Archives for category: Politica Estadual

Empresário é vítima de extorsão como um comerciante qualquer, na base do “ou dá, ou desce”

 

Ele é meu amigo

jacozinho
Jacozinho traabalha muito para compensar as perdas para politicos corruptos(foto da internet)\\

Sempre fui amigo de Jacozinho Barata, ora preso na Lava Jato.

A amizade quando é verdadeira não cessa, nem pelos anos e nem pela distância.  Amizade é feito o amor. Quando termina é por que nunca existiu de verdade.

Participei com ele de bons momentos, tomamos homéricos porres regados a rã frita no Bar Municipal. Ele sempre foi rico e eu pobre, mas tudo fez para que eu tivesse progresso material, no início dos anos 80, quando adquiriu a Viação Pendotiba. Recentemente, comprou a Viação Araçatuba quando já não nos víamos acerca de 30 anos. Um  dia não teve mais tempo para nossas estrepolias da madureza, Eu também já não tinha tempo para ele. Mas a amizade nunca  acabou e é testada agora..

E não há hora melhor para se revelar uma amizade senão na hora da dor, no revés.

Jacozinho Barata não é o bicho que pintam. Está longe de ser o quadrilheiro em que foi transformado. A atividade dos ônibus é antiga e apenas uma entre outras que desenvolve, como a de banqueiro (dono do Banco Guanabara), da Guanabara Diesel maior revenda d Mercedes do mundo e plantador de soja e bois nas fazendas do Mato Grosso.

Meu amigo não é bandido. Ele é tão vítima do sistema quanto seu Manoel de padaria, achacado por agentes corruptos que além da extorsão comem e bebe de graça.

Meu amigo não é de sair por aí oferecendo dinheiro (pelo menos não era), como bom judeu. Ele é culpado por ser rico, nascer em berço de ouro, coisa sempre intolerável no Brasil. Poderia ter quebrado as empresas de família como outros playboys, feito Chiquinho Scarpa, Jorginho Guinle e outros mais do nosso tempo. Mas trabalhou, e muito, a ponto de não ter mais tempo pros amigos. Quantas vezes viajamos para o Mato Grosso só para estar um com o outro! Mas não tivemos mais tempo à medida que assumíamos funções mais complexas.

Dói assisir que as pessoas não  vejam Jacozinho como um comerciante igualmente extorquido como é praxe no Brasil. Desde cedo ele cedia à ganância dos políticos, pois não suportava a política do “ou dá ou desce” dos políticos.

Na atividade empresarial a extorsão entra nos custos de produção. No caso dos ônibus, governadores, deputados, prefeitos, vereadores e o diabo a quatro exigem propina, sob pena de liquidarem a empresa. Nada diferente do que policiais fazem com traficantes e os fiscais com os empresários.

Meu amigo Jacozinho nunca aumentou passagem de ônibus, os reajustes eram concedidos desde que os empresários pagassem caro por isso. Uma espécie de sequestro por engravatados.

Quem, que anda de ônibus, pode dizer que os carros da Pendotiba, Araçatuba, Braso Lisboa, Pégassus, Normandy, Alpha  e outras tantas sejam o lixo que as reportagens mostram? Jacozinho é um empresário sempre acima do seu tempo, não faz distinção entre clientes, seja ele passageiro de ônibus ou investidor de valores, são igualmente seu maior patrimônio.

O que mais tem é empresário de ônibus que não presta. Jacozinho não está nessa. É vítima de um sistema de corrupção republicana, que se pratica de norte a sul do pais para obtenção de vantagens. O empresário é tão-somente o otário do jogo, a quem só restam duas opções: ceder ou ceder.

A ganância dos políticos sobre os empresários de ônibus não difere dos estupros que se praticam.

Jacozinho não pagou propina por vocação, foi por pressão mesmo. E se o conheço bem, deve ter resistido o bastante.

