Archives for category: Grande Rio

 Gostei de ser enganado!

hemodialise

Vai fechar a Clínica de Diálise do Ingá, a CDI da Rua Tiradentes, única da Zona Sul de Niterói. Trabalhava apenas com pacientes de planos de saúde, péssimos pagadores. Era tida ”cinco estrelas”, oferecendo serviço diferenciado. Seus pacientes estão sendo transferidos para o CDR, na entrada da Favela do Sabão, na Rua São Lourenço, de péssima reputação entre os pacientes da CDI.  “É o suprassumo do lixo, pior que o inferno. Vocês teor pouco tempo de vida lá’, apregoavam todos sobre CDR da favela.

Fui um dos primeiros a serem transferidos (de quatro em quatro), enquanto outros companheiros temiam por sua vez, entrando em depressão ou tendo outras formas de chiliques. Fui feito boi para o abate ou Tiradentes para a forca. E assim preparado para o pior me decepcionei alegremente. O 61 (Venda da Cruz-Icaraí) deixou-me quase na porta.

Tudo mentira, fruto do preconceito contra o lugar em que se instalou. Mais que isso, complexo de superioridade dos médicos e técnicos da CDI sobre seus colegas da clínica na favela.

Eu era infeliz, mas não sabia. Nos últimos dias até dava para sentir: não havia prontidão da enfermagem e médicos quando acusava uma intercorrência, tomei banho de ácido que me afetou a córnea e até a maquininha de café parrou de funcionar, revelando aspecto de “fim de feira”.

Na CDR e sua favela, a primeira surpresa: estacionamento amplo, farto, que não lota nunca. Na CDI, havia apenas duas vagas, na rua e olhe lá!  A turma que tem carro vai adorar.

Na entrada, um tapete vermelho (imaginário) prenunciava que eu teria uma grande e bela decepção ali. Esperavam-me a administradora da casa, no papel de recepcionista de luxo, e o diretor clínico, que me fez lembrar minha eterna amiga e hoje santa Madre Tereza de Calcutá.

O lanche é um sanduiche natural e uma garrafinha de iogurte Danone. Não gostei do atum, mas comi assim mesmo, deu saudade da caixinha de suco e pão com manteiga da CDI, servidos com incrível má vontade por um faxineiro, que se julgava deus do lugar, peixinho da enfermeira-chefe.

O melhor estava por vir: a diálise propriamente dita, coisa que não desejo para ninguém. Tenho uma enfermeira pra chamar de minha. Ela e um anjo até no nome: Ângela, com oito anos de casa. Muita candura e presteza.  A diferença é muita. Não fico mofando na recepção para entrar na sala de diálise. Não dependo do faxineiro para me pesar com má vontade (tudo que aquele semideus faz é com extrema ruindade). Eu me peso e informo qual é o peso e excesso.

Está certo que não há poltronas eletrônicas, mas cadeiras tipo “do papai”, que se dobram e um nojento banquinho de PVC pra se colocar os pés. São baixinhas, acabando com a coluna das enfermeiras (eu chamo técnico de enfermeira também, não vejo diferença).

Minha Anja  me puncionou de modo a fazer esquecer Maryelle e Cintia, minhas doces enfermeiras na CDI. Ângela é um poço de candura e competência. Já transcorreu uma semana de diálise feliz.

E minha nova médica e xará, Paula. Linda, sem complexo, sempre presente e preocupada, extremamente desvelada de tão aplicada à profissão.

Eu me pergunto: onde está o prometido inferno da CDR, alardeado na CDI? Imagino que infernal seria para eles, funcionários da CDI, que se fossem aproveitados na clínica da favela teriam que se enquadrar, respeitar os pacientes, trata-los com urbanidade, o que constituiria tortura para eles. Não sabem ser assim.

Na a CDR, o paciente não é responsabilizado quando sua máquina apita (e não apita sem parar aleia a todos). Muito menos quando sucede uma intercorrência ou “vaza” na hora de ser devolvido. No CDR não tem a cultura de culpabilização do paciente por tudo que lhe sucede.

