Archives for the month of: Maio, 2013

Pelo menos 18 crianças JÁ foram batizadas em Niterói com o nome Seedorf,  em homenagem ao ídolo do Botafogo.Niterói reúne a maior concentração de botafoguense por metro quadrado no planeta e de fanáticos também. Em Piratininga, um pedreiro   foi impedido de registrar o filho com o nome de Clarence Seedorf Filho.

E não desistiu tascou Clarence Seedorf do Botafogo  Silva.seedorf_treinobotafogo_ivogonzalezglo.jpg_95

Há registro até de uma menina registrada com o nome de Seedorfa no Cartório do Centro.  Conheça AQUI outros nomes esquisitos por esse Brasil afora.

Na foto ao lado, extraída da internet, o craque Seedorf, inspirador de nomes para seus admiradores

Anúncios

Ela nasceu Gabriela Natália da Silva, mas virou Lola Benvenutti, 21 anos, que desde os 16 faz sexo a torto e direito. Graduada em letras, quer fazer pós-graduação e mestrado. Mas largou a profissão de professora para se dedicar à prostituição. Recebe 400 ligações por dia e conta suas experiências num blog (vejam aqui). Também faz ofertas especiais e dá descontos para clientes cativos.

Lola, que já foi Gabriela, agora é puta

Lola, que já foi Gabriela, agora é puta

A diferença, segundo Lola, é que ela faz sexo de verdade, gosta do que faz e tira todo proveito disso. Enquanto trabalha, vai fundo e atinge orgasmo múltiplos em profusão. Há clientes que acreditam e paguem para ver a moça explodir de tanto gozar.

Para Neco Alves, personagem do Bode de Maria Baiana, “essa moça emputou de berço”.

Lola desbancou Bruna Surfitisma.. em tudo

A banda fascista do Partido dos Trabalhadores quebrou a cara e deu um tiro no pé.

Tal e qual os militares da ditadura, que explodiram bombas no colo dentro de um Puma, para botar a culpa nos “terroristas”,  no episódio chamado de “Bomba do Riocentro,  os fascistas do PT tentaram tirar mais proveito do Bolsa Família para culpar a oposição. E culparam, espalhando o boato de que o programa ia acabar.bomba

Foi um corre-corre dos diabos, de norte a sul do país. Dilma xingou, o PT xingou, disseram ser coisa de Aécio Neves.

Agora, a boca do canhão, que estava apontado para  a oposição, virou-se para eles, os mesmos, Dilma e o PT. Foi tudo armado pelo PT, com ajuda da Caixa Econômica. Espalhar o boato que o Bolsa miséria ia acabar, botar a culpa na oposição e ao mesmo tempo pagar, pois um dia antes a Caixa já havia liberado o pagamento de todos os benefícios, que antes obedeciam a um cronograma, um calendário.

Foi o que a  Polícia Federal descobriu. Até uma firma de telemarketing foi contratada para espalhar o boato.

E não se fala mais nisso… a bomba explodiu no colo. Todo noticiário a respeito é confuso, sem expressar opinião, como convém aos veículos vendidos.

A falta de comando no jornalismo da Globo é evidente. A emissora vem dando destaque aos assaltos seguidos de incêndio das vítimas sem dinheiro. A rede voltou a noticiar com destaque que mais um duro foi queimado. Não tendo encontrado dinheiro, os bandidos jogaram álcool e tacaram fogo noutro dentista, agora em São José dos Campos.

Ali-Kamel é quem manda divulgar esse tipo de matéria que vai criar novo hábito nos bandidos

Ali-Kamel é quem manda divulgar esse tipo de matéria que vai criar novo hábito nos bandidos (foto da internet)

Recomenda a responsabilidade social que não se estimule esse tipo de notícia, que pode desencadear um recrudescimento dessas ações. Ao insistir em divulgar essas ocorrências, a Rede Globo está querendo criar um novo lazer para os bandidos: churrasquinho de gente.

Melhor parar por aqui antes que outras pessoas sem dinheiro paguem com a vida por não ter o que perder para seus assaltantes, pois no que depender da Polícia…. não dará em nada.