Se alguém deixar de ser meu amigo só porque estou defendendo Jacozinho Barata é porque, em verdade, nunca foi meu amigo, senão compreenderia o dever dos amigos.

Eu só posso contribuir com minha moral e as letras. É o que tenho para dar a esse amigo.

Força e coragem, Jacozinho. Mesmo tendo isso tudo de sobra, vai precisar de mais. Nada é eterno, meu amigo. Chegará o dia que vamos rir dos reveses. Quem sabe bendo e comendo rãs e carnes exóticas numa esquina qualquer.

 

Anúncios

Ex-deputado tem muita história pra contar

cunha

Eduardo Cunha não vai livrar a cara de ninguém (foto da internet)

O deputado cassado, ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, já manifestou interesse em delatar todo esquema de Lula, Dilma e dos 300 picaretas do Congresso. Havia tempo que Cunha amadurecia a ideia de entregar todo mundo que agora lhe vira as costas. Desde que viu inúmeros aliados votarem para sua cassação que Eduardo Cunha está sedento de vontade de ir às forras.

Agora, com a decisão o Juiz Sérgio Moro de transferi-lo da carceragem da Polícia Federal em Curitiba para um presidio comum, Cunha diz que não ficará calado.

Vai  jogar muita coisa no ventilador…

 

 

Delegado Rayol vai ajudar a derrotar Rodrigo Neves. Como no combate ao crime, quer por fim à farsa do governo do PT


Por Paulo Freitas – O delegado federal Antonio Rayol, do PSDB,vai abrir
mão de sua candidatura a Prefeito de Niterói e  será indicado pelo partido para vice-prefeito na chapa de Felipe Peixoto (PSB). Essa possibilidade foi admitida pelo ex-deputado Silvio Lessa, presidente do PSDB em Niterói e articulador da pré-campanha de Rayol.
– É uma tendência – foi udo o que disse o líder do PSDB na Câmara Municipal, vereador Bruno Lssa, filho de Silvio, sem negar nem confirmar. Nos últimos dias, todos tem se reunido e alinhava os rumos ue deve tomar a coligação e traçando projetos para uma eventual vitória no primeiro turno, com ênfase na segurança pública, saúde e educação.
Rayol é um policial de elite que chegou aos maiores níveeis na Policia Federal. Caberá a ele desenvolver a política de segurança pública para a cidade de modo a frear a violência que aumentou no governo de Rodrigo Neves. Sobre a composição com o PSB de Romário e Felipe, Silvio Lessa já havia se manifestado em entrevista ao repórter Andeson Madeira:
– Precisamos nos unir já para vencer o petismo em Niterói. Felipe e Rayol representam a nova politica, tem novos horizontes e tem os mesmos ideais de honra e dignidade. Natural que acabassem  se juntando em pról  do melhor para a cidade – anunciou Silvio Lessa em matéria do diário “A Tribuna”, de Niterói.
No contexto da aliança, o delegado Antonio Rayol irá comandar toda politica de segurança pública de um eventual governo de Felipe Peixoto. Ele obteve a certeza de irrestrito apoio às propostas que vinha defendendo, como a do aniquilamento do tráfico de drogas via o combate à dependência e formação centros de acolhida de viciados.

CENTROS DE RECUPERAÇÃO

Como não existem centros públicos para recuperação de drogados, a idéia de Rayol é criar vários deles Onde houver necessidade, onde o tráfico se mostrar soberano, a prefeitura vai atuar, tirando dependentes do vicio e impedindo que outros entrem.
A maior parte dos crimes praticados n cidade está relacionada com o tráfico de drogas. Rayol propõe que a Prefeitura e outros órgãos trabalhem na assistencia aos viciados e desenvolvam programas de erradicação da dependência química na cidade. Só desse modo, sem consumidor, as drogas deixariam de represesentar o braço do crime na cidade.
Rayol deverá ser o super-secretário de Felipe, encarregado de implantar r todos os programas que havia elaborado para sua campanha, caso fosse concorrer pelo PSDB. Todos os compromissos assumidos na pré-campanha de Antonio Rayol serão cumpridos por ele mesmo.

