes permite desfrutar das tetas oficiais? A leitura que faço é que parecem ter vergonha de defender a aliança e preferem ficar em cima do muro para depois dizer que é quem vencer “desde criancinha”.

Só pode!

Anúncios

Políticos revelam certo alívio com aliança do PDT


“Eu já sabia”. Foi com esta expressão sem surpresa que o pré-candidato Felipe Peixoto reagiu a notícia da “Grande Aliança” formada pelo PDT . Felipe, que trocou o PDT pelo PSB, reagiu às criticas dos caciques pedetistas ao anunciar a aliança em torno de Rodrigo Neves, do PV nas próximas eleições.

– Eu tanto sabia que saí do partido. Fiquei triste porque depois de tantos anos na cidade foi fazer aliança justamente com o que há de mais atrasado na política – revelou, sem entrar em detalhes acerca das referências ao seu nome.

Outro pré-candidato que reagiu ao anuncio da aliança foi o delegado Antonio Rayol, do PSDB. “Eles confirmaram o que já venho falando há meses, que são todos farinha do mesmo saco, desde 1988. Niterói vai romper com essa aliança e avançar. Eles acham que fizeram muito, mas com o tempo e os recursos que gastaram poderiam ter avançado muito mais. Ainda bem que estão unidos agora para o povo os derrotá-los para sempre”, disse Rayol.

José Seba (Rede) e Flávio Serafini (Psol) ainda não se pronunciaram sobre o fato.

PDT apagou Felipe Peixoto de sua história

pdt rodrigo

Vitorriano, Lupi, Jorge Roberto, Brizola Net, Rodrigo e Waldeck selaram um pacto

Foi a continuidade e até ampliação dos projetos do ex-prefeito Jorge Roberto Silveira que determinou a opção do PDT por Rodrigo Neves. No encontro de hoje (08/06), Jorge citou que o PDT deu o primeiro passo para construção de uma aliança em favor de Niterói, que começou em 1988 e que agora Rodrigo aceitou fazer o caminho inverso, num movimento batizado de #souNiteroideCoração.

No encontro, ficou evidente que o partido não quer nem ouvir falar o nome do ex-deputado e presidente do diretório, Felipe Peixoto. Jorge e o presidente nacional, Carlos Lupi, fizeram pesadas críticas a Felipe sem lhe mencionar o nome. Até então, Lupi e Silveira não haviam se pronunciado sobre a saída de Felipe Peixoto.

Em tom irritado, Lupi garantiu que “ele” seria o candidato do partido e não poupou críticas. Chegou mesmo a declarar guerra ao PMDB no Estado, sem considerar que em Niterói PDT, PV, PT todos estarão no mesmo barco com o PMDB.

Em que pese as atenções estarem voltadas para o prefeito Rodrigo Neves, Jorge Roberto Silveira, como mestre de cerimônia, roubou a cena da festa. Começou lembrando que em 1988 já queria construir uma grande aliança em Niterói para superar as dificuldades em que o município se encontrava. E começou propondo a Eduardo Travassos, na época presidente do PT, a grande aliança. Jorge não conseguiu o apoio do PT, mas Travassos saiu do partido, foi para o PV e então fizeram a aliança.

valeria com jorge

Jorge cumprimenta Valéria Bittencourt

Quase 30 anos depois, a história se repete, invertendo-se as posições: o PV vai ficar com a cabeça da chapa, através de Rodrigo Neves, que tal e qual Eduardo Travassos, dexiou o partido dos trabalhadores.
– Esta é uma aliança por Niterói, em defesa da cidade e está aberta a todos os políticos de bem – explicou Jorge Roberto, citando que a continuidade dos projetos de Jorge Roberto, como o MAC, Caminho Niemayer, Médico de Família, Esgoto Zero, ensino em tempo integral e outros mais, “com o aperfeiçoamento, ampliação e melhoria das obras que iniciamos”, Rodrigo Neves se fez merecedor do respeito e conquistou a preferência de seu principal adversário.

– E foi o respeito a Niterói que nos levaram a superar todas adversidade política. Foi pensando no que é melhor para Niterói que nos unimos, pois a união faz a força. A hora é de união para tirar o Brasil da crise. Em Niterói, a união é para evitar que a cidade mergulhe na crise que assola todos os municípios – completou Jorge Roberto.

Esclareceu que a aliança com Rodrigo engloba um projeto de longo prazo. Citando 2002, quando concorreu ao governo do Estado e perdeu, encerrou ali sua carreira política. Mas acabou cedendo a pressões,disputou de novo a prefeitura e venceu. Agora Jorge Roberto sonha de novo com o governo do Estado, mas com o próprio Rodrigo. Jorge quer ser o arquiteto de uma grande aliança estadual que possibilitará essa conquista.