Porque, e resto, a favelada CDR é um paraíso para mim. Tem o inconveniente quanto à saída para quem depende de ônibus, nada que uma boa caminhada até a Marques de Paraná não resolva. No final das contas, tudo compensa.

Anúncios

Não é segredo para meus amigos que me encontro gravemente doente, lutando para prolongar a vida de meu corpo físico, abrigo de meu espírito.

Em abril completam-se três anos dessa jornada. Quero que saibam: se estou vivo e relativamente bem é graças à assistência de um grande amigo; o Vereador GALLO.

gyallo

Ele não gostará DE ver isso, mas, meus amigos aos quais peço sempre que votem nele a cada eleição, precisam saber. Se estou vIvo é graças a GALLO.

Não vou descer ao nível dos detalhes, mas é imperioso dizer que GALLO me assegura assistência médica e alimentar, sem o que eu não existiria.

Desde 1986 nós estamos juntos. Ajudei sim a transformar GALLO no maior, no mais digno e honrado vereador de Niterói, sempre com lealdade e imenso apreço, como servidor que sou do legislativo.

Agora, na adversidade, quando tantas pessoas ass quais ajudei ao longo da vida“tão nem aí”, GALLO não me falta. Isso sim é amizade.

E não me importa o desprezo daqueles que ajudei a conquistar poder politico e econômico.  Eu conto é om  GALLO.

Segredo está na atuação vigilante da Câmara Municipal

Niterói é o o único município do Estado do Rio que não mergulhou em crise na transposição de governo. Não que o prefeito Rodrigo Neves tenha sido competente. Muito pelo contrário. O sucesso de Niterói está na competência da CÇamara Municipal. Entra governo, sai governo, Niterói mantém a estabilidade. Enquanto outros municípios amargam salários atrasados, cofres vazios, divida de mont e salários atrasados, Niterói parece navegar num oceano de tranquilidade.

Reportagena da grande impressa mostram o estado caótico de todas as cidades ao redor de Niterói. Culpa apenas e não falam da co-autoria dos vereadores da cidade. Em Niterói, os vereadores trabalharam de olhos bem abertos, vigilantes na fiscalização do prefeito, o que impede que a cidade seja mal administrada. Quem define bem isso é o decano dos vereadores, Luiz Carlos Gallo, Primeiro-Secretário da Mesa e atualmente licenciado.

– Os vereadores de Niterói tem ética, compromisso com a cidade. É essa ética, que está no consciente de cada vereador,   que possibilita à Câmara manter com braço forte a administração pública. Observe que cada presidente que assume a Mesa Diretora lidera seus pares tendo em vista o interesse público. Foi assim com Zé Vicente, Comte Bittencourt e agora com Paulo Bagueira, quando números prefeitos passaram sem que  na transição de um governante para o outro fornecedores e funcionários ficassem sem receber. É certo que Rodrigo Neves está fazendo um excelente governo e isso facilita nosso trabalho.  Dói ver tanta gente sofrendo em outras cidades, mas em Niterói nós fizemos a coisa certa e o resultado todos estão vendo.

Entra ano, sai ano, a Câmara de Niterói tem sido o esteio para o sucesso das administrações municipais. Entra prefeito, sai prefeito e a cidade se mantém estável e saudável.

Ex-deputado tem muita história pra contar

cunha

Eduardo Cunha não vai livrar a cara de ninguém (foto da internet)

O deputado cassado, ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, já manifestou interesse em delatar todo esquema de Lula, Dilma e dos 300 picaretas do Congresso. Havia tempo que Cunha amadurecia a ideia de entregar todo mundo que agora lhe vira as costas. Desde que viu inúmeros aliados votarem para sua cassação que Eduardo Cunha está sedento de vontade de ir às forras.

Agora, com a decisão o Juiz Sérgio Moro de transferi-lo da carceragem da Polícia Federal em Curitiba para um presidio comum, Cunha diz que não ficará calado.

Vai  jogar muita coisa no ventilador…

 

 

Pesquisa revela que Rodrigo e Felipe estão empatados

rodrigo e pessoa

O Rei das Propinas, Ricardo Pessoa (esq.) chama Rodrigo Neves de chefe o tempo todo da gravação

Leitura atenta da pesquisa GPP/Universo indica que 80% dos niteroienses não votariam num candidato envolvido na Operação Lava-Jato, como é o caso do atual prefeito da cidade, Rodrigo Neves, do PV.  A pesquisa, registrada no TSE sob o número 06.731/2016, foi contratada pela Fundação Universo e realizada nos primeiros dias deste mês.