Eike Batista está quebrando. E com ele vão descendo a ladeira o complexo do Porto do Açu, a produção de petróleo e outros investimentos. Demissões em massa estão ocorrendo tanto no grupo X quanto nas empresas terceirizadas.

Rico que não ri à toa, Eike anda cabisbaixo e macambuzio.

Rico que não ri à toa, Eike anda cabisbaixo e macambuzio.

Diante da incerteza (há quem diga que Eike perdeu metade do seu patrimônio), o bilionário brasileiro está empenhado em outros segmentos, como serviços públicos, como marinas, estádios e até lanchonetes.

Uma coisa é certa: quando Eike quebrar, ninguém terá condições de tocar o que sobrar do Superporto e  o Norte Fluminense pode se transformar num imenso cemitério. São João da Barra será riscada  do mapa, pois em nome do progresso praticamente acabou com sua maior atividade econômica: a agricultura. Os agricultores de ontem são os favelados de hoje, expulsos de suas terras a toque de caixa e sem remuneração, por ordem de Sérgio Cabral.

Os jornalistas foram literalmente  à merda na festa de inauguração da Arena Pernambuco, que será palco das copas das Confederações e da Copa do Mundo no Brasil. Tiveram que improvisar uma sala de imprensa no banheiro do estádio, entre cestos de papel descartados, dejetos boiando nos vasos sanitários  e assistir às exibições dos michões de pinto de fora, mijando no chão.

BANHEIRO SALA

Na foto acima, um flagrante de como jornalista sofre nesse país. E sua dor não sai no jornal. Longe dali, presidente Dilma dava o pontapé inaugural do belo estádio.

Na data de hoje, durante os primeiros anos da ditadura militar de 64, morreu Carlos Lacerda.

Dono de uma oratória sem igual, eis aqui uma rara oportunidade: ouvir Carlos Lacerda em ação. Sem berros, sem gritos e estardalhaçados. Esse discirso faz da Carta Testamento de Getulio num folhetim mal acabado.  Aprendam com que soube ser jornalista e político.

A lingua é o chicote do rabo.

O bem amado filho homem do poderoso Bispo Edir Macedo, é moça, moçoila, dá marcha-ré no quibe, escorrega no quiabo, Afilhado de pastores, o rapaz, que na pia batismal recebeu o nome de Moisés, herdeiro de uma das maiores fortunas do universo, ainda não saiu publicamente do armário.

Bispo Macedo com o filho gay

Bispo Macedo com o filho gay

Esse “mau costume”, como acreditam os seguidores de Macedo, começou em Manhatham, distrito de New York/USA, onde foi criado. Lá, Moisés assume seu lado moça. Mas no Brasil mais parece leão de chácara de caberá, é macho e encrenqueiro.

Cada um da o que tem e convém. Quando a noticia chegou aos fiéis daqui provou mais inveja do que revolta. A fila para virar o disco está crescendo na Igreja Universal. Felicitações a todos, contrários e a favor.

Articulação já começou.  Eis as provas de que o descontentamento das Forças Armadas aumenta cada dia no Brasil. Desde que Lula assumiu a Presidência da República, a União vem  retendo os royalties do petróleo da Marinha de  Guerra produzido  em toda Plataforma Continental (do Oiapoque ao Chuí). Isso é pior que a lei que tirou os royalties do Rio, Espírito Santo e São Paulo, que rendeu grande revolta popular.  

A ideia de jerico é de Dilma Roussef,  quando no Ministério das Minas e Energia e na Petrobrás na era Lula. Agora como é a presidenta o que era ruim ficou pior, aliado à política de revanchismo.

Este, na época Tenente Mendes, me torturou muitas vezes no 1° BG, ele we um certo Tenente Huggs. Sinto arrepio em ver sua foto

Este ser, na época Tenente  Mendes (Silvério), me torturou muitas vezes no 1° BG, ele e um certo Tenente Huggs, nos 69/70. Sinto arrepio em ver sua foto. Agora prepara um golpe

Quem me conhece sabe que também fui vítima dos ditadores militares e não tenho razões para apoiá-los, mas essa postagem tem o sentido de dizer que “por falta de aviso é que não foi”. Detesto surpresas. Mas a grande imprensa sonega isso de todos.