Na sua vez, Rodrigo repetiu integralmente as explicações de Jorge e assumiu compromisso de honrar todas as artes do trato. Disse que ontem o Ministério Público Federal considerou Niterói , pela segunda vez, a cidade com maior transparência no Estado do Rio, disse que vai inaugurar as 19 escolas municipais construídas em seu governo e reinaugurar o hospital Getulinho, no Fonseca.

Também presenteou Jorge Roberto e Lupi com uma pedra extraída das rochas do túnel João Sampaio (Charitas-Cafubá) e convidou a todos para a primeira travessia do túnel, no dia 25 deste mês, quando haverá a última detonação.

Diretório bate tambor para receber Rodrigo Neves em sua  sede

jorge e rodrigo

Jorge Roberto (Esq.) e Rodrigo Neves estão unidos (foto do Globo na internet)

Rodrigo Neves vai subir triunfal as escadarias do diretório do PDT de Niterói, na próxima quarta-feira (08/06), às 19 horas, recepcionado pelos maores caciques trabalhistas, Jorge Roberto Silveira, Carlos Lupi e Miguel Vitoriano, que fez a comunicação através de sua rede social.
Diz a nota do presidente municipal: “Confirmada para o dia 08/06, quarta-feira, às 19h. A Direção do PDT de Niterói convida a todos e todas para participarem da reunião com Jorge Roberto Silveira , com a presença do Prefeito Rodrigo Neves,de acordo com decisão tomada em 24/05/2016, pelo Diretório Municipal. O evento contará com a presença do nosso Presidente Nacional Carlos Lupi.”

O encontro sacramentará a aliança Jorge Roberto-Rodrigo Neves, que chega com mais de 15 anos de atraso, frustrada pelo PT ao indicar Godofredo Pinto para vice de Jorge. Agora é Rodrigo quem vem na cabeça.

Por enquanto só dois pedetistas vão figurar na administração municipal: Hamiltom Pitanga e o engenheiro Pedro Basílio. Não haverá distribuição de cargos para os pedetistas, só a partir de 2017, quando o partido ajudar a eleger Rodrigo. Nesse mandato, não ajudamos em nada e é natural que o PDT não reivindique cargos por coerência. O PDT não quer que Rodrigo afaste pessoas que ajudaram a elege-lo”, declarou a fonte.

zafffff

ZAF é candidato a vereador e nada mais.

Jorge Roberto adia encontro com a militância para explicar coligação

 

O ex-prefeito Jorge Roberto Silveira adiou o encotnro que teria coa militância do PDT, marcada para esta segunda-feira (23/05), quando daria explicações sobre a coligação com o prefeito Rodrigo Neves, candidato à reeleição pelo PV. Para a mesma ocasião estava sendo aguardado o anúncio do nome do PDT para ser vice-prefeito na chapa. Decorrida a hora marcada, Jorge Roberto teefonou para avisar que deveria se atrasar muito, por conta de compromissos de ultima hora e não quis deixar as pessoas esperando. Uma outra data será marcada e comunicada à militância.
Ontem, o ex vereador ZAF afastou a possibilidade de ser indicado para vice. “Estou empenhado em me eleger vereador. Esse tipo de noticiaa só me prejudica, pois leva quem me apóia a pensar que não concorrei a vereador”, disse. E completou:
– A chapa dos candidatos a vereador do PDT está muito forte e será preciso trabalhar muito para estar entre os quatro primeiros colocados.
Nas contas do artido, o PDT espera fazer quatro cadeiras na Câmara Municipal.

candidatos do pdt

PDT foi o único partido que anunciou os nomes e exibiu sus candidatos à Câmara Municipal

EM POUCOS DIAS O PARTIDO MONTOU  NOMINATA FORTE  PARA A CÂMARA

E o PDT juntou os caquinhos, deu a volta por cima e conseguiu em menos de uma semana fazer sua nominata de pré-candidatos para a Câmara Municipal de Niterói. Foi o único partido a anunciar e apresentar publicamente seus candidatos a vereador. O presidente Miguel Vitoriano, na reunião plenária de terça-feira (05/04), antecipou que o partido está aberto a coligações para a Câmara e inda não se definiu quanto à eleição para prefeito.
Esfacelado com a súbita saída do ex-deutado Felipe Peixoto, que abandonou o PDT praticamente às vésperas do prazo para filiação de candidats a vereador e levou consigo a nominata para a Câmara, o PDT reuniu forças e formou uma chapa com 25 nomes, dentre os quais o líder do partido na Câmara, Renato Carrielo, que apesar do risco continuou no PDT, os ex-vereadores ZAF e Alaor, além suplentes de outros partidos e líderes comunitários.
O PDT monou uma força-tarefa, que teve à frente Hamiton Pitanga, ex-Secretário Executivo de Jorge Roberto. Alem dos filiados de utima hora o PD ainda pode contar com militantes que já estavam inscritos. Dezenas de pessoas estiveram presentes à plenária, dentre elas ex-secretários municipis como Marcos Sabino, Cláudio Crdoso e Christina Monerat.