A amostragem revela que 60% dos eleitores consideram que a saida de Rodrigo neves do PT foi por oportunismo. Só 11% disseram que foi por postura ética. Esta situação se complica mais ainda porque o PT continua com Rodrigo Neves, chegando ao ponto de em lançar candidato próprio para apoiar Rodrigo. Outro dado que pesa muito  contra Rodrigo é o apoio do ex-prefeito Jorge Roberto Silveira à sua candidatura. 56,6% dos eleitores ouvidos desaprovam a aliança e 18,7 aprovam. 24,7 não souberam avaliar. No entanto, 61,1% dos que responderam à esquissa disseram depois não saber que Jorge estava apoiando Rodrigo Neves.

Em razão disso, Rodrigo Neves nem quis um representante do PDT como vice. Um dado marcante da pesquisa revela que Felipe Peixoto é o preferido dos eleitores de 16 aos 34 anos. Os mais velhos preferem Rodrigo Neves.

Com o início da campanha eleitoral, Rodrigo tem muito a explicar, em especial sua espantosa proximidade com os bandidos Lava-Jato, como José Dirceu, os tesureiros do PT e o indefectível Ricardo Pessoa.

Delegado Rayol vai ajudar a derrotar Rodrigo Neves. Como no combate ao crime, quer por fim à farsa do governo do PT


Por Paulo Freitas – O delegado federal Antonio Rayol, do PSDB,vai abrir
mão de sua candidatura a Prefeito de Niterói e  será indicado pelo partido para vice-prefeito na chapa de Felipe Peixoto (PSB). Essa possibilidade foi admitida pelo ex-deputado Silvio Lessa, presidente do PSDB em Niterói e articulador da pré-campanha de Rayol.
– É uma tendência – foi udo o que disse o líder do PSDB na Câmara Municipal, vereador Bruno Lssa, filho de Silvio, sem negar nem confirmar. Nos últimos dias, todos tem se reunido e alinhava os rumos ue deve tomar a coligação e traçando projetos para uma eventual vitória no primeiro turno, com ênfase na segurança pública, saúde e educação.
Rayol é um policial de elite que chegou aos maiores níveeis na Policia Federal. Caberá a ele desenvolver a política de segurança pública para a cidade de modo a frear a violência que aumentou no governo de Rodrigo Neves. Sobre a composição com o PSB de Romário e Felipe, Silvio Lessa já havia se manifestado em entrevista ao repórter Andeson Madeira:
– Precisamos nos unir já para vencer o petismo em Niterói. Felipe e Rayol representam a nova politica, tem novos horizontes e tem os mesmos ideais de honra e dignidade. Natural que acabassem  se juntando em pról  do melhor para a cidade – anunciou Silvio Lessa em matéria do diário “A Tribuna”, de Niterói.
No contexto da aliança, o delegado Antonio Rayol irá comandar toda politica de segurança pública de um eventual governo de Felipe Peixoto. Ele obteve a certeza de irrestrito apoio às propostas que vinha defendendo, como a do aniquilamento do tráfico de drogas via o combate à dependência e formação centros de acolhida de viciados.

CENTROS DE RECUPERAÇÃO

Como não existem centros públicos para recuperação de drogados, a idéia de Rayol é criar vários deles Onde houver necessidade, onde o tráfico se mostrar soberano, a prefeitura vai atuar, tirando dependentes do vicio e impedindo que outros entrem.
A maior parte dos crimes praticados n cidade está relacionada com o tráfico de drogas. Rayol propõe que a Prefeitura e outros órgãos trabalhem na assistencia aos viciados e desenvolvam programas de erradicação da dependência química na cidade. Só desse modo, sem consumidor, as drogas deixariam de represesentar o braço do crime na cidade.
Rayol deverá ser o super-secretário de Felipe, encarregado de implantar r todos os programas que havia elaborado para sua campanha, caso fosse concorrer pelo PSDB. Todos os compromissos assumidos na pré-campanha de Antonio Rayol serão cumpridos por ele mesmo.