Em recente publicação nas redes sociais, o Delegado Rayol denunciou  que existe um conluio entre traficantes e politicos de Niteói, associando o aumento da violência na cidade à promiscuidade entre o crime organizado e agentes políticos.

Falta de planejamento afeta todo comércio da região

morfeu colchões

Obras não respeitam afastamento ara carros em frente à loja da Morfeu, na Estrada Francisco da Cruz

O Jornal “EXPRESSÃO OCEÂNICA” de junho, com edição esgotada, publica que comerciantes e profissionais liberais da Região Oceânica de Niterói culpam e apontam a falta de planejamento e o desrespeito as classes produtoras como a principal causa da quebradeira geral que atingiu o setor durante a administração  do prefeito Rodrigo Neves (que trocou o PT pelo PV). Empresários dizem que a crise tem sido agravada com a “asfixia geral”, causada pelas obras da Transoceânica, ligando o Engenho do Mato a Charitas, passando pelo túnel Cafubá-Preventório.

Jorge Panaro, proprietário da  Morfeu  Colchões, com duas lojas na Estrada Francisco da Cruz Nunes, é uma das maiores vítimas do descaso municipal. Para sobreviver, teve que dispensar 2/3 dos funcionários que ficavam de braços cruzados por falta de clientes. Suas lojas form isoladas do público, em decorrência do trânsito interrompido. Não existe nenhuma alternativa temporária.

IMG_4181 (1)

Jorge  Panaro não aguenta mais

Agora, além do isolamento físico, a Morfeu Colchões, tradicional empresa de móveis infantis e de estilo na região, está sem luz, telefone e internet. Por conta da obra, todos os fios foram arrancados. “Acabaram comigo”, queixa-se  empresário Jorge Panaro.
– O que já era difícil ficou insustentável quando as obras interditaram minha lojas desde dezembro. Perdi a visibilidade e tive que montar uma operação de guerra para não sucumbir, renegociado  aluguéis, prazos com os fornecedores, dando férias aos funcionários até ser compelido a demitir colaboradores leais, que estavam comigo há muito tempo – lamentou.
Parano expressa o sentimento de todos empresários da Região. “Faltou planejamento e respeito à nossa classe. Todos sabíamos que haveria transtornos, mas não tanto assim. Foi interditando tudo à moda boi, sem levar em consideração que somos a maior fonte de trabalho na região. Resultado: o que estava difícil entrou em colapso por absoluta falta de clientes. Para se ter ideia da desorganização, usaram um papel ofício para sinalizar uma alternativa de trânsito para o Hospital da Unimed. Quer dizer, é uma falta de respeito geral, com todo mundo”, disse.
No momento em que concedia entrevista, Jorge Panaro era informado de outro absurdo: a Prefeitura mandou construir um meio-fio que vai inviabilizar o acesso ao estacionamento da loja na  entrada  do Jacaré.
Sem comunicação com o mundo exterior, nem mesmo as vendas por telefone e internet podem ser feitas. Panaro, como tantos outros comerciantes afetados, teve faturamento zero este mês  e não tem perspectivas  de como fará para se manter ativo. “Os bancos cobram juros extorsivos e temos que pagar. Até aqui, pudemos contar com a compreensão dos fornecedores, mas nem eles tem mais fôlego para nos atender. Não vejo a hora desse pesadelo acabar” finalizou.
Mesmo abalado com prejuízo, Parano enaltece os operários e técnicos das obras. “Eles fazem o possível, mas é tudo improvisado, na base da boa vontade  e compreensão com o nosso drama, mas eles não planejam nada, só executam”, concluiu o empresário.