hamilton e miguel

Miguel Vitoriano (E) e Hamilton Pitanga falam na plenária do PDT

A militância do PDT também admitiiu em reunião na sede do partido lançar um manifesto de apoio à candidatura do ex-prefeito Jorge Roberto Silveira à Prefeitura. A proposta foi feita pelo ex-vereador Walmir Garcia e foi aclamada por todo, “em nome da história e da liderança do PDT na cidade” .

 

chico alencar

Chico Alencar (E) vem apoiar Serafini (D) em Niterói

Candidatos a Prefeito apostam em apoio externo.

Nas eleições para Prefeito de Niterói, haverá uma disputa externa de votos. Politicos bem votados em Niterói articulam-se para apoiar seus afilhados.

Jair Bolsonaro (PP-RJ) é visto no plenário do Senado

Deputado Jair Bolsonaro vai apoiar o xerife Antonio Rayol, do PSDB

Vão se confrontar o deputado Jair Bosonaro (apoiando o delegado federal Antonio Rayol), o Senador Romário (com Felipe Peixoto) o dputado Chico Alencar (cm Flávio Serafini) e Jorge Roberto Silveira, que tende apoiar Rodrigo Neves.

romario

Romário não precisa treinar e vai jogar o tempo todo a favor de Felipe Peixoto

Bolsonaro e Romário foram osmais votados na cidade. Chico Alencar teve mais votos que Serafini e Jorge Roberto é o xodó da cidade. JR é bom de voto, mas em matéria de transferênia é um fracasso. Sua ultima “disputa” foi com João Sampaio, que perdeu para Godofredo e Moreira Franco.

jorge roerto

Jorge Roberto, mais experiente, vai emprestar seu apoio a Rodrigo Neves

Jaair Bolsonaro, sim, é um transferidor de votos. Tanto que elegeu os filhos, um para vereador no Rio e outro deputado na Alerj. Sem contar que sozinho obteve votos para eleger outros três deputados federais.
O baixinho Romário já mandou avisar: não quer saber de treino, só vai “entrar em campo” na hora que o jogo começar de verdade. Ele percorrerá o Estado pedindo votos para os candidatos do PSB.

felipe no psb

Felipe foi a Brasiia se filiar ao PSB de Romário

A saída de Felipe Peixoto esfaceou o PDT. A rendição já estava traçada desde que o ex-prefeito Jorge Roberto procurou Felipe paraa dizer que gostaria que o prefeito Rodrigo Neeves gostaria de se filiar ao partido. “Sem prolemas, eu saio e ele entra”, teria dito Felipe a Jorge. Ainda assim, Jorge ponderou que Felpe ouvisse o que Rodrigo tinha a dizer. O prefeito foi farto em elogios ao ligar para o até então presidente e candidato do PDT.
Jorge intermediou um enccontro pessoal entre os dois, mas já que Felipe estava determinado a sair, resolveu não ir. É que gato escaldado tem medo até de água fria. Felipe, hoje, poderia estar governando o Estado do Rio, pois seria vice de Pezão. Até a véspera do registro da chapa, Felipe seria o vice, mas o presidente Lupi decdiu não fazer a aliança. Felipe não teve chances sequer de se lançar candidato a estadual, pois Lupi não lhe deu vaga e havia um trato de apoiar Comte Bittencourt.
Todo time de Felipe trabalhou para Comte. Uma vez eleito, Comte firmou acordo com Rodrigo Neves e abandonou Felipe. Aos 45 minutos do segundo tempo, no apagar das luzes das definições de candidaturas, o presidente Nacional do PDTencontra-se com Rodrigo Neves e toma conhecimento da propsta do petisa. Lupi sugere que Rodrigo se entenda com Jorge Roberto e Felipe Peixoto. Por Jorge, tudo bem. Mas Felipe lembrou-se de 2014.
Concluiu que seria enrabado mais uma vez e resolveu não correr o risco de não poder ser candiato a prefeito pelo PDT.
Errou, sim, ao utilizzarr as dependencias do partido par seu comício de despedida. Se já não era mais do PDT, qual a razão para fazer daquela sede um palannque? Ideal que fosse pra rua.
E lá se foi Felipe, esfacelando o PDT. Dificilmente o partido irá se recuperar dess revés. Lá se foram as nominatas de vereador que estavam sendo organizadas por Felipe, deixando Renato Carrielo perdido. Já que Felipe Peixoto montou a nominata que lhe permitiria se reeleger, a Carrielo não resta outra opção que não seja seguir Felipe, pois o PDT além de não ter nominata nem sabe se terá candidato à majoritária.
Ao PDT só resta uma saída: convencer Jorge Roberto asair candidao. Afinal, ele não lagou a política, continua nela e com muita inflencia.