Em recente publicação nas redes sociais, o Delegado Rayol denunciou  que existe um conluio entre traficantes e politicos de Niteói, associando o aumento da violência na cidade à promiscuidade entre o crime organizado e agentes políticos.

Rodrigo Neves e Felipe Peixoto (com imagens abaixo) flagrados fazendo propaganda antecipada  e paga

O sonho de se eleger prefeito ou vereador vai acabar para muitos politicos que pagaram para turbinar e dar destaque aos seus nomes ela internet e redes sociais. O TRE do Rio de Janeiro solicitou o Google a relação de pessoas que contrataram serviços para aumentar a audiência, acessos e ficar melhor posicionados nas pesquisas, deixando adversários em desvantagem.
Esta será a primeira leva de infratores da legislação eleitoral. O raduque da conferência será com o CPF de todos que solicitarem registro para concorrer às eleições deste ano. O Google já revelou que retende colaborar e não tem nenhum interesse em proteger ninguém.
Quem for identificado como contratante ou beneficiário do serviço responderá por pratica de propaganda eleitoral antecipada com uso de recursos que jamais poderiam ser contabilizados. Esse tipo de despesa somente poderia ser feita quando o candidato obtivesse o numero do CNPJ de sua campanha, o que somente estará liberado a partir de 15 de agosto.
Quem figurar na lista do Google pode responder por ter cometido crime eleitoral. Se insistir, ainda poderá ser condenado a pagar multa de R$ 25 mil por infração.
Em Niterói, ao que tudo indica, Rodrigo Neves (PV) e Felipe Peixoto (PSB) parecem ter turbinado páginas na internet, contratando serviços, figurando sempre no topo das listas de pesquisas do google. Rodrigo aparece com destaque na wikipedia. Também ocupa espaço pago com fotografia do lado direito do resultado da pesquisas no google.
Em situação pior ainda encontra-se Felipe Peixoto, que ocupa espaço pago, utiliza simbolo de campanha (o polegar sorrindo) e tem até mapa de localização, com característica de anúncio pago.
Jose Seba (Rede), Antonio Rayol (PSDB) e Gege Galido (PSD) não se beneficiaram dos serviços do Google e já disseram que só o farão quando começar o período de propaganda.
O Juiz Coordenador da propaganda, Marcello Rubioli, mandou notificar todos os partidos e candidatos para que cessem a propaganda, sugerindo que pode aliviar a transgressão e só os que descumprirem terão seus nomes enviados ao Ministério Público eleitoral.
Porém, nada impede que partidos e candidatos façam denuncias e apresentem impugnação de candidaturas de quem praticou o delito.

serafini

Serafini tem mais seguidores que a soma dos adversários

Nem Rodrigo nem Felipe; Serafini é o preferido nas redes sociais.

Rodrigo Neves (PV) perde feio para Felipe Peixoto (PSB), que perde para o deputado Flávio Serafini (Psol) nas redes sociais da Internet. O médico josé Seba (Rede), o delegado federal Antonio Rayol (PSDB) e Gege Galindo (PMDB) aparecem, nesta ordem, menos cotados.
Serafini teve, até a produção desta matéria, 26 mil 689 curtidas em sua página de figura pública. Felipe Peixoto 14 mil 366 e Rodrigo Neves 7 mil 288. José Seba 2 mil 85, enquanto Antonio Rayol não tem página de figura pública no facebook e Gege Galindo nem aparece nas redes sociais.

seba e felipe

Tres correntes: Bruno Lessa (PSDB), José Seba (Rede) e Felipe Peixoto (PSB)

No Twiter , o preferido por Rodrigo Neves, o prefeito está na frente, com 7 mil 928 seguido de perto por Felipe Peixoto, com 7 mil 198 seguidores. Nessa rede, Flávio Serafini perde feio, com apenas 1 mil 982 seguidores. José Seba, Antonio Rayol e Gege Galindo nõ parecem nas buscas do twitter.
Nas páginas pessoais do Facebook, que não admitem mais de cinco mil seguidores, Felipe Peixoto vence disparado de Rodrigo Neves. Numa postagem do dia 8 de maio relativa ao Dia das Mães, a homenagem de Rodrigo Neves às mães teve menos curtidas ( 366) e compartilhamento (01) do que Felipe Peixoto, com 460 curtidas, 17 compartilhamentos e 19 comentários. Flávio Serafini passou batido pelo Dia das Mães, estava festejando ocupações de escolas que não repercutiram junto às mães.