Quem com o ferro fere com ele será ferido

juiz Marcello Rubioli

Juiz-Coordenador da Propaganda Eleitoral em todo Estado do Rio, arcello Rubioli

O Juiz-Coordenador da propaganda eleitoral no Estado do Rio, Marcello Rubioli, está apelando a quem navega no Facebook para identificar quem pratica abuso de poder e faz propaganda elelitoral irregular. O TRE criou uma página naquela rede social para receber denúncias contra candidatos que organizam festas, showmícios e pedem votos dentro ou fora da internet.
A ágina para denúncias é https://www.facebook.com/trerj/?fref=ts e está disponível 24h por dia. O magistrado garante o sigilo das informações. Cem fiscais estao encarregados de apurar as denúncias, que atuarão no campo fisico, virtual, rádio e televisão.
Por falta de aviso é que não será. O juiz já fez trê reuniões com os partidos idicando o que pode e o que não pode ser feito.
– Orientar e punir. Exatamente isso. Sem truculência, queremos uma eleição com isonomia. Todas as irregularidades são enviadas ao Ministério Público para que as providências sejam devidamente tomadas – declaru o magistrado.
Marcllo Rubioli disse ainda que’ “por abuso de poder político e econômico pode haver a cassação do registro dos candidatos. . Há ainda a fiscalização do financiamento de campanha que agora só pode ser feito por pessoa física e o fundo partidário”.

Abuso de poder pode impugnar candidatura do deputado do Psol também

serafini no google

Dentre as imagens turbinadas figura um cartaz de candidato a Prefeito de Niterói, com numero e tudo

O Deputado Estadual Flávio Serafini, pré-candidato do Psol a Prefeto de Niterói é o campeão da propaganda eleitoral antecipada e condenada pelo Juiz Marcello Rubioli, do TRE-RJ. No entender do Tribunal, todos os politicos que turbinam suas páginas em sites de pesquisas estão fazendo propaganda eleitoral antecipada e efetuando gastos sem contabilidade legal.
Flavio Serafini, de acordo com o entendimento  do juiz-coordenador do TRE, é o campeão na transgressão. No Google, seu site pessoal (www.flavioserafini.com.br/), o Wikipedia, páginas de campanha no Facebook e filmes no youtube parecem com destaque no topo da lista de pesquisa sobre seu nome. Nem mesmo sua página de deputado da Alerj figura entre os primeiros resultados, assim como o noticiário de grandes portais de noticias.
A exemplo de Rodrigo Neves e Felipe Peixoto, Serafini aparece com fotografias e nome destacado no Google, com características de material pago. Todos estão na mira do Centro de Midia da Fiscalização do TRE, sob a orientação de Marcello Rubioli, que vem monitorando todas as páginas na internet.
Mas nem tudo está perdido. O Juiz disse que os processos por abuso de poder economico e cassação de registro de candidatos flagrados turbinando páginas antes de 16 de agosto só vlem depois que o partidos forem notificados (o que começou ontem 24/6) e descumprirem a norma.
Advogados especialistas em direito eleitoral, como Cléber Foneca, acreditam que independe de notificação para o cumprimento da lei. “Temos um parâmetro bem conhecido. A lei penal não diz que é proibido matar alguém. Apenas indica que quem matar estará sujeito a uma pena rgorosa. Não resta duvida de que os candidatos pagaram para turbinaram sites de pesquisa para figurar no topo das listas de resultados praticaram abuso de poder econômico, suscetível de penalidade que é o indeferimento do registro de candidatura. Mas o que vale é a decisão do TRE. Se quer dar uma colher de chá, tudo bem, mas cabe recurso à instância superior, o caso ao TSE”, explicou Fonseca.

Políticos revelam certo alívio com aliança do PDT


“Eu já sabia”. Foi com esta expressão sem surpresa que o pré-candidato Felipe Peixoto reagiu a notícia da “Grande Aliança” formada pelo PDT . Felipe, que trocou o PDT pelo PSB, reagiu às criticas dos caciques pedetistas ao anunciar a aliança em torno de Rodrigo Neves, do PV nas próximas eleições.