Dilma e o PT estão criando ambiente para uma nova Revolta da Armada. Os militares já não escondem o descontentamento, que é estampado no site da armada (vejam aqui)

Com o dinheiro que vem sendo subtraído da Marinha, a armada já poderia ter adquirido muitos submarinos nucleares, ter a maior frota de guerra do mundo. Mas o governo do Partido dos Trabalhadores quer impedir esse progresso.

No video abaixo, militares reunidos no Clube Militar preparam terreno com ajuda de renomado líder civil.

No Exército, descendentes dos ditadores que seguiram a carreira militar e que guardam obediência às autoridades civis, já estão perdendo a paciência, especialmente por conta da “Comissão da Verdade”, um ringue que coloca em lados opostos vítimas e algozes, ressuscitando ódios. O Governo do PT não tem a dignidade da vitória que adveio com o fim da ditadura de 1964. Não soube ganhar e muito menos se comportar no poder.

Pratica a pior das ditaduras, a de esquerda, a manipulação das consciências, mantendo sob controle a vontade de milhões de seres.Claro que isso não é comunisar o país. É algo pior e sem equivalente no mundo atual.

Em 2012,o Ministro da Defesa ordenou a retirada de um protesto contra o governo do PT, mais parecendo  bêbado cutucando onça. Hoje, o manifesto, subscrito por muitos generais e coronéis, corre a net sob forma apócrifa (leia aqui)

Mas nossos militares não querem dar golpe. Seu inconformismo não tem o escopo da revolta, por mais provocações que recebam. Mas chega uma hora que não cabe mais água na moringa quanto mais tanta adversidade.

Mais recentemente, outro manifesto num site de ultra direita (aqui)

REVISTA RECONHECE, LÁ NO FINAL, QUE NÃO SABE SE É VERDADE O QUE PUBLICA

época

Do começo ao fim, as contradições da “reportagem”  da revista ÉPOCA, do sistema Globo, está mais para informe publicitário de Serginho Cabral  contra o ex-governador e atual Deputado Garotinho.

De jornalismo, eu entendo e posso garantir que a matéria não é jornalística. É UMA FRAUDE JORNALÍSTICA  Eu explico.

Os governos federal e Estado do Rio são os que devem explicações sobre os escândalos que a Época trata na louca vontade de atingir Garotinho. Como alguém consegue CINCO CPFs??? Ora, quem emite CPF não é Garotinho e sim a Receita Federal, da seara da Presidente Dilma, onde o sistema Glo0bo mama às burras. Tem que se ter muito prestigio lá dentro para ter cinco números do CPF. Por que a revista não investigou esse escândalo, se é que é verdade?

Que dizer de se fornecer carteira de identidade a alguém invisível??? Ai tem truta. Por que a revista não apurou junto ao Detran quem, quando, onde e por que alguém chega em seu balcão e tira umespelho de carteira de identidade sem sequer existir? E quem manda no Detran? O Sérginho… Bem poderia ter facilitado tudo, mas ele nem pode aparecer, né…

1 – Pois bem, na contramão da notícia,  Época já estava determinada a atingir Anthony Garotinho. Principia a “noticia”  desprezando a verdade clara, grande e cristalina para fazer um feijão com arroz, como “Passava de 8 horas da noite da segunda-feira, dia 29 de abri…”   Isso é jornalismo???  Cita que A revista revelou “um esquema de desvio de dinheiro público que envolve a família Garotinho e o PR no Rio”. Não teve a coragem de dizer que foi Garotinho. Falou em família. Não disse por que não há segurança na denúncia”,como em “Caim matou Abel”. Não resta a menor pecha de dúvida. Mas a época disse “família Garotinho”, nesse caso pode até ser Nelson Nahin, irmão da pá virada.

3 – Na tribuna, “Na tribuna, Garotinho saiu em defesa de uma empresa “. Em que termos, cara pálida, com que palavras? Não há uma frase sequer mostrando Garotinho defendendo o pilantra que vem roubando o erário federal impunente.