Vontade é coisa que dá e passa.

O Prefeito Rodrigo Neves, abalado com o elevado índice de rejeição ao seu governo, tenta por todos os meios se refugiar no PDT para salvar a própria pele. É verdade que se reuniu com o presidente Lupi e com Jorge Roberto Silveira.

O fato é que Rodrigo Neves vem perdendo forças desde as eleições de 2014, quando a presidente Dilma foi derrotada na cidade por Aécio Neves na eleição presidencial, mesmo com a máquina da administração municipal a favor.  Desde então, Rodrigo Neves entrou em declínio avassalador.

Começou então a articular uma saída, deixando o PT e filiando-se ao Partido Verde. Garantida essa alternativa, Rodrigo sonhou mais alto.  Começou conquistando um dos políticos de maior confiança de Jorge Roberto, o deputado Comte Bittencourt. De quebra, levou também empresários que Jorge Roberto muito  considera. Dessa forma, sedimentou os caminhos para pleitear a legenda do PDT de Niterói, pelo qual nutre, inegavelmente, grande admiração.

Agora, que as contas de Jorge foram finalmente aprovadas pelo legislativo municipal, graças ao empenho de Rodrigo Neves e Comte Bittencourt, não existe nenhuma pendência que justifique tanta proximidade.

Políticos experientes sabem que o prazo de validade de Rodrigo Neves está acabando e que dificilmente lograria se reeleger, não vão trocar a possibilidade de reconquistar a Prefeitura de Niterói para tentar salvar a pele de Rodrigo Neves.

E como fica Felipe Peixoto, que vem gastando sola de sapato, que está em campanha para ser o candidato do PDT? Penso que só pela força, pela truculência, seria feito o ingresso de Rodrigo Neves no partido fundado pelo ex-govrnador Leonel Brizola.  Ainda que assim fosse, dificilmente conseguiria se impor nas hostes do PDT, ainda  convalescendo do jogo sujo que Rodrigo Neves praticou contra Jorge Roberto em que o Morro do Bumba foi apenas um detalhe.

Somente uma mente doentia, insana, para orquestrar um movimento tão brusco na politica municipal, de instabilização geral, capaz de levar as eleições em Niterói a um salve-se quem puder.

Mais parece a Gaiola das Loucas cunhada pelo saudoso jornalista Carlos Silva em tempos idos…

VEREADORES QUEREM SABER ONDE, QUANDO E COMO JRS TORROU R$ 265,6 MILHÕESJORGE

O ex-prefeito de Niterói, Jorge Roberto Silveira (foto acima), vai ter que beijar muitas mãos se quiser que a Câmara de Vereadores aprove suas contas, rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, envolvendo um rombo de  R$ 265.634.430,28,

Se a votação fosse hoje, Jorge Roberto seria condenado pela Câmara, pois essa é a tendência dos vereadores da base de sustentação do atual prefeito. Rodrigo Neves quer alijar JRS da política de Niterói. Para tanto pega carona no descontentamento geral dos vereadores.

– Você acha que eu votaria  a favor de Jorge Roberto, um homem que governou de costas para a Câmara? – questiona um ex-aliado do governo passado.

Essa é a tendência geral, pois a insatisfação é grande. Rodrigo Neves nem precisa pedir tal o nível de insatisfação. A rigor, JR só contaria com dois votos, do líder do PDT, Renato Carielo e de Tânia Rodrigues, que postula retornar à Alerj pela legenda de Jorge Roberto.

O maior líder político de Niterói nos últimos tempos vai ter que fazer caminho fundo pelos corredores da Casa se quiser o apoio dos vereadores  e até para  evitar que seja convocado para dar explicações sobre onde foram parar os  R$ 265.634.430,28    gastos sem comprovação, segundo a auditoria do TCE/RJ.

Ainda que Rodrigo Neves pedisse para a Câmara aprovar as  contas de Jorge (seria mais fácil um tcamelo passar  no buraco da agulha do que isso acontecer), os vereadores diriam  não. Ninguém quer perder o gostinho de tirar o sossego de JR.

Essa novela promete. E o voto não é mais secreto, graças a uma lei do vereador Gallo