– Eu tanto sabia que saí do partido. Fiquei triste porque depois de tantos anos na cidade foi fazer aliança justamente com o que há de mais atrasado na política – revelou, sem entrar em detalhes acerca das referências ao seu nome.

Outro pré-candidato que reagiu ao anuncio da aliança foi o delegado Antonio Rayol, do PSDB. “Eles confirmaram o que já venho falando há meses, que são todos farinha do mesmo saco, desde 1988. Niterói vai romper com essa aliança e avançar. Eles acham que fizeram muito, mas com o tempo e os recursos que gastaram poderiam ter avançado muito mais. Ainda bem que estão unidos agora para o povo os derrotá-los para sempre”, disse Rayol.

José Seba (Rede) e Flávio Serafini (Psol) ainda não se pronunciaram sobre o fato.

PDT apagou Felipe Peixoto de sua história

pdt rodrigo

Vitorriano, Lupi, Jorge Roberto, Brizola Net, Rodrigo e Waldeck selaram um pacto

Foi a continuidade e até ampliação dos projetos do ex-prefeito Jorge Roberto Silveira que determinou a opção do PDT por Rodrigo Neves. No encontro de hoje (08/06), Jorge citou que o PDT deu o primeiro passo para construção de uma aliança em favor de Niterói, que começou em 1988 e que agora Rodrigo aceitou fazer o caminho inverso, num movimento batizado de #souNiteroideCoração.

No encontro, ficou evidente que o partido não quer nem ouvir falar o nome do ex-deputado e presidente do diretório, Felipe Peixoto. Jorge e o presidente nacional, Carlos Lupi, fizeram pesadas críticas a Felipe sem lhe mencionar o nome. Até então, Lupi e Silveira não haviam se pronunciado sobre a saída de Felipe Peixoto.

Em tom irritado, Lupi garantiu que “ele” seria o candidato do partido e não poupou críticas. Chegou mesmo a declarar guerra ao PMDB no Estado, sem considerar que em Niterói PDT, PV, PT todos estarão no mesmo barco com o PMDB.

Em que pese as atenções estarem voltadas para o prefeito Rodrigo Neves, Jorge Roberto Silveira, como mestre de cerimônia, roubou a cena da festa. Começou lembrando que em 1988 já queria construir uma grande aliança em Niterói para superar as dificuldades em que o município se encontrava. E começou propondo a Eduardo Travassos, na época presidente do PT, a grande aliança. Jorge não conseguiu o apoio do PT, mas Travassos saiu do partido, foi para o PV e então fizeram a aliança.

valeria com jorge

Jorge cumprimenta Valéria Bittencourt

Quase 30 anos depois, a história se repete, invertendo-se as posições: o PV vai ficar com a cabeça da chapa, através de Rodrigo Neves, que tal e qual Eduardo Travassos, dexiou o partido dos trabalhadores.
– Esta é uma aliança por Niterói, em defesa da cidade e está aberta a todos os políticos de bem – explicou Jorge Roberto, citando que a continuidade dos projetos de Jorge Roberto, como o MAC, Caminho Niemayer, Médico de Família, Esgoto Zero, ensino em tempo integral e outros mais, “com o aperfeiçoamento, ampliação e melhoria das obras que iniciamos”, Rodrigo Neves se fez merecedor do respeito e conquistou a preferência de seu principal adversário.

– E foi o respeito a Niterói que nos levaram a superar todas adversidade política. Foi pensando no que é melhor para Niterói que nos unimos, pois a união faz a força. A hora é de união para tirar o Brasil da crise. Em Niterói, a união é para evitar que a cidade mergulhe na crise que assola todos os municípios – completou Jorge Roberto.

Esclareceu que a aliança com Rodrigo engloba um projeto de longo prazo. Citando 2002, quando concorreu ao governo do Estado e perdeu, encerrou ali sua carreira política. Mas acabou cedendo a pressões,disputou de novo a prefeitura e venceu. Agora Jorge Roberto sonha de novo com o governo do Estado, mas com o próprio Rodrigo. Jorge quer ser o arquiteto de uma grande aliança estadual que possibilitará essa conquista.

Na sua vez, Rodrigo repetiu integralmente as explicações de Jorge e assumiu compromisso de honrar todas as artes do trato. Disse que ontem o Ministério Público Federal considerou Niterói , pela segunda vez, a cidade com maior transparência no Estado do Rio, disse que vai inaugurar as 19 escolas municipais construídas em seu governo e reinaugurar o hospital Getulinho, no Fonseca.

Também presenteou Jorge Roberto e Lupi com uma pedra extraída das rochas do túnel João Sampaio (Charitas-Cafubá) e convidou a todos para a primeira travessia do túnel, no dia 25 deste mês, quando haverá a última detonação.

 

 

MAOS LIMPAS

Jorge e Rodrigo (Centro) felizes da vidacom a nova aliança foto da internet

Casamento chegou com mais de 10 anos de atraso

Será hoje que o prefeito Rodrigo Neves vai morder a própria língua e engolir tudo o que maldisse acerca de Jorge Roberto Silveira. Foi pisando em Jorge, culpando-o por tragédias climáticas que custaram centenas de vidas, que Rodrigo Neves se elegeu prefeito da cidade. Agora, terá uma grande oportunidade ede explicar a aos niteroienses que mentiu.  Poderá fazer justiça àquele que tanto destratou, exaltando as qualidades ue nem suas mentiras em 2012 empanaram.
O espetáculo programado para esta noite na sede do PDT promete um Jorge Roberto aliviado. De outro, Rodrigo Neves tendo que explicar por que falou tão mal de Jorge e seus auxiliares, antes, durante e depois que tomou posse no cargo.

Eu espero que Rodrigo Neves peça desculpas pelas acusações infundadas que fez de Jorge Roberto. Mas algo me diz que o cinismo não deixará. Ainda que Jorge Roberto tenha relevado, passado uma borracha no lodaçal em que Rodrigo Neves o atirou, a decência está a exigir que Rodrigo Neves peça desculpas.

Diretório bate tambor para receber Rodrigo Neves em sua  sede

jorge e rodrigo

Jorge Roberto (Esq.) e Rodrigo Neves estão unidos (foto do Globo na internet)

Rodrigo Neves vai subir triunfal as escadarias do diretório do PDT de Niterói, na próxima quarta-feira (08/06), às 19 horas, recepcionado pelos maores caciques trabalhistas, Jorge Roberto Silveira, Carlos Lupi e Miguel Vitoriano, que fez a comunicação através de sua rede social.
Diz a nota do presidente municipal: “Confirmada para o dia 08/06, quarta-feira, às 19h. A Direção do PDT de Niterói convida a todos e todas para participarem da reunião com Jorge Roberto Silveira , com a presença do Prefeito Rodrigo Neves,de acordo com decisão tomada em 24/05/2016, pelo Diretório Municipal. O evento contará com a presença do nosso Presidente Nacional Carlos Lupi.”

O encontro sacramentará a aliança Jorge Roberto-Rodrigo Neves, que chega com mais de 15 anos de atraso, frustrada pelo PT ao indicar Godofredo Pinto para vice de Jorge. Agora é Rodrigo quem vem na cabeça.

Por enquanto só dois pedetistas vão figurar na administração municipal: Hamiltom Pitanga e o engenheiro Pedro Basílio. Não haverá distribuição de cargos para os pedetistas, só a partir de 2017, quando o partido ajudar a eleger Rodrigo. Nesse mandato, não ajudamos em nada e é natural que o PDT não reivindique cargos por coerência. O PDT não quer que Rodrigo afaste pessoas que ajudaram a elege-lo”, declarou a fonte.