rodrigoooo

Rodrigo Neves perde nas redes sociais e vai ter remar muito (foto de página no Facebook)

Os candidatos tem novo encontro marcado na internet, em agosto, no Dia dos Pais.

Diretório bate tambor para receber Rodrigo Neves em sua  sede

jorge e rodrigo

Jorge Roberto (Esq.) e Rodrigo Neves estão unidos (foto do Globo na internet)

Rodrigo Neves vai subir triunfal as escadarias do diretório do PDT de Niterói, na próxima quarta-feira (08/06), às 19 horas, recepcionado pelos maores caciques trabalhistas, Jorge Roberto Silveira, Carlos Lupi e Miguel Vitoriano, que fez a comunicação através de sua rede social.
Diz a nota do presidente municipal: “Confirmada para o dia 08/06, quarta-feira, às 19h. A Direção do PDT de Niterói convida a todos e todas para participarem da reunião com Jorge Roberto Silveira , com a presença do Prefeito Rodrigo Neves,de acordo com decisão tomada em 24/05/2016, pelo Diretório Municipal. O evento contará com a presença do nosso Presidente Nacional Carlos Lupi.”

O encontro sacramentará a aliança Jorge Roberto-Rodrigo Neves, que chega com mais de 15 anos de atraso, frustrada pelo PT ao indicar Godofredo Pinto para vice de Jorge. Agora é Rodrigo quem vem na cabeça.

Por enquanto só dois pedetistas vão figurar na administração municipal: Hamiltom Pitanga e o engenheiro Pedro Basílio. Não haverá distribuição de cargos para os pedetistas, só a partir de 2017, quando o partido ajudar a eleger Rodrigo. Nesse mandato, não ajudamos em nada e é natural que o PDT não reivindique cargos por coerência. O PDT não quer que Rodrigo afaste pessoas que ajudaram a elege-lo”, declarou a fonte.

Reunião com vice-prefeito não avança e causa mais decepção que esperança

Quem participou do encontro promovido pela Prefeitura de Niterói e moradores da Região Oceânica, na noite de ontem (terça-feira, 31/05), na AABB da Fazendinha, saiu decepcionado. Traduzindo o pensamento geral, Larissa Viot, do movimento Vizinho Solidário do Residencial Fazendinha, definiu ccomo “improdutivo e decepcionante” o encontro com o Vice-Prefeito Axel Grael e o Secretário de Ordem Urbana, Coronel Gilson Chagas.
Para a maioria, a reunião foi um “comício sentado”, com as autoridades fazendo promessas e jogando para o futuro questões que para os moradores são  imediatas, urgente e vitais. “Teve um momento que tive que pedir a palavra, pois os representantes da Prefeitura vendo que seus argumentos era rechaçados pelos moradores, disseram que só protestamos porque somos candidatos a cargos eletivo. Um absurdo, além do mais que há de errado em candidato participar de audiência pública?” questionou a professora Valéria Bittencourt.
A comunidade pressionou por definições acerca da  das Lagoa de Itaipu e Piratininga, e ouviu que a prefeitura não podia fazer interferências por ser área do governo do Estado. Só que Grael anunciou a criação de uma ciclovia ligando o tunel à beira da Lagoa de Pratininga, por sinal, projeto que vai constar do plano de governo do delegado Antonio Rayol, d PSDBe e havia sido anunciado antes de Rodrigo Neves.
O descontentamento foi geral com o encontro, a ponto do moradores deixarem o local sob protesto. Nenhuma dúvida da comunidade foi  prontamente respondida com objetividade e os representantes do prefeito pareciam desconhecer as prioridades da população, principalmente o transtornos causados pelas obras dos túneis ligando o bairro a Charitas e do BRT Transoceanico.