4 – “uma locadora de veículos próxima à família Garotinho”… explique essa proximidade, parentesco? Provaz de que é próxima não é revelada, apenas dita da boca ´pra fora.

5 – “Garotinho inovou ao colocar em cena um fantasma” – Onde está a prova de que foi Garotinho, a matéria não cita, apenas calunia.

6 – “Trabach – que, até o ano de 2012, tinha cinco números diferentes de CPF – é extremamente próximo da família Garotinho”. Como provar esse extremamente próximo? Notas de jornais, fotografias? Não existe nada. Só a intenção de aproximar o ex-governador de um pilantra que com a ajuda de alguém na Receita Federal conseguiu tirar cinco CPFs. Que escadalo!!. Citar que um patife, fraudador (com ajuda do governo federal) é extremamente próximo a Garotinho, além de ser improvável, desvia o foco daquilo que deveria ser investigado: Ministerio da.Fazenda,a Receita para que expliquem também a sonegação… Que nada, nem pensar.. o negócio é porrar  Garotinho.

PEGA NA MENTIRA – Uma hora a revista diz  que a empresa é de George (“Nos papéis da Junta Comercial, George Augusto Pereira detém 99,8% das ações da GAP, cujo nome reproduz suas iniciais”),  noutra parte cita que “Em maio do ano passado, George vendeu a GAP por R$ 100 mil, parcelados em dez vezes. A felizarda compradora foi ninguém menos que a mãe de Trabach, uma senhora viúva de 69 anos de idade”, transferiu há um ano, Qual é a verdade? A Junta Comercial do Estado, de Serginho, também ta envolvida nisso? Não transferiu a titularidade?: e se anotou, como explicar que transferiu titularidade de um fantasma? A Época  nem sonha investigar, apesar de “ As provas de que ele não existe são abundantes.” Como George conseguiu o espelho da Identidade?; quem lhe deu, como uma falsificação grosseira passou na Receita e bancos? Nada, Época mais uma vez despreza uma terrível evidência que pode cair no colo de Serginho.

Antecedentes: a revista faz uma sopa de recortes com antecedentes da pessoa a quem pertence a identidade de George ou Trabach. Mas, eles tem antecedentes? Respondem a algum processo esses patifes? Nunca saberemos, a revista nos sonegou essa informação. Quem quer saber do nada consta de Josefa? Fala sério.

“ a GAP teve o caminho livre para vencer e receber, ainda por cima, em valores superfaturados”. Se a revista tem certeza de que houve superfaturamento, ao menos deveria dizer quanto custa e quanto a prefeitura pagou, pois o TCE não viu isso não.

PEREGRINO – Época não sabe o que é coisa julgada e ato jurídico perfeito. A prestação de contas de Peregrino foi aprovada ao ser analisada pelos fiscais do TRE (ato jurídico perfeito) e depois julgado pelo Tribunal (coisa julgada) sem restrição. Na hipótese de reabertura do processo, Época (que tem um grande corpo jurídico na sua redação) sabe que Peregrino será chamado para esclarecer e lhe bastará informar que houve um equívoco, junta o esclarecimento, trocando carros por combustível e pronto. Mas a revista quis dar ao fato uma idéia que é um erro insanável. Francamente!

Lá no finalzinho a prova de que a revista não tem certeza, não são verdadeiros os termos dessa matéria-estardalhaço ao dizer “Há duas possibilidades. Ou Garotinho foi enganado, provavelmente por Trabach, e desconhecia que George é um fantasma – ou sabia de tudo e mentiu ao plenário”.

Puta que pariu! (me desculpem), a revista confessa que tem  dpuvida e ainda assim publica sua dúvida como se fosse verdade, coloca chamada de minuto a minutop na CBN, na Rádio Glono dando a entender que Garotinho é um pilantra desclassificado, ladrão, e tudo mais mesmo sem ter provas..

Repito, não tenho procuração para defender Garotinho, por quem não morro de amores. Mas a Globo, na tentativa de nos empurrar Pezão goela abaixo, quer desmoralizar aquele que lidera as pesquisas de intenção de